jueves, 12 de febrero de 2009

LAS NUBES - AS NUVENS

A lo lejos,

en el horizonte,

suspensas,
inmensas,

en grandes copos, 

las nubes!


El cielo en cúpula,

erguido,

con nubes de fuego,
y de lluvia...
























Cai a tarde, é inverno!
Reconheço-o pelos pássaros,
Cantam numa melodia retraída
Ocultos no crepúsculo.

No limite do mar, as nuvens.
Suspensas, imensas, em grandes copos;
Flutuam imponentes, levíssimas.
Entre brumas atinjo a infinitude: o mar e o céu

104 comentarios:

Juani lopes dijo...

preciosas fotografias Joaquin, y tus palabras llenas de intensidad
saluditos

Duarte dijo...

Mi mente acciona mi alma,
que se reparte entre
aquí y allá...

Pedaços do meu ser
que deixo preso,
ao que vejo e sinto.

Tu sensibilidad lo atisbó...

Besos

Justine dijo...

As tua fotografias são pinturas intensas e empolgantes! E as palavras transportam-me para os espaços sem limites, entre mar e céu. Belíssimo!

Duarte dijo...

Este é o céu que vejo das casas nas que tenho ninho. Gosto de apreciar e deter-me no tempo, e na contemplação. Hoje, felizmente tenho tempo para isso, já não corro, se não é para fazer exercício físico.
Valoro a tua capacidade para alcançar os meus sentires.
Beijinhos de amizade e reconhecimento

Sara dijo...

Que pedazos de cielos y de nubes, algunos presagian lluvias, otros nieves, otros un dia estupendo, pero desde luego es una suerte poder contemplarlos todos, presagien lo que presagien....poder disfrutarlos.
Un abrazote

Duarte dijo...
Este comentario ha sido eliminado por el autor.
Duarte dijo...

Sara,
todo esto ha ocurrido en un espacio de quince días. Fue el tener la cámara a mano y estar dispuesto a disparar, al estar ante un elemento natural inédito cada día, en cada momento. Menos nieve, tuve de todo. Es que estamos teniendo un otoño-invierno para olvidar, para que no se repita.
Un gran abrazo

Lena dijo...

Nas tuas palavras, nas tuas fotos
sente se uma certa sensibilidade..
Gosto da foto de baixo, onde as nuvens vão beijar o mar..

Beijinhos

mariam dijo...

Duarte,

Precioso post!
belos e sentidos poemas! e não menos as imagens...
sabes, adoro 'céus' :) olhá-los (quiçá pareça 'tolinha' rsrs), ver os seus cambiantes, no mesmo dia na mesma zona, dependendo se há pinhal, ribeiro, depressões ou reentrâncias no terreno 'elas' vão tendo características diferentes, algumas já as 'conheço' rsrs... por vezes também as fotografo :)

adorei!

um sorriso (happy) :)
mariam

(tenho um post engendrado com 'crespúsculos' mas tenho andado a adiar a sua publicação... depois conto :))

Vicente dijo...

Vaya fotos que nos muestras!Ya tengo gana de pasar por tu casa para verlo a lo vivo, con una copita de Oporto...

Un abrazo

JESUS y ENCARNA dijo...

Preciosas fotos, yo me quedo embobada siempre con los cielos...
Una abraçada gran
Encarna

Ana dijo...

Ter uma varanda virada a poente e poder desfrutar desse céu, dessas núvens e com o mar ao longe, é um privilégio.
Olhar as núvens é assistir a um espectáculo sempre irrepetível.
Bem ispirada estava a Natureza quando pintou quadros tão lindos.
Sorte a nossa por teres captado esse colorido impressionante e expô-lo aqui.

Por enquanto, ainda não pagamos por poder olhar o céu...
Amanhã, não sabemos...

Obrigada por estas imagens.
E pela sensibilidade das palavras.

Abraço

Duarte dijo...

Lena,
deixas-me emocionado... cada uma delas foi um momento de expectação e de meditação, o que via era algo assim, imenso!
Essa imagem é desde a casa do meu filho em Oeiras, no momento em que o Tejo se encontra com o Atlântico.

Beijinhos

Duarte dijo...

Mariam,
então passamos a ser dois tolinhos. Com o céu passa o mesmo que com o mar, nunca tem a mesma cara, ainda que resulte parecida. Sempre foi um atractivo para mim... os tons vão do quase brando faz-se cinzento para passarão azul e chegar ao vermelhão. Sempre cativa!!! satisfez-me saber desta concordância.

Um sorriso de satisfação e um abraço

Duarte dijo...

Vicente,
sabes que mi casa siempre está abierta para ti y un PORTO esperando. Entonces podrás contemplar desde mi atalaya personal estos cielos cambiantes.

Abrazos

Duarte dijo...

Encarna,
es una manifestación de tu personalidad tan creativa.
Me he quedado embobado con la última pintura.
Abrazos ara ambos

Duarte dijo...

Ana,
assim é! Um grande privilégio, já que o é de Este a Oeste, ou de nascente a poente, como queiras, com o centro a Sul e o Norte detrás, para não incomodar muito.
É a sorte que temos, mas creio que não demorarão muito em pensar numa formula para isso.
É um prazer poder partilhar convosco estas maravilhas que presencio diariamente.

Um grande abraço

Allek dijo...

preciosos cielos....
te dejo un abrazo...

Duarte dijo...

Allek,
son signos que deja el tiempo y que atesoré.

Abrazos

andorinha dijo...

Magníficas fotos! Belas palavras!

Através das sombras, há brilhos que teimam em sobreviver.
Um beijo para ti.

Duarte dijo...

Andorinha,
sois a fonte da minha inspiração, que a natureza embeleza.

A sombra é passageira, sobrevirá a luz.

Beijinhos para ti.

Rosa dos Ventos dijo...

Bela amostragem de nuvens!
Por cá tivemos um soberbo dia de céu azul, sem um farrapinho de algodão!

Abraço

mariam dijo...

Duarte,

só para desejar bom fim-de-semana
deixo o meu sorriso :) e um ... 'até já'
mariam

Duarte dijo...

Rosa dos ventos,
que bom! Hoje o tempo por aqui também foi bom, o que não acredito é que seja para ficar. Está a ser um inverno castigador.

Abraços

Duarte dijo...

Mariam,
Agradeço, espero e desejo que tu também o tenhas.
Confirmo, esse sorriso... é belo.
Beijinhos

São dijo...

Belíssimas, belíssimas as fotos. Acompanhadas por palavras muito bonitas.
Um bom domingo, caríssimo.

María dijo...

Duarte:

¡Pero qué bella sesión de imágenes! nubes de todos los colores, unas más claritas, otras más oscuras, más espesas, más despejadas, de diferentes formas, me ha encantado esta sesión fotográficas que compartes con nosotros, una maravilla, Duarte. Como la vida misma, unos días más grises, otros más azules, más densos, más despejados, con nubarrones que no se van y que si se van permanecen en el horizonte, inmensas sensaciones, sentimientos con diferentes tonalidades, y muchas veces cae el chaparrón con nuestras lágrimas.

Muchas gracias por este magnífico post, la vista se alegra con estos paisajes, y también me has hecho reflexionar.

Te deseo un feliz domingo, amigo mío.

Un beso.

Duarte dijo...

São,
sinto-me feliz ao saber que é do teu agrado.
Que tenhas uma boa semana
Abraços

Duarte dijo...

María,
como siempre, reflexiva y sensible.
Así es, amiga mía, la vida se ha convertido en un camino arduo y sinuoso. Seguiremos la senda aún que nos resulte árida y por veces inasequible.
Que tengas una semana plena de noticias agradables.
Un gran abrazo, sentido.

Menina do Rio dijo...

Duarte, só posso dizer que as imagens são maravilhosas. Todas! Gosto imenso de contemplar as nuvens, ve-las em movimento...

Um beijo pra ti de boa semana

Duarte dijo...

Menina do Rio,
fico contente por saber que são do teu agrado.
Que tenhas uma boa semana.

Abraços

mdsol dijo...

Duarteeeeeeeeeeeeeeeeeeeee

Que lindas fotografias... De ir às nuvens!
Parabéns

:))))

Duarte dijo...

Mdsol,
por isso te fiz aquele comentário quando contemplavas desde a janela como o tempo mudava em pouco tempo...
Obrigado

Abraço-te afectuosamente

Arabica dijo...

Duarte,


estou nas nuvens :)


Belas fotos, tantos momentos em que decerto teu olhar fugiu e voou nelas, tantos momenos de evasão, no vento do espirito sonhador!


Eu, já de regresso, feliz por estes dias também de fuga, balão de oxigènio que me permitiu a descompressão total :)


Feliz também com tuas visitas e palavras!


Beijo e uma boa semana!

Duarte dijo...

Arábica,
é todo um prazer presenciar que andas por aqui.
Boa percepção a tua...
Vejo que foi uma fuga positiva e isso é que mais interessa.
Uma boa semana e um forte abraço

MARTHA THORMAN VON MADERS dijo...

...No limite do mar...
maravilhosas as fotografias. beijos apareça por lá.

Maria Jesús dijo...

Duarte, vengo a embeberme de la belleza de tu blog y de ese país que está en nuestros corazones.
Gracias por las cariñosas palabras dejadas en mi blog. Besos y feliz semana

Dois Rios dijo...

Querido Duarte,

Lindos "céus" de nuvens multicoloridas dando-nos a conhecer a amplidão da sensibilidade do seu olhar e a sua ternura em palavras de poetizar.

Gosto muito daqui. Sempre saio mais sorridente.

Beijos, meu terno amigo,

Inês

Duarte dijo...

Martha,
quero passar, vou passar, e ainda não fui por estar saturado...
Beijinhos para ti

Duarte dijo...

María Jesús,
solamente escribí lo que siento, y que tu mereces.

Besos

Duarte dijo...

Inês,
gosto de fotografar e de não ser fotografado. Tens razão, aqui está plasmado o meu olhar!

Se o efeito é esse passa sempre, és bem recebida.

Para ti um terno abraço gentil amiga

carpinteria Jarque dijo...

Bonitas imagenes desde una terraza que conocemos bien...
Carpinteria Jarque

poetaeusou . . . dijo...

*
duarte
,
ainda cheguei a tempo.
fotos belas . . .
,
um abraço,
,
*

Arabica dijo...

Duarte,


hoje deixei lá janelas portuguesas, das velhas ou das mais recentes casas de provincia, com suas cores únicas, altaneiras nas avenidas largas ou nas estreitas ruas...

Gosto muito de fotografia. Dizem que é uma actividade solitária. Não o sinto, há muito me habituei a visitar a alma dos sitios através de uma lente...ou a registar os momentos importantes através da fotografia. Imortalizá-los, como tu tão bem fizes-te com estas tuas nuvens!

Beijos

Duarte dijo...

Ramón,
sois el arte en la madera. Claro que la conoces, los días en que estuvisteis trabajando dio para alguna mirada.

Gracias por vuestro bien hacer y mejor amistad

Duarte dijo...

Poetaeusou,
tu nunca falhas. Estava à tua espera!

Abraços

Duarte dijo...

Arábica,
solitária! Não concordo, aqui fazem-se bastantes exposições e a maioria são colectivas. O fotografo exerce melhor só, mas convive e converge opiniões com outrem.
Vou ver as tuas janelas...

Abraços

Mariaisabel dijo...

Bellísimas fotografias, muy bonitas!
Gracias por tus comentarios en mi blog
Besos

Duarte dijo...

María Isabel,
me satisface que te haya gustado.
Besos

Tinta Azul dijo...

Caro Duarte,
antes de mais as minhas desculpas por andar tão ausente.
Como te disse tenho andado extremamente ocupada e não gosto de vir aqui a correr.

Belas as palavras. Como as nuvens.

Abraço

:)

Duarte dijo...

Tinta azul,
sei, são consciente disso.
Aparece sempre que possas e te apeteça.
Me agrada ver-te.
Agradeço a tua apreciação.

Abraço-te

nydia bonetti dijo...

Duarte
Vim agradecer tua visita e conhecer teu espaço: precioso.
Fotos, poemas, amei.
besos

Duarte dijo...

Nydia,
"me impresionaste con tu blog..."
"Vuelve siempre..." que queiras

Beijinhos

manzas dijo...

A noite adormecia na madrugada
Onde o silêncio sonegava a neblina…
Os charcos se agasalhavam na manta geada
Onde se espelhava a tua imagem cristalina
( poema, chamar por ti )

Tem um selo feito por mim
Para si, no meu blog…
Um resto de uma boa semana
Materializada em harmonia
Com muita alegria

O eterno abraço…

-MANZAS-

Duarte dijo...

Manzas,
gostei do poema e da atenção dispensada.

Retribuo esse eterno abraço

Carla dijo...

fabulosas as cores intensas destes céus
beijos

Duarte dijo...

Carla,
é um prazer ver-te por aqui...

Abraços

Olvido dijo...

que bonito e el cielo y el portugue junto

Menina do Rio dijo...

Apreciando estas imagens lindas e te deixando um beijo.

Pois é Duarte, o Jardim Botânico no Rio foi fundado em 1807 por D. João VI (era área de lazer do antigo Império) e já recebeu pessoas ilustres como Einstein, a rainha Elizabeth II e outros. Muitas plantas vieram as Ilhas Maurício. É um lugar deslumbrante.

Um ótimo carnaval pra ti

Duarte dijo...

Menina do Rio,
Gostei muito, belos jardins. D João Vi, teve medo do Napolião e fugiu. Deu-vos o primeiro Imperador, Pedro, muito querido e apoiado por nós no Porto.

Tu sim vais ter festa rija, aqui não tem comparação. excepto nas Ilhas Canárias que se querem parecer a vós.

Abraço-te

Abuela Ciber dijo...

Que belleza las fotos.

Pase a visitarte

Te deseo que disfrutes un buen fin de semana acompañado de seres queridos.

Cariños

Lena dijo...

Duarte passei deixar-te um pequeno desafio que a Gaivota da Nazaré me trouxe sobre suas asas.
Passa por meu cantinho, esta tudo explicado o que tems de fazer.
Desde ja obrigada pela tua participação.

Beijinhos

Duarte dijo...

Abuela Ciber,
es un placer verte por aquí. Gracias por tus palabras de apoyo.
Feliz fin de semana junto de los que amas.
Besos

Duarte dijo...

Lena,
boa amiga, lamento não poder satisfazer a tua proposta, mas sei que o compreenderás.
Participarei até donde é possível.
Um grande abraço

Arabica dijo...

Venho cá "apenas" :) para vos desejar um bom fim de semana, uns dias alegres e tranquilos, com muito sol e muito descanso :)


Beijinhos meus!

Duarte dijo...

Arábica,
obrigado. O mesmo desejo para ti. Hoje esteve um bom dia.
Não descansei muito, já que aproveitei para acabar de arranjar as minhas plantas.

Beijinhos meus (é que gostei)

andorinha dijo...

Que as nuvens se desvaneçam e permitam um fim de semana com mar e céu.
Obrigada pelo poema que me deixaste.
Um beijo com amizade.

Emanuel Azevedo dijo...

Um céu com umas cores fabulosas.
Lindo trabalho. Excelente registo. Parabéns! Recebe por favor um forte abraço das ilhas de bruma e continuação de boas fotos.

Duarte dijo...

Andorinha,
és fonte de inspiração.
Aqui temos um lindo dia de sol: faz calor, ao sol.
Beijinhos amigos

Duarte dijo...

Emanuel,
obrigado pela apreciação e bons desejos.
Abraços

María dijo...

Hola amigo Duarte:

Pensé que tenías un nuevo post y que llegaba tarde, y veo que sigues volando en el cielo, con estas nubes tan bellas y diferentes, todas cautivadoras, yo me dejo envolver en ellas, y sigo contemplándolas desde cerca desde mi perspectiva de la vida y de los sueños.

Te deseo una feliz tarde de domingo llena de luz y de sonrisas, amigo Duarte, y te dejo aquí mi abrazo lleno de profunda amistad y muchos besos.

Duarte dijo...

María,
gracias, eres un ser maravilloso, tu sensibilidad y bien hacer me deslumbran.
Para ti, buena amiga, una tarde radiante de domingo, llena de buenas sorpresas.
Permite que te abrace y bese, respetuosamente

Arabica dijo...
Este comentario ha sido eliminado por el autor.
Arabica dijo...

Como te agradecer as pakavras?


:)


Que o sol continue a brilhar e as tuas plantas cresçam (as minhas, por fim, parecem acordar da letargia do longo inverno).


Não somos nós de facto os mais necessitados de luz :)


Pois se gostaste, aqui ficam de novo, "beijinhos meus" (saíu-me assim)

Arabica dijo...

Fui eu que eliminei o comentario anterior, estava mal redigido :))

Duarte dijo...

Arábica,
assim, tal e como o fazes, que está muito bem... :)

Crescem e o sol brilha, mas continua a ser um sol de inverno, ainda que ontem aqueceu, mas à noite arrefeceu.

Espontaneidade e beleza na expressão.

Abraço-te

Duarte dijo...

Arábica,
acredito... :)))

Brancamar dijo...

Amigo Duarte,

Fico encantada com estes poemas feitos de nuvens e as fotografias de vários tons de azul e fogo, desde o poente ao nascer do dia, maravilhosas.
Obrigada pelas tuas visitas e pela tua constância.
Beijinhos.
Branca

Duarte dijo...

Branca,
são imagens captadas desde o terraço da minha casa, durante o outono e parte do inverno, excepto uma na Senhora da Hora e a outra em Algés.

Gosto do modo como te expressas e ademais passo alguns segundos a contemplar essa magnífica fotografia do Senhor da Pedra.
Miramar é uma terra da que tenho boas recordações: aí também fui feliz.

Um chi-coração

mena m. dijo...

Lindas as tuas palavras, fantásticas as fotografias!

Quando era criança uma das minhas brincadeiras preferidas ao viajar de carro, era observar as núvens e descobrir nelas formas de animais verdadeiros ou imaginários.

Aliás ainda hoje o faço...

PS vi que tens um grande amor à aviação. Na minha família é "vício";-)!

Um abraço

Duarte dijo...

Mena,
que observadora que és! Assim é. Nasci a dois passos dum aeródromo, hoje o aeroporto Sá Carneiro no Porto. Ia por ali de criança para fazer voar os meus modelos de aeromodelismo: algum voou!
Estive três anos na Força Aérea portuguesa como mecânico de aviões. O daltonismo não me permitiu ser piloto, o meu grande sonho. Voei muito mas como acompanhante, e pilotei com algum amigo que sabia que podia deixar-me os mandos nas mãos.
Também tenho essa paixão pelas nuvens, e por tudo o que é natureza.
Obrigado pelas tuas palavras, noto-as afectivas.

Recebe um grande abraço

Liliana dijo...

Olá.

Adoro olhar o céu.
Imaginar as nuvens como uma coreografia que se desenrolasse lentamente.
A vida fala-nos de muitas maneiras.

Parabéns

São dijo...

Um abraço para ti, guapo!

Duarte dijo...

Liliana,
concordo contigo. O interessante é saber interpretar a vida.

Beijos

Duarte dijo...

São,
¡gracias preciosa!

Um chi coração

MARTHA THORMAN VON MADERS dijo...

céu e mar...final do dia!
Lindo!

Duarte dijo...

Martha,
Obrigado. Quando vem duma mulher com a tua sensibilidade sabe diferente.

Zémaiato dijo...

A beleza do céu que nos cobre sempre esteve de mãos dadas com a poesia.
Parabéns e obrigado

Duarte dijo...

Zémaiato,
obrigado eu, pela delicadeza que esgrimes.
Um abraço

get zapped dijo...

Stunning imagery.

Duarte dijo...

Zapped,
Gracias por tu visita.

Violeta dijo...

lindas fotos.~
Obrigada pela visita

Duarte dijo...

Violeta,
é uma satisfação, que gratifica, ver aquilo que fazes.
Beijos

Cris Caetano dijo...

As nuvens são sempre lindas, em qualquer céu. :)

Beijinhos

Duarte dijo...

Cris,
Obrigado por tão sabia apreciação. :))

Um forte abraço

Vivian dijo...

Hola Duarte!
Realmente hermosos estos ocasos, con unos colores de esos que nunca se repetirán porque cada atardecer es único. Los versos llenos de matices logran el complemento perfecto. Muy linda esta entrada.
En sí, hace días que quería venir a verte, pero anduve a las corridas; cuando no era una cosa, era otra, y no me gusta comentar dos palabras y salir corriendo como diciendo “cumplí”; soy curiosa jajaja.
Un abrazo.

Duarte dijo...

Vivian,
me encanta que seas así, es mi proceder.
La mayoría de estas fotos están sacadas desde mi terraza, en algunos casos en escasos minutos. Como muy bien dices, cada instante es distinto: como la vida misma.
Aparece siempre.
Besos

Maria Jesús dijo...

Gracias por las cariñosas palabras dejadas en mi blog

Duarte dijo...

María Jesús,
recibes lo que siembras, es lo que mereces.

Vicente dijo...

amigo ximo no sabia que eres investigador conoces mas las tradicioes de valencia mejor que yo .puesto que has consegido fotos de la exposicion y las demas te an salido muy chulas . un saludo de vicente y pilar

Duarte dijo...

Vicente y Pilar,
ya os comenté varias veces mi afición a la fotografía y lo has podido comprobar con el reportaje de la Batalla de flores.
Ya verás las del interior... te vas a quedar con la boca abierta.
Abrazos para los dos

Cris Caetano dijo...

Olha eu aqui (Nuvens). :)
E sou um pouco assim, sinto que posso estar em qualquer lugar, basta um vento me guiar, que eu vou, mas se for obrigada a ficar suspensa, parada num só lugar, me divertirei na mesma.

Beijinhos e boa semana.

Duarte dijo...

Cris,
isso está bem. Eu sempre digo que sou cidadão do mundo. Posso estar aqui, ou ali. Sou do Porto, e vivo em Valência.

Um forte abraço

Vicente dijo...

Amigo ximo,no sabia que eres inbestigador,conoces mas las tradiciones de Valencia mejor que yo,puesto que has consegido fotos de la Exposicion y las demas te an salido muy chulas un saludo. de Vicente y Pilar.