martes, 26 de febrero de 2013

COIMBRA



En tiempos remotos este lugar estuvo ocupado por los Celtas pero la romanización fue la que transformó culturalmente esta región. Lo prueban los diversos restos arqueológicos conservados en el Museo Nacional Machado de Castro, construido sobre el “criptopórtico” de la Civita Aeminium, el foro de la ciudad romana.







Bajo el reinado de Afonso Henriques fue integrada al territorio portugués, esto en 1131. Son de esa época algunos de los monumentos de la ciudad: la Sé Velha (Catedral Vieja) y las iglesias de São Tiago, São Salvador y Santa Cruz.





La Universidad de Coimbra, fundada en 1290 por D. Dinis, es una de las más antiguas de Europa. Con el nombre de "Estudios Generales", se trasladó entre Lisboa y Coimbra a lo largo de varios reinados hasta que fue definitivamente establecida en esta ciudad en 1537, por D. João III. Desde entonces ocupa el mismo edificio, antiguo Pazo Real medieval, adquirido por la institución en 1597 a Felipe II de España que entonces gobernaba Portugal.


Fue en la Quinta de las Lágrimas donde se desencadenó el amor entre D. Pedro I y Inés de Castro.  Fue mandada asesinar por orden del rey D. Afonso IV, considerando que el romance supondría cierto peligro de subyugación a Castilla. Romance que inspiró a poetas y escritores, su historia es parte del patrimonio de la ciudad




En el siglo XVII los jesuitas llegaron a la ciudad, señalando su presencia con la construcción de la Sé Nova. En el siglo posterior, la obra regia de D. João V enriquecerá algunos de los monumentos de Coimbra, incluyendo la Universidad. D. José I realizará algunas transformaciones dirigidas por el Marqués de Pombal, principalmente en la enseñanza.
A principios del siglo XIX, las Invasiones Francesas y las guerras liberales portuguesas dieron comienzo a un período conturbado, sin gran desarrollo para la ciudad. Desde entonces, los estudiantes han sido quienes la han recuperado y transformado en la ciudad universitaria por excelencia de Portugal.




La Biblioteca Joanina, que no hemos podido visitar, por estar cerrada, así como todo el edificio de la universidad. De ella el Conde Raczinski escribió en "Les Arts au Portugal": «es la más bella, más ricamente decorada biblioteca que he visto hasta hoy».


Tuvimos que volver a Porto quedando mucho de Coimbra por ver. La hora y la época del año no han sido las adecuadas.
Dimos nuestro adiós al Penedo da Saudade y pasamos de espacio, pero sin detenernos, por la Quinta das Lágrimas, el Portugal de los pequeñitos y el  Convento de Santa Clara: recordando a la reina Santa Isabel y el milagro de las rosas.

 VOLVEREMOS!!!



52 comentarios:

Everdina Kleeb- van Dongen dijo...

Cuando crees que ya has visto todo del viaje siempre queda algo nuevo, algunas cosas que hemos visto y otros por falta de tiempo lo dejaremos para un viaje en el futuro. No me despedido de tu terruño para siempre. Tus artículos los recibo con gran ilusión. Besos Diny.

Silenciosamente ouvindo... dijo...

Veremos se hoje o comentário vai ter com o amigo. Coimbra, Buçaco,
Aveiro e tantos mais. O Joaquín
é um grande divulgar de Portugal
e sem ser remunerado, apenas por
amor.
Viajamos através dos seus posts e
quando já conhecemos o sítio,
surge a vontade de lá voltar.
Os políticos não amam o seu país
como o povo anónimo.Não lhe fariam
tanto mal.
Obrigada Joaquín.
Um beijinho
Irene Alves

Silenciosamente ouvindo... dijo...

Até que enfim, hoje foi ter consigo. Bjs.Irene

Duarte dijo...

Diny,
Si algún turista mereciera un trato especial, ese serías tu, una enamorada de Portugal.
Aquí, en este rincón, dejo constancia de ello, aun que sé que a ninguno de nosotros nos harán caso.
Solamente las personas que, como tu, por aquí pasan, para mi deleite.
Abrazos

Duarte dijo...

Irene,
e aquilo que sinto, transmito o que me dita a alma. Amo á minha terra.
Sei que o sentes assim, por isso me expresso neste tom.
A mim o único que me disseram, ultimamente, em Turismo de Portugal, quando lhes pedi algo para divulgação da nossa terra, é que não têm dinheiro nem para selos. Tão miseráveis somos? Duvido.
Aquele abraço

Duarte dijo...

Irene,
sim, por fim percebo os teus sentires...
Abraço-te, querida amiga.

Graça Sampaio dijo...

Tão giro ler a história das nossas cidades em castelhano! E com tanto amor e tanta sensibilidade. Duarte, este seu blog é um espanto! As suas reportagens das nossas (e vossas) cidades são uma coisa bela e única! Parabéns e muito obrigada.

Besos.

Duarte dijo...

Graça,
se é do teu agrado, isso faz-me feliz. Gosto de historia, do mundo da fotografia e, gosto da minha terra, estão reunidos os factores que fazem possível isto.
Um grande abraço

São dijo...

Eu creio na reencarnação, como sabes, portanto acho que estudei em Coimbra nalguma vida anterior

Só desta última vez que visitei a cidade é que consegui vistar a Sé Velha, que me encantou.

Ah, quase me ia embora sem te dizer que , mais uma vez, fizzeste um excelene trabalho, rrss

Abraço apertado, querido amigo

Duarte dijo...

Serafim Pinto,
disse:
BRAVO

Sara dijo...

Que ganas tengo de conocerlo, me lo habeis contado de tantas maneras...que me lo imagino bello, muy bello, uno de esos lugares que marcan a fuego. Me ha gustado mucho tu reportaje mi estimado amigo.
Ya estás preparado para fallas? jejejej
Mi abrazotedecisivo

Duarte dijo...

São,
se viste a de Lisboa comprovaste que existe similitude. Gosto de ambas, mas esta tem mais matizes do românico.
Nessa zona cheira a estudantes, não como os de antes, mas tem esse sabor, como no Penedo da Saudade.
Obrigado, querida amiga, pelo gesto de carinho, es un ser maravilhoso.
Aqui começamos a preparar-nos para as Fallas: já cheira a pólvora!
Um grande abraço

poetaeusou . . . dijo...

*
Duarte
,
amigo,
parabens pelo post,
,
Igreja de Santa Cruz
Feita de pedra morena
dentro de ti vão rezar
Uns olhos que me dão pena !
,
abraço fica,
*

Poetiza dijo...

Aqui estoy amigo para dejarte con mis letras saludos a la distancia. Cuidate.

Mª Jesús Verdú Sacases dijo...

Esta hermosa ciudad había llegado a mis oídos por su belleza. Y en tus imágenes puedo verificarlo.

Como siempre, Duarte, nos presentas un interesante lugar que visitar y nos das a conocer desde tu corazón viajero

Justine dijo...

Adoro Coimbra, e sempre que lá vou encontro coisas novas para apreciar!

Claro que irão voltar! Tu és o embaixador ideal, e organizarás um outro passeio por terras lusas tão belo como este primeiro, tenho a certeza!
E eu terei muito prazer em voltar a encontrar-vos:))))
Um abraço amigo

Duarte dijo...

Sara,
ya huele a pólvora desde el amanecer... ruido, mucho ruido. Además ayer hicieron una cabalgata que ha inundando el espacio de la biblioteca que tengo bajo de casa, en el jardín del barrio. Fiesta a top, que pase deprisa...
Un gran abrazo, cuando vendrás?

Duarte dijo...

Zé,
não conhecia, é teu? Gosto.
É da época do fundador. Faz referencia a Inês?
Aquele abraço

Duarte dijo...

Sandra,
querida amiga, me quedo algo más tranquilo...
Abrazos de vida y, cuidate mucho

Duarte dijo...

Serafim,
o teu BRAVO, sendo só, para mim é muito. Obrigado
Aquele abraço

Graça Pereira dijo...

Coimbra, tem mais encanto na hora da despedida...ou então, Coimbra é uma lição de amor e tradição...assim se canta pela bela cidade de Coimbra, a erudita com a sua velha universidade, sendo marca do saber português... Como sempre, de Mestre!
Agora dou-te um desgosto : tive um problema no PC e fiquei sem tudo que os amigos me mandaram... se não for um abuso, pedia-te o favor de me enviares, de novo, o teu belíssimo livro, para preparar uma postagem como te havia dito.
Obrigada pelo teu carinho.
Beijo amigo
Graça

Claudinha ੴ dijo...

Meu caro amigo Duarte, Coimbra é um de meus objetivos futuros. Aguardo a aceitação para um curso à distância na universidade e já ganhei uma camiseta com brasões e símbolos da universidade. Obrigada por me mostrar ! Não sabia que havia sido terra dos celtas e agora me atrai mais ainda. Tenho alguma coisa mal resolvida com este povo e sua cultura e música. Adoro!
Obrigada, mais uma vez!

Maria Emilia Moreira dijo...

Olá amigo Duarte!
Estive com um problema no computador e não conseguia comentar. Só hoje consegui, espero eu, desbloquear.
Quero mandar um abraço e o meu agradecimento pelo trabalho fantástico que vens fazendo no teu blog. Acho que estou a repetir-me, mas as verdades são para ser ditas e repetidas. Conheço bem Coimbra, mas isso não me impede de ficar fascinada com as tuas fotos e os teus comentários. É um prazer enorme seguir-te em viagem!
Abraços.
M. Emília

Duarte dijo...

María Jesús,
Portugal, como es un País muy pequeño, pero muy bello, hace con que sus encantos estén muy cerca unos de los otros... es pasar el día con la boca abierta!...
Un gran abrazo, amiga mía

Duarte dijo...

Justine,
eu também, foi das primeiras cidades que visitei longe do meu Porto.
O atractivo da Universidade, o Penedo da Saudade, o Choupal, as Republicas, tinham-me pleno de curiosidade... depois de ler "Fogo na noite escura" do grande Fernando Namora acabei por apaixonar-me.
Claro que sim, serás avisada em primeira pessoa. Vai-te preparando que a próxima será Lisboa e os seus arredores.
Queremos estar contigo... já nos conhecemos e temos boas recordações :))))
Um abraço bem grande, querida amiga

AFRICA EM POESIA dijo...

Duarte

Coloquei pois gostei muito e assim partilho o que gosto. e fica para mim...

obrigada por seres assim.

um beijinho grande

elvira carvalho dijo...

Ah! Coimbra. Não sei porquê sempre lembro Coimbra coberta com um manto de romantismo.
Já por lá andei várias vezes de visita.

Um abraço e muito obrigada por estes maravilhosos posts que sempre me mostram encantos desconhecidos.

Duarte dijo...

Graça,
lindos os fados de Coimbra que mencionas! Tenho quase tudo, desde Luiz Gois e Artur Ribeiro, até Zeca Afonso. Gosto.
Hoje mesmo faço-te o envio.
Um abraço bem grande

Duarte dijo...

Claudinha,
já somos, como mínimo, dois. Coimbra sempre me atraiu muito. Por muitas rações, além da cultural. Sigo vinculado a esta bela e histórica cidade.
Algum dia nos veremos em Coimbra, estou convencido.
Aquele abraço amigo

Duarte dijo...

Maria Emilia,
oxalá já tenhas tudo resolvido. Fez-se imprescindível.
Querida amiga, palavras como as tuas são o impulso que me levam a seguir. Obrigado.
Grato quedo com a tua companhia.
Abraços de vida

tecas dijo...

Meu querido amigo Duarte, conseguiste fazer-me viajar sem sair da cadeira.:))
Para não ser repetitiva, só te posso dizer: EXCELENTES IMAGENS E MAGNIFICA LIÇÃO DE HISTÓRIA.
BELO. APLAUSO SONORO.
Beijinho amigo

Duarte dijo...

Lili,
se não mudei, não vai ser agora que o faça.
Gostei.
Um abraço imneso

Duarte dijo...

Elvira,
assim é. Parece uma cidade dum conto de fadas!
Como já disse mais acima, gosto.
Volta, vais gostar.
Um grande abraço

Lena dijo...

Coimbra bela e encantadora !
Tanto nos seus monumentos como na riqueza da sua historia,
já a visitei um pouco mas sem esse conhecimento todo, isso faz toda a diferença...
Gostei bastante deste passeio através da historia...

Beijinhos meu amigo Duarte

Duarte dijo...

Tecas,
isso está bem, a descansar e sem gastos: estamos em crise!
Esforçar-me-ei para que continue sendo do teu agrado.Um grande abraço

rendadebilros dijo...

Fotos espectaculares, muito bem "vistas". A reportagem elucidativa incentiva à visita à cidade dos estudantes. Abraço.

Duarte dijo...

Lena,
Coimbra, sempre plena de encantos, como bem dizes.
Fiquei feliz dando este passeio contigo.
Que sejas feliz, sempre.
Um abraço bem grande, Lena...

luís rodrigues coelho Coelho dijo...

"Coimbra tem mais encanto..."

Uma mostra de Coimbra pelos teus olhos. As cores parecem ter adquirido vida e o tal encanto que lhe reconhecemos vendo-a à distância tentando-a abarcar na sua totalidade.

Também lhe descobrimos encanto percorrendo as suas ruas e revivendo a sua história.

Um abraço com votos de bom fim de semana.

La Gata Coqueta dijo...



Hola amigo Joaquín; gracias por la cálida ternura de tus palabras que me hacen sentir alimentada y arropada el alma, con ese halo de luz que sale de los sentimientos.

Dentro de poquito ya comenzaré a publicar y a dejar mis huellas en el remanso de tus letras.

Un fuerte abrazo lleno del afecto que me envuelve en este momento ❤ ♫ ❤

Atte.
María Del Carmen


Duarte dijo...

Rendadebilros,
Coimbra atraiu-me de sempre. Tem um algo que me fascina. Desde o penedo da saudade até o Choupal. Mas também o Portugal dos pequeninos onde tanto brinquei com os meus filhos.
Abraços de vida

Maria Rodrigues dijo...

Coimbra tem um encanto muito especial, tal como todas as suas maravilhosas viagens. Meu amigo agradeço a sua gentil mensagem do Dia da Mulher.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

Duarte dijo...

Luís,
assim é, está cheia de encantos. Fernando Namora levou-me a descobri-la, e enamorei-me.
Um bom fim de semana e o meu grande abraço amigo

Duarte dijo...

María del Carmen,
sabes que es un gran placer para mi deleitarme com las maravillas que tan bien escribes, debo estar a la altura, no!?
Un gran abrazo y buen fin de semana

Duarte dijo...

Vera Lúcia te ha enviado un enlace a un blog:
Bela viagem histórica e cultural. A biblioteca Joanina é fantástica. Abraço.

São várias as pessoas que dizem que não podem postar no meu blog, desconheço o motivo.
Este é um caso, e coloco-o tal e como me chegou.

Duarte dijo...

Vera Lúcia,
A primeira vez que vi a Biblioteca Joanina, em honra do seu fundador, o rei D. João, fiquei parado no meio duma sala a olhar para os livros tão magníficos e, sobre tudo, porque a encadernação dos livros é da mesma cor da sal. Todas as salas são diferentes... Espectacular!!!
Boa observação, a tua.
Um abraço grande

pepa dijo...

Me ha gustado mucho Coimbra, fue una pena no haber llegado a tiempo a la Quinta de las Lágrimas e al Portugal de los Pequeñitos. Y pasear un poco más por el centro...
Besos

manuela barroso dijo...

Querido amigo Duarte,
E agora apetece dizer mesmo que " Coimbra tem outro encanto" com o teu olhar nestas formosas fotografias! Como se não bastasse, completas com informações fantásticas. És o nosso embaixador!
Fuerte abrazo!
Ah...e um lírio! :)

Duarte dijo...

Maria Rodrigues,
Amiga, expresso aquilo que sinto em cada momento, tanto no que capto, como no que escrevo.
Obrigado eu.
Um abraço bem grande

Duarte dijo...

Pepa,
también me he quedado con las ganas de que lo vieras. Volveremos y lo veremos detalladamente.
Besos nuestros

Duarte dijo...

Manuela Barroso,
isso soa a FADO... querida amiga.
São tantos os encantos da nossa Terra! Mas é certo que Coimbra apaixona.
Obrigado, amiga, pelos mimos...
Aquele abraço grande

María dijo...

Es preciosa Coimbra, la conozco, y tengo que decirte que me maravilló, porque tiene un gran encanto, además, te agradezco que me la hayas vuelto a recordar con estas bellísimas imágenes, amigo Duarte, hoy he vuelto a pasear con mi mirada por aquel rincón, y excelente la explicación que no das sobre ella.

Un beso y feliz domingo.

Duarte dijo...

María,
Coimbra desde el Mondego hasta la Universidad es aquella maravilla que descubres pasos a paso, como saboreando el mejor pastel.
Un gran abrazo y feliz semana