viernes, 30 de abril de 2021

PALÁCIO NACIONAL DE SINTRA

 



Este Palácio está situado no centro histórico da Vila, também é conhecido como Palácio da Vila, foi habitado durante quase oito séculos por monarcas portugueses e pela corte. As suas enormes chaminés fazem fácil a sua localização, pois são vistas de qualquer ponto da cidade. 




Está classificado como Monumento Nacional desde 1910 e integra-se na Paisagem Cultural de Sintra, classificada pela UNESCO como Património Mundial da Humanidade desde 1995.

Era um Palácio de estilo árabe, mas foi renovado no século XV seguindo o estilo manuelino, mas, posteriormente, sofreu várias transformações dando-lhe essa mistura de estilos que tanto o caracteriza.


Foi neste Palácio que D. Manuel I recebeu a notícia de que Vasco da Gama havia descoberto o caminho marítimo para as Índias.




A Sala dos Cisnes foi cenário histórico de grandes celebrações e recepções. Ainda hoje se realizam banquetes oficiais neste local.

 A decoração do teto chama a atenção. São 27 cisnes com gorjais de ouro ao pescoço.










Segundo a tradição, foi nesta sala que D. Sebastião ouviu Luís de Camões ler “Os Lusíadas”, o grande poema épico português que narra a descoberta do caminho marítimo para a Índia por Vasco da Gama.

Uma velha lenda diz que as pegas pintadas no tecto foram mandadas pintar pela rainha e encarnam as vezes que o rei D. João I foi surpreendido pela rainha beijando-se com alguma das damas de companhia. 









 








Localizada no ponto mais elevado do Palácio e orientada pelos pontos cardeais, a Sala dos Brasões é o expoente máximo da intervenção manuelina no edifício.



O teto da sala dos brasões é impressionante! Além dos brasões do rei e dos infantes, há 72 brasões de famílias da nobreza da época, sendo considerada a mais importante sala heráldica de toda a Europa.














     














28 comentarios:

Francisco Manuel Carrajola Oliveira dijo...

Um belo e muito bem preservado palácio.
Um abraço e bom mês de Maio.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
Livros-Autografados

Sandra Figueroa dijo...

Siempre bello pasear por tus fotos, saludos a la distancia amigo Joaquin, cuidate mucho.

Graça Pires dijo...

Um palácio lindíssimo, cheio de história e tradição.
Uma boa semana com muita saúde.
Um beijo.

Silenciosamente ouvindo... dijo...

Um Palácio maravilhoso que eu já visitei,
mas gostei muito de revisitar através dos
seus olhos.
Um abraço amigo.
Irene Alves

Duarte dijo...

Francisco Manuel,
está muito bem situado e bastante cuidado. Estive várias vezes e comprovo que o vão restaurando.
Abraço de vida para um bom Maio.

Duarte dijo...

Sandra,
es lo que capta mi mirada curiosa y ávida por aprender.
Besitos con todo mi afecto y cuídate mucho.

Justine dijo...

Há que tempos eu não visito este monumento, de que gosto particularmente pelo contraste entre a simplicidade exterior e o requinte de muito bom gosto das decorações interiores.
Obrigada pela visita, meu amigo

Duarte dijo...

Graça Pires,
residência Real e, obviamente, carregado de tudo isso que dizes.
Uma boa semana plena de saúde.
Abraço de vida

CÉU dijo...

Hola, Duarte!

Gracias por tu visita y comentário no meu blog.

Embora não goste mucho de passear, este Palácio conheço. Estava na faculdade e como estava a fazer um trabalho sobre ele, fui lá algumas vezes com colegas.
Tens aqui um post maravilhoso e com fotografias lindas.

Beijos para todos aí de casa e saúde.

Elvira Carvalho dijo...

Este eu conheço. Visitei-o há muitos anos. Infelizmente perdi as fotos da visita quando a memória do pc ardeu.
Há anos quando fomos à Quinta da Regaleira tinha pensado ir revê-lo, mas não foi possível e acabei por ir ver os Museus Ferreira de Castro e o Museu de História Natural.
Abraço e saúde

Duarte dijo...

Irene,
amiga, faz-me feliz ser útil e mais ainda quando isso faz com que alguém possa sentir-se assim.
Já lá fui várias vezes e repetirei.
Abraço de vida e cuida-te muito.

Duarte dijo...

Zé,
isso foi o que me levou a entrar em detalhes ao fotografar. É tanto e de um recheio de bom gosto que convida a fotografar.
Notei algumas alterações em relação com aquilo que vi pela primeira vez lá para 1968, agora que não ia com netos a distrair.
Como sempre, um prazer..

Duarte dijo...

Céu,
sabes que sou de mexer-me muito e de encontrar-me com a arte e a história, e por isso lá fui outra vez.
Agradeço a tuas palavras amiga de apoio.
Saúde da boa para ti e para os teus.
Abraço de vida

São dijo...

Uma interessante reportagem sobre um palácio muito cuidado.

A lenda que conheço sobre a sala das pegas é outra. ESta desconhecia completamente.

Carinhoso abraço com voto de excelente semana, amigo mio.

Maria Rodrigues dijo...

Fui visitar no final de 2019, é um Palácio fantástico.
Excelente reportagem fotográfica.
Boa semana
um grande abraço

Duarte dijo...

Elvira,
Com tanta atividade é difícil, pois este Palácio requer tempo, para ir entrando nas distintas etapas da história. Mesmo assim aproveitaste bem o tempo.
Estás perto e podes fazê-lo em qualquer momento.
Um grande abraço nosso e boa saúde.

Duarte dijo...

São,
A que conheces talvez coincida com a que conheço, que não tem nada que ver com o que ali está escrito.
A rainha mandava pintar uma pega sempre que descobria que o rei tinha alguma relação com donzelas da corte.
Abraço de vida, querida amiga

Duarte dijo...

Maria Rodrigues,
Noto algumas alterações em relação ao que vi na primeira visita que fiz em 1962. Bom, já tinha notado algumas alterações em visitas posteriores, mas agora está muito mais conservado.
Obrigado.
Beijinhos

Luma Rosa dijo...

Mas D. João, heim? Inusitado o nome "pegas" (rs*). Ainda se mantém o estilo árabe apesar das reformas. Mui belo!!
Beijus,

Jaime Portela dijo...

Um palácio com História.
As fotos são magníficas, gostei de ver e rever.
Bom fim de semana, caro Duarte.
Grande abraço.

Duarte dijo...

Luma Rosa,
sim, este parecia que exercia de Dom João.
A pega é um pássaro, mas também tem essa palavra outra acepção, no vulgar, às mulheres de vida alegre.
Não foi alterado no aspecto arquitectónico e na decoração destacável inicial.
Aparece sempre.

Duarte dijo...

Jaime,
agradeço as tuas palavras, pois sempre ajudam a melhorar.
Sim, é um dos nossos Palacios carregados de história.
Bom fim de semana com um forte abraço.

Majo Dutra dijo...

Não há rreportagens fotográficas como as tuas!

Realmente excelentes!

Espero sempre que apareças pelos meus blogues...

À falta de uma fresca, envio-te esta 🌷. Abraço, amigo.
~~~~

Lena dijo...


Nunca visitei esse palácio, mais um passeio do futuro,
Adorei a visita guiada pelas tuas fotos, procuras sempre o mais pequeno detalhe, tudo o que vale a pena ver, está ali...

Beijinhos

Duarte dijo...

Majo,
obrigado. Olho e passo à fotografia. Só assim retenho para sempre.
Estamos em contacto.
Fuerte abraço

Duarte dijo...

Lena,
mas estiveste em Sintra? Está mesmo na praça principal da cidade.
Se ainda não foste a Sintra, digo-te que, para mi, é uma das cidades mais lindas do nosso Portugal.
Pois tens vários Palácios para visitar e parques de grande beleza natural.
Grande abraço, querida amiga.

Eugénio Tavares dijo...

Belo Palácio Real, tem diversas arquitecturas, podemos destacar arquitetura medieval, gótica, manuelina, renascentista e romântica.
Está muito ligado há época dos descobrimentos, pois foi aqui que o Rei D. Manuel I recebeu a notícia da descoberta da Terra de Vera Cruz, hoje conhecido por Brasil.
Também houve Reis que nasceram e morreram aqui, um deles foi D. Afonso V, o africano.
Foi residência da família real da Casa de Bragança até 1910.
Já o visitei algumas vezes, é muito bonito!
Parabéns meu querido amigo, mais um belo trabalho na divulgação da história de Portugal. 🙂

Duarte dijo...

Amigo Eugénio,
com os teus comentarios aprendemos algo mais. Agradecido quedo pela tua apartação de dados.
Sempre que passo descubro algo novo.
Sintra, para mim, é do mais lindo que temos na nossa Terra.
Um forte abraço. querido amigo.