domingo, 16 de octubre de 2016

ALFAMA




 Al Castillo de São Jorge subimos andando
Mirando el horizonte y callejeando
¡Qué vistas de Lisboa, allí a nuestros pies!
¡Y qué orgullo se siente al ser portugués!






Alfama es así, no se puede parar
Desde el románico a los miradores
A feira da ladra, São Vicente y el pregonar
El Panteão Nacional y los fundadores.










 Santo António no lo pudimos encontrar
Ni sus sermones logramos escuchar
Pero en su capilla pudimos entrar
De Padua no es, ahora lo podréis atestiguar





Un subir y bajar por escalinatas sin parar,
Por roelas estrechas y calles empinadas  
De piedras ennegrecidas y desgastadas
Por fin la Sé para visitar y contemplar.

















Alfama, un barrio de lo más popular,
Donde la fiesta inunda sus calles sin parar.
Se escucha el Fado y comen sardinas,
Pero no presentimos a varinas ni ardinas.





 VOLVEREMOS!!!...

31 comentarios:

María Perlada dijo...

Siempre que vengo a tu blog disfruto con las imágenes que compartes, son regalos para mis ojos, y viajo hasta ese lugar, me encantaron.

Muchos besos, amigo Duarte, y muy feliz domingo.

Sor.Cecilia Codina Masachs dijo...

Hola mi buen amigo, tras 4 meses de ausencia por mi delicada salud y porque me ha dado un poco de respiro paso a ver a los amigos.
Excelentes fotografías, me alegro de poderlas ver.
Un abrazo.
Sor. Cecilia

Elvira Carvalho dijo...

Um belíssimo conjunto de fotografias de um dos bairros de Lisboa que melhor conheço.
Um abraço e uma boa semana.

Francisco Manuel Carrajola Oliveira dijo...

Gostei deste passeio pelas ruas de Lisboa através das fotos do meu amigo.
Um abraço e boa semana.
Andarilhar

Anajá Schmitz dijo...

Que riqueza essa cidade. Me perdi as belas igrejas.
Abraço
Tenha uma ótima semana.

Duarte dijo...

María,
estoy encantado del viaje que compartimos.
Te esperan muchos más, mi deseo es que sigas disfrutando.
Un gran abrazo para una feliz semana

Duarte dijo...

Sor. Cecilia,
si el regreso significa la recuperación del buen tono de la salud, yo encantado.
Iré aportado toda la beleza que pueda para tu deleite en la contemplación.
Un fuerte abrazo y cuídate mucho.

Duarte dijo...

Elvira,
andamos contigo por outros lados, e foi um dia muito feliz. Deu para conviver e ver...
Abraços de vida, querida amiga

manuela barroso dijo...

a TUA MARCA NA BELEZA E ESTETICA DAS TUAS FOTOGRAFIAS, COM O DOM QUE POSSUIS FAZE DE CADA POSTAGEM UM BELISSIMA REPORTAGEM.
PARABÉNS MEU CARÍSSIMO AMIGO DUARTE
ABRAZO FUERTE! :)

Majo Dutra dijo...

Grande e lindíssimo passeio, estimado amigo!
Indispensável para quem vem rever Lisboa, a
reportagem tem o teu toque muito pessoal e
ficou valorizada com as tuas belas quadras...
Expressas-te em expressivos poemas,
quer visuais, quer escritos...
Dias outonais muito agradáveis e felizes.
Abraço afetuoso.
~~~~~~~~~

Maria Rodrigues dijo...

Excelente reportagem fotográfica de locais que conheço tão bem.
Beijinhos
Maria

Duarte dijo...

Francisco M.
para mim foi todo um prazer. Faremos mais passeios, por aqui e por aí.
Um grande abraço e bom fim de semana

rendadebilros dijo...

Sempre esplêndidas fotos! Uma inspiração! Sim, a chuva chegou e o nevoeiro! Abraço.

Duarte dijo...

Ananá,
não te preocupes que as verás noutra oportunidade. Isto ainda não acabou.
Beijinhos e que tenhas um bom fim de semana

Graça Sampaio dijo...

Que excelente promoção turística, amigo Duarte! Gostei de (re)ver a Lisboa destas e de outras eras pelo teu olhar fotográfico. Foi da maneira que entrei no Panteão, onde nunca estive. Obrigada...

Beijinhos

Duarte dijo...

Quis escrever ANAJÁ, rogo mes desculpes, querida amiga.

Duarte dijo...

Manuela,
PARABÉNS a ti, que hoje é o teu aniversario.
Faço aquilo que posso. O que sim é certo é que tento fazer o melhor. Se é do teu agrado, eu encantado.
Abraços de vida, querida amiga

Duarte dijo...

Majo,
que lindo o que escreves! É o que sinto e o que precinto. Obrigado.
Sou de outonos, sou feliz nesta época do ano: quanta beleza!
Um grande abraço, querida amiga.

Everdina Kleeb- van Dongen dijo...

El reportaje de tu viaje a Lisboa y en concreto Alfama no lo había visto aún y como siempre no sabía lo que perdía. Pero nunca es tarde cuando la dicha es buena Lo he disfrutado mucho. Besos Diny, hasta mañana.

Mariazita dijo...

Óptima reportagem sobre um dos mais carismáticos bairros de Lisboa.
Nem preciso dizer que o conheço bem... mas isso não invalida que tenha gostado imenso de rever os seus becos e ruelas tão típicos.
O Panteão Nacional é uma verdadeira obra de arte...

Então África não te atrai? Pois eu vivi lá sete anos, divididos por três ex-colónias, agora países independentes. E quem passa por lá fica com o "bichinho" de querer voltar...
O ano passado estive de férias em Marrocos. Este ano foi São Tomé. No próximo ano, provavelmente, States... para variar :)))

Votos de uma semana muito feliz.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS


Silenciosamente ouvindo... dijo...

Uma bela reportagem desta Lisboa que eu amo,
da sua passagem por cá pelos Santos Populares.
Gostei de ver.
Eu já regressei a casa.
Bjs. amigo e votos que esteja bem.
Irene Alves

Duarte dijo...

Maria Rodrigues,
suponho, querida amiga, pois é a tua terra, mas para os meus alunos foi descubrir algo novo e gostaram muito.
Abraços de vida

Duarte dijo...

Rendadebilros,
algo que caracteriza e dá beleza à Guarda. Tenho que voltar!
Sim, senti-me inspirado, o modelo ajudou.
Um grande abraço

Duarte dijo...

Graça,
pensando em ti, a próxima postarem vai estar dedicada ao Panteão. Avisar-te.ei.
Lisboa bela, outrora e sempre.
Abraços de vida, querida amiga.

Duarte dijo...

Diny,
Nos hemos divertido un montón en clase...
Lisboa es para saborear paso a paso, de barrio en barrio, no tiene desperdicio.
Ya sé que te gustan las ciudades más pequeñas, pero en Lisboa eso no se nota.
Beijinhos

Justine dijo...

Duarte, acredito que no fim desse dia todos vós estaríeis bem cansados...mas valeu a pena, tenho a certeza!
As tuas fotos mostram bem a beleza da nossa Lisboa
Um abracinho

Duarte dijo...

Mariazita,
fazes bem, o importante é não parar enquanto seja possível. Cá em casa tentamos fazer o mesmo, já que antes a actividade económica não o permitia. Hoje em dia quase que não paramos.
África, não me atrai, como já disse. Será um destino possível, mas antes tenho muito para ver.
Tem belezas, especialmente naturais, o que muito me atrai, mas como já disse os objetivos de momento são outros.
Abraços de vida, querida amiga.

São dijo...

Estive há poucas semana em Alfama para ouvir cantar o fado.

Parabéns pelo post, amigo mio, e buen finde.

Besos, Duarte

Duarte dijo...

Irene,
Feliz regresso e oxalá tudo tenha ido pelo melhor por aqueles lados.
Já a amaramos, agora um pouco mais.
Um grande abraço, querida amiga

Duarte dijo...

Zé,
como já tínhamos comentado havia que aproveitar bem o tempo e assim o fizemos.
Linda esta Lisboa nossa!...
Abraços de vida, querida amiga

Duarte dijo...

São,
Nós ouvimos cantar o fado no Bairro Alto: a malta gostou!
Obrigadinho...
Um grande abraço