sábado, 5 de julio de 2008

ALARCÓN



Con un poco más de un centenar de habitantes, Alarcón es una de las poblaciones más atractivas de la provincia de Cuenca. Es conjunto histórico-artístico. Pertenece a Castilla-La Mancha.





Conserva su estructura medieval amurallada, sobre un cerro rocoso parcialmente rodeado por el río Júcar. Es muy notable su conjunto de edificios históricos y de gran valor artístico; en el que figuran las murallas, diversas iglesias y un castillo, actualmente el parador de turismo Marqués de Villena.






Durante la Edad Media fue plaza dominante.




En la población vivió el propio Alfonso VIII, así como el infante Don Juan Manuel, donde escribió parte de su obra literaria. La obra más destacada es "El Conde Lucanor", conjunto de cuentos moralizantes.




El acceso a la población se hace por un istmo y tres puertas defensivas.




El espacio urbano es rico en edificios acordes con la época.




La iglesia parroquial es la de Santa María. Es un templo de tres naves, sig. XVI, con portadas renacentistas. Excelente retablo mayor.






La iglesia de la Trinidad. La torre se asienta sobre un arco, que cruza la calle. Siglos XIII al XV.




La iglesia de San Juan Bautista está en la Plaza Mayor. Siglo XVI.




La iglesia de San Juan está cerca del Ayuntamiento, destacan sus cinco arcadas. Siglo XVI.




Para nós, portugueses, esta povoação, e a pessoa antes mencionada, o Infante Dom Juan Manuel, têm certos pontos de interesse que vos vou mencionar.
Dona Constanza Manuel que foi esposa do rei Dom Pedro I, era filha do Infante Dom Juan Manuel.
Na Batalha de Salado, donde destacaram tanto Dom Afonso IV como Dom Pedro, também participou um destacamento de infantaria de Alarcón.

53 comentarios:

Vera dijo...

Fotos maravilhosas e um bocadinho de história! Gostei imenso de conhecer :) Espero que um dia possa conhecer pessoalmente!

Beijinhos

mdsol dijo...

A tua reportagem, como sempre, é excelente: boas fotografias, texto apropriado. Consegues informar, despertar interesse para uma futura visita e demonstrar um imenso amor à cultura em geral e ao património em particular: Parabéns mais uma vez Duarte! E obrigada
:)

Claudinha dijo...

Olá! Que lugar mais lindo! Eu adoro castelos,adoro sentir as vibrações dos lugares antigos.Pareço até ouvir as vozes das pessoas que ali viviam, as guerras, as alegrias. Parabéns pelas fotos e reportagem, é uma viagem para todos nós , seus leitores!

Juani lopes dijo...

Te ha quedado muy bien, de echo no parece donde estuvimos, pues si no recuerdo mal estaba todo en obras,
jaja
saluditos
p.d me hubiese gustado ver la foto del atardecer

Justine dijo...

Que bela lição de história, sabiamente ilustrada pelas excelentes fotos.
Se eu fosse a seguir todas as tuas sugestões, não passeava para outro local que não fosse Espanha!!
Abraço

Duarte dijo...

Vera,
é certo, gosto do mundo da fotografia, penso que é o documento mais autentico daquilo que vêem os nossos olhos.
Aparece sempre que queiras que todo o meu saber estará à tua disposição.

Beijinhos

Duarte dijo...

mdsol,
como consegues afectar-me a veia da sensibilidade! Faço-o como para mim, já vez como sou de exigente!
Sou uma pessoa vinculada pelos estudos à ciência, mas sempre tive uma grande inclinação pelo património cultural, considero que é o grande legado que deixamos aos nossos sucessores.
Eu sou quem agradece a tua constância.

Duarte dijo...

claudinha,
é um grande prazer ver-te por aqui. Esta cidade é ideal para que tu possas perceber essas vibrações: reina a paz e o silencio, quase sepulcral.
Espero o dia em que cruzes o oceano e venhas visitar-nos, para que possa ser o teu guia pessoal.
Satisfaz-me saber que posso ser útil com as minhas incursões neste meio.

Duarte dijo...

Juani,
las obras son pasajeras y pocas veces dejan huella negativa.
El escudo del Bar fue el único que vi en todo el pueblo. Es un sitio que supo quedarse parado en el tiempo.
Te la mando...
Abrazos

Duarte dijo...

justine,
toda a povoação é historia, aquelas pedras falam por si sós. As ilustrações são o que viram os meus olhos que, como sabes, são inquietos, e quedam fascinados ante tudo o que é belo.
Aguardo, com impaciência, o dia em que com sumo agrado te possa levar ao encontro de tudo aquilo que mais te apeteça ver.
Abraços

Ana dijo...

Tudo o que se vê é património muito bem conservado.
Asi me gusta...

Abraço

Duarte dijo...

ana,
assim é, ainda que estão em continua restauração, mas sendo uma povoação rodeada de montanhas e grandes campos, com um acesso sinuoso, tem muitos encantos.
Beijos

Vieira Calado dijo...

Que ricos castelos que vocês têm por aí!
Sou um apaixonado por construções antigas. Gosto das velhas pedras que têm história.
Quanto ao meu amigo ter de traduzir alguns dos meus poemas, bom, é, por vezes um trabalho árduo.
Mas muito interessante.
Um grande abraço, desde este lado do Guadiana.

Júlia Coutinho dijo...

Gosei muito do teu blog.
E fiquei sensibilizada pela ligação que tens a Portugal.
muito obrigada.
Um abraço

Carla dijo...

não conhecia...encantou-me
boa semana
beijos

São dijo...

Que bom teres dado estas povoação a conhecer e com belas fotos.
Feliz semana.

Duarte dijo...

vieira calado,
principalmente Castela está repleta de castelos. Existe uma rota muito interessante, já que reúne aos melhores castelos, que estão entre Avila, Segovia e Valladolid, com castelos como; Arévalo, Coca, Cuéllar, Peñafiel. Ao finalizar um cordeiro assado em Peñafiel e, o passaporte para o fim do mundo: inolvidável. Se essas pedras falassem!
Um grande abraço desde a margem esquerda do Turia.

Duarte dijo...

júlia coutinho,
vem sempre, é um luxo para nós que te vincules aos amigos de Portugal.
Abraços

Duarte dijo...

carla,
se vens a Valência eu levo-te lá. Uma hora de carro. É uma autentica maravilha. Ao fim da tarde os habitantes mais idosos, que são poucos, vão ver o anoitecer ao lado do Castelo, hoje Parador, ali se reúnem e ali falam das suas coisas: que paz.
Abraços

Duarte dijo...

são,
se não se conhece passa desapercebida, na auto-estrada actual nem se vê. É famosa pelo parador, que sempre está com alojamento esgotado. O mesmo que o de Santillana del Mar.
Abraços

poetaeusou . . . dijo...

*
bendito o país,
que sabe preservar
o seu património,
,
abraço
,
*

Duarte dijo...

poetaeusou,
a nossa terra está cuidada,
mas aqui é prioritário
a conservação do património,
sem olvidar o progresso.

Abraços

JESUS y ENCARNA dijo...

precioso paseo por esa maravillosa población de Cuenca.
Besos
Encarna

Sir Fart dijo...

As imagens são completamente sinestésticas. Quase me senti no local. Belíssimas! E a história? A aura deve ser fantástica.
Abraços fortes!

MOIRA dijo...

Que hermosa tu tierra!!!

Gracias por dejarme viajar sin salir del sillón y enseñarme un trocito de historia...

Un beso

mariam dijo...

Obrigada!
volto mais logo.

um sorriso :)

Duarte dijo...

Jesús y encarna,
era al atardecer, cuando regresábamos de Toledo, y Juani tan solo dijo ¿entramos? y ya nos encontrábamos a camino. Regresamos envueltos por la penumbra.
Abrazos

Duarte dijo...

moira,
me enorgullece el saber que puedo hacer que viajes con la mayor comodidad. De historia, lo básico, lo elemental, para no entrar en cifras y hechos difíciles de memorizar para una consulta breve, una incursión en el tiempo.

Duarte dijo...

sir fart,
assim é, a sinestesia aflora, talvez pela hora crepuscular envolta em aromas e cores, ali, donde o horizonte é longínquo. Estávamos num promontório rodeado pelo rio e por campos imensos, mas secos; dando ao conjunto essa sensação de rumor, aragem, brisa, tudo aprazível: num aura de bem estar.
Abraços

Duarte dijo...

mariam.
sempre que possas e queiras.
Amigos, sempre.
:)))

MARTHA THORMAN VON MADERS dijo...

Que fotos lindas amigo, nossa, vir aqui é conhecer um pouco sobre este país divino e hospitaleiro.
Fiz postagem nova, apareça por lá.Um grande abraço
marthacorreaonline.blogspot.com

Duarte dijo...

martha thorman von maders,
Esse é o meu objectivo, pôr meio para lograra os fins, que nas vossa incursão sempre exista algo digno de admiração.
Se é assim, sou feliz.
Abraços

Papoila dijo...

Magnífico conjunto de fotos.
Estes cruzamentos da história comum muito interessantes!
Beijos

Duarte dijo...

Papoila,
às vezes é difícil relacionar aspectos históricos, alguns pelo conteúdo, mas neste caso, ao tratar-se dum rei que todos conhecemos e um feito destacável, mais por Inês de Castro, consegue ser mais atractivo.
São muitos anos que levo vinculado ao mundo da fotografia, algo que me apaixona. Se gostaste, para mi es um bom estimulo.
Abraços

Charlie dijo...

Gostei muito do post!
Que fotografias tão bonitas :)

Duarte dijo...

Charlie,
com o que vou aprender contigo concorrerei ao Pulitzer.
Abraços

Rosa dos Ventos dijo...

As imagens aguçaram-me o apetite de conhecer este "pueblo"!
Toledo conheço bem.

Um abraço e agradeço as visitas

mariam dijo...

voltei...
tive um dia "de cão" (seguradoras... PSP...LOL)
pronto, mas agora com a vinda a este belíssimo recanto SEU, respirei fundo e serenei...
belas fotografias, a acompanhar um "roteiro" fantástico...parabéns! realmente apetece voltar... já por lá passei à muitos anos, mas não me lembrava... e realmente está tudo com óptimo aspecto, muito bem preservado...

boa semana
um sorriso :)

PS.Adorei a sua "valentia" amiga. Obrigada.

Duarte dijo...

rosa dos ventos,
medieval e metido entre montanhas, parcialmente rodeado pelo rio Jucar, uma autentica fortaleza natural, para visitar! E os arredores? Todo o conjunto é para perder-se por uns dias. Quando queiras aparece, que levo-te lá.
Estou a começar a aguçar uma ideia que vos vou transmitir e se considerais interessante iniciamos a posta em marcha.

Duarte dijo...

mariam.
cá te esperava. Sabia que vinhas.
Esquece, amiga. Sempre há um mau dia.
Muito me lisonja o saber que, vós senhora, sentis tais vibrações positivas, aparece sempre se é lenitivo que apazigua.
Os amigos são para as ocasiões.
Que sejas feliz.
Sorrisos:))

Vicente dijo...

No sabia donde estaba Alarcón, me ha gostado mucho.
Fotos fantásticas.

Tinta Azul dijo...

Caro Duarte,
Agora percebo porque não vinha ao teu blog...
Vê lá que desde que o pus na lista de blogues favoritos tinha o endereço errado...fazia link para mispalabrasysentimientos...e não para os amigos de portugal.
Agora está explicado.
É um prazer vir aqui e conhecer coisas novas.
Abraço

Duarte dijo...

Vicente,
me alegra que este medio te haya servido de algo.
Sabes lo de mi debilidad por la fotografía y alguna cosa más, con la que compartimos afición, como el ciclismo.
Abrazos

Duarte dijo...

tinta azul,
menos mal que deste fé, olha que pensei que estavas molesta comigo.
Bom, como viste tem fácil solução.
Notei a tua falta, sinceramente...
Obrigado pela lisonja.
Abraço maiato desde Valência

Sandra Fonseca dijo...

Me identifico com esses cenários medievai. Estão nos meu sonhos mais íntimos. LIndo!
Beijo.

Duarte dijo...

sandra fonseca,
Castela é terra de castelos e como não Cuenca que é de Castilla-La Mancha, já perto das terras do Quixote.
Bem-vinda.
Beijos

Menina do Rio dijo...

Beleza de arquitetura, Gui!
Imagens fantasticas!

Um beijo

Gerlane dijo...

Belas imagens e ótima narrativa!

Beijos pra ti!

Duarte dijo...

menina do rio.
assim é, tudo entre o século XIV e o XVI, houve uma certa decadência posteriormente, mas hoje encontra-se em franca restauração.
Beijos

Duarte dijo...

gerlane,
obrigado, deixas-me abrumado. Gosto de perder-me entre estas maravilhas, e não paro de disparar, num desejo constante de levar tudo comigo.
Um grande abraço

Rodolfo N dijo...

Amigo, cuanta belleza nos regalas , y que privilegio tan enorme poder transitar por esos paisajes cargados de historia y de sabor.
Un abrazo

Duarte dijo...

Rodolfo N,
Amigo, esta es la belleza que te espera el día que nos hagas una vista. Lo has definido muy bien, al doblar cada esquina la visón cambia, hasta el olor; los sabores de estas tierras de secano, ya fuera de la metáfora, son para decir, aquí me quedo.
Un gran abrazo

Guia en estambul dijo...

hola de humanidad puede finalizar con conocer suöismo excursiones en estambul