martes, 10 de julio de 2012

CRUCERO POR EL DUERO

Cuando la lengua se suelta al viento...





Río Duero, Río Duero,...
Dejaste que surcáramos tus aguas
En un navegar pachorriento,
Cálido, en armonía, placentero...




Iba entrado el verano 
y esta aventura quisimos vivir
¡No vimos el rey Moro,
Ni las ninfas del Duero,
Ni las lavanderas,
Ni los barcos Rabelos! 






Vimos bellos viñedos
Entre surcos marcados
Vergel pintado al viento
Desde el azul de las cumbres
por ondulantes laderas. 
Hasta tus riberas.







Tierras de vino generoso
Que curado ruboriza  
fuego que entra en las venas
para alegrar los corazones.











La brisa acariciaba el rostro.
Las gaviotas nos seguían,
En una bienvenida
A un Porto inmenso.




Una belleza que apasiona
Que visto así, desde abajo, 
Aún resulta más bello...
¡Lírico en tu entorno!
A lo lejos el mar...
¡Me detuve en la contemplación!



¡Cuantos Puentes!
Brazos de ferro arqueados,
Cual más bello...
Sobre tu cabello de agua.
Ilustres los esculpieron
¡Algunos repetierón!



Las casas apiladas
Parece que se inclinan
Para mirar tus aguas
En una venia prolongada.
¡Como aquellas torres
Oteando a lo lejos!



Miradas alegres te contemplan
En un adiós momentáneo
Volveremos, para verte,
Y contigo namorar ¡Duero!


Cuando las imágenes hablan por si solas...

67 comentarios:

rendadebilros dijo...

É uma viagem fantástica. Estas fotos estão espectaculares, como vem sendo habitual...

María dijo...

Amigo Duarte, efectivamente, las imágenes hablan por sí sólas.

No te imaginas lo que he disfrutado con esta exposición de fotografías por el crucero del Duero, ha sido como haber tocado con mi mirada el río, haber respirado la naturaleza, haber soñado un poco entre vuelos para tocar a esas gaviotas que os seguían, bellas tierras de verdes bosques y de grandes vinos, bellísima exposición.

Un beso.

São dijo...

Obrigada por me teres feito subir o Douro de novo, agora através das tuas lindissimas imagens.

Bem hajas, meu amigo!

Graça Sampaio dijo...

É uma viagem maravilhosa, não é? Já a fiz por duas vezes e adorei! Para quem nunca a fez, as suas fotografias dão uma imagem muito completa e bela.

Beijos portugueses...

Duarte dijo...

Rendadebilros,
vindo de ti tem um sabor especial, dado o teu bom gosto por este arte. Obrigado
Beijinhos

Duarte dijo...

María,
así fue, así es, imposible olvidar. Algo tan bello y en tan buena harmonía, que es para repetir y no cansa.
Gracias María por tu percepción.
Besos

Duarte dijo...

São,
tens razão, querida amiga, não cansa, dá vida. Repetirei sempre que possa.
Um grande abraço

Duarte dijo...

Graça Sampaio,
fui com um bom grupo, todos bons amigos, mas que nunca tinham estado, e vieram encantados... os portugueses somos assim de hospitaleiros.
Essa é a ideia... divulgar.
Sei que volverão.
Um abraço grande

rosa-branca dijo...

Olá Duarte, fotos maravilhosas com lindas paisagens e uma das coisas que adoro. Os painéis de azulejo pois são maravilhosos. No meu Ribatejo até as paragens de autocarro têm painéis de azulejo. Adorei. Beijos com carinho

Rosa dos Ventos dijo...

Vale a pena conhecer o Douro desta forma!
Já fiz dois cruzeiros...
A melhor época é no tempo das vindimas quando as encostas têm aquele tom dourado/avermelhado das vinhas e fervilham de vida!
Belas fotos, como sempre!

Abraço

Duarte dijo...

Rosa Branca,
o Alentejo é a zona do País que menos conheço, mas ainda não perdi a esperança de por lá recrear-me.
Gosto de azulejos, e o Porto é uma cidade carregada de azulejos e de granito.
Fiquei feliz por gostares.
Um abraço grande

Duarte dijo...

Rosa,
estive varias vezes, sabes que sou dali. Até foi "vindimar" com um amigo que dirigia uma quinta estatal. Mas também demos um passeio pelo Douro com um brado deles.
Desta vez foi para os meus amigos conhecessem uma das zonas mais bonitas da nossa terra, Regressaram maravilhados.
Também fizemos, por terra, a viagem de Vila Real para Lamego... que panorâmicas!
Agradeço, querida amiga, a tua percepção.
Abraços

BRANCAMAR dijo...

Lindísmo este cruzeiro, não é Duarte? Também já o fiz. Já me disseram que é ainda mais maravilhoso o percurso para norte, da Régua a Barca D'Alva, esse nunca fiz, mas espero não o perder.

Beijinhos
Branca

Justine dijo...

Duarte, foi bom refazer o cruzeiro através das tuas belíssimas fotos(fotos, aliás, muito bem acompanhadas pelas legendas)!
Foram momentos magníficos:)))))
Abraço forte

Duarte dijo...

Branca,
só conheço a parte de Espanha, Vega de Terrón, Salamanca.
Temos previsto fazer um cruzeiro de três dias, ou o de cinco, o que ainda não sei é quando. Mas sem com o grupo.
Desejo que estejas bem.
Um abraço dos grandes

Duarte dijo...

Justine,
Concordo plenamente contigo, passamos um dia inolvidável.
Mesmo sendo num espaço reduzido, mantivemo-nos activos, não deu para o aborrecimento. Até tivemos um barítono para amenizar!...
Fui feliz. :)))
Um grande abraço, querida amiga

Lena dijo...

Belas fotos do Porto Duarte,
gostei de descobrir essas lindas paisagens...contados duma forma agradável...

Beijinhos

Duarte dijo...

Lena,
esta percepção tão tua, de estar nos mínimos detalhes, chegar ao que realmente fiz, sensibiliza-me... obrigado.
Um abraço grande, querida amiga

AFRICA EM POESIA dijo...

Meu querido amigo
o meu silêncio 'e apenas porque tenho o computador a arranjar,
mas tenho saudades deixo um beijo .parabéns pelas fotos estão belíssimas...

domingo sigo para Marbelha e fico uma semana...beijinhosssssss

Poetiza dijo...

Hola Duarte, navegar imaginando por tus letras e imagenes es maravilloso, el viento nocturno que entra silencioso por mi ventana acaricia mi alma llenandola de sensaciones que me hacen suspirar. Un placer amigo Joaquin. Cuidate mucho.

Everdina Kleeb- van Dongen dijo...

Un reportaje precioso como estamos acostumbrados ya de ti. Nos hace volver a soñar mucho tiempo aun después que ya hemos vuelto de este increíble viaje. Una gran admiradora tuyo para siempre, tu amiga Diny.

Duarte dijo...

Lili,
está bem, o importante é que estejas bem.
Também tenho saudades, mas mitigo-as lendo-te.
Boa viagem para terras quentinhas... a suar!
Um abraço imenso

Duarte dijo...

Sandra,
tan romántica como siempre, cada frase un canto a la belleza, o a la nostalgia. Bonito!!!
Un gran abrazo y cuidate mucho

Duarte dijo...

Diny,
me he esforzado para que mi tierra quedara grabada para siempre en vuestra memoria, más allá de los encantos que posee, que cautivan.
Sabes, Porto, merece una visita más minuciosa todavía... pensaremos en ello! Ha quedado mucho Porto por ver... no olvides, las ciudades son libros que se leen con los pies...
Un gran abrazo, querida amiga

Everdina Kleeb- van Dongen dijo...

Esto de otro viaje a Porto no me suena nada mal, porque tu ciudad es interminable. Ya veremos lo que traerá el futuro.Creo que muchas de nuestros compañera(o)s dirían lo mismo y volverían ahí con mucho gusto. También verlo todo con mucha tranquilidad sería un aspecto nuevo del viaje.Mis pies espero que me aguantan muchos años para conocer mas a fondo tu maravillosa ciudad. Ciao amigo, Diny.

Duarte dijo...

Diny,
querida amiga, inicialmente íbamos a quedar toda la semana en Porto, que sería lo ideal. Dejando un día para el Minho, empezando por Barcelos y no al revés. Pero como alguien estaba muy interesado en ir a Aveiro, que está a algo más de sesenta quilómetros, no alteraba mucho lo inicialmente planteado. O sea nos hemos quedado tan solo con tres días para Porto, y a medias, y el crucero. Porque después fuimos ver el Duero desde arriba entre Vila Real y Lamego.
Ha valido la pena, es cierto, pero quedó mucho Porto por ver.
Claro que si, eres incombustible y casi incansable. Es cierto, nadie se ha quejado, siguiendo el ritmo que he marcado.
Me alegra comprobar una vez más que estamos en la misma onda
Un gran abrazo

Sara dijo...

Que preciosidad Joaquín, que reportaje de ese hermoso Duero...cuando hicimos el viaje por tierras de Fermoselle y Miranda do Douro me traje sensaciones hermosas, y la entrada que tú hoy nos regalas es excelente, para deleitarse y disfrutarla. Gracias amigo.
Abrazotedecisivo lleno de verano, aunque por aquí no nos haya llegado aún con mucha gana.

Graça Pereira dijo...

Meu Amigo
Já fiz este cruzeiro mas...qualquer dia vou repeti-lo porque o que é belo nunca cansa! Este é um dos nossos cartazes mais maravilhosos!
Tu és, sem dúvida, um embaixador do nosso (meu e teu) país.
Beijo carinhoso e um bom fim de semana.
Graça

Duarte dijo...

Sara,
mejor, querida amiga, aquí con calor y humedad el vivir se hace duro.
Me alegra saber que te ha gustado.
Un gran abrazo

Duarte dijo...

Graça Pereira,
é o fruto dum sentir, sempre fui assim, sinto-me português, e orgulhoso.
Por isso o Porto é uma das cidades mais belas do mundo e, visto desde Gaia, Da Serra do Pilar, do Jardim do Morro, ou mesmo de à beira-rio, impressionante! Não podes imaginar as exclamações dos que me acompanharam nesta bela digressão por terras do Douro.
Recebe todo o meu afecto num grande abraço

María dijo...

Venía a ver si tenias una entrada nueva, pero me gusta volver a disfrutar de estas bellas imágenes, amigo Duarte, también quiero darte las gracias por tu felicitación.

Un beso, amigo mío y gracias por estar siempre tan cerca.

tulipa dijo...

AMIGO JOAQUIN

Dentro de 3 semanas penso fazer esta mesma viagem - parece-me ser uma viagem fantástica.

Estas fotos estão espectaculares, como todas as tuas fotos...!

Vale a pena conhecer o Douro desta forma!
Nunca fiz...
Na 4ª feira passada fui fazer o passeio das 6 Pontes também no Douro e gostei, mas é só 50 minutos, pouco tempo.
Como foi novidade gostei.

Beijos

tulipa dijo...

Gostei...!
SIM...esta beleza é esmagadora! Somos uns privilegiados por podermos usufruí-la.
Ando com problemas graves de visão, o que me condiciona a vinda ao computador;
mas...já penso nisso:
Meu Deus, se eu ficar sem a minha visão, como poderei VIVER...?

HOJE...
Festa "Tradições, Sabores e Aromas de Azeitão" com diferentes actividades em Vila Nogueira de Azeitão

Tasquinhas, provas de vinho, sopa caramela e variados produtos da região da Arrábida compõem a festa “Tradições, Sabores e Aromas de Azeitão”, que se realizou em Vila Nogueira, na Praça da República, em Maio 2012.

As conversas de taberna e a vida no campo foram a temática desta edição da “Festa do Manel da Horta”, organizada pela Junta de Freguesia de S. Lourenço, com apoio da Câmara Municipal de Setúbal.

Beijinho.
BOM DOMINGO

Sara dijo...

Ainda não fiz este cruzeiro, Duarte. Uma grande falha que tentarei compensar. Têm-me dito que vale muito a pena e a sua reportagem vem reforçar esta ideia.

Que bom que apreciaram estas nossas paragens!
A melhor das semanas, Duarte.

Duarte dijo...

María,
sabes que esta es tu casa y, como tal, puedes venir siempre que lo desees.
Lo que pueda hacer por ti siempre lo consideraré insuficiente, tu, que tanto das.
Un gran abrazo, querida amiga

Duarte dijo...

Tulipa,
dentro de três meses pode que o clima não seja o adequado, pensa bem. Fora do barco as percepções são muito diferentes. Gostarás.
São viagens que conheço bem, pois faço-as sempre que acompanho os amigos que levo daqui.
Sim, o Douro é lindo, rodeado de belos jardins... tudo verde!
Um abraço grande

Duarte dijo...

Tulipa,
não penses nisso. Quero ver boas fotografias pela tua óptica.
Boa essa convivência.
Beijinhos e uma boa semana

Duarte dijo...

Sara,
faz, vais gostar. Faz-se algo longa, pela lentidão, sobre tudo quando a paisagem se converte em algo monótona, a meio do percurso, mas mesmo assim compensa. Nós fizemos o cruzeiro da Régua para o Porto: a descida. Como servem o almoço, dão merenda, e lanche, lá nos fomos entretendo, e ao ir em grupo fez-se sumamente agradável... em determinado momento começamos a cantar, e como levávamos um barítono... a expectação foi máxima.
Regressaram contentíssimos!
Um grande abraço, querida amiga

La Gata Coqueta dijo...

Abrazo que contigo comparto por tener la delicadeza de acordarte del día de mi santoral, dejando letras para acercarme ese cariño el cual siempre esta presente.

Sera un feliz día a la lumbre de la ilusión de un año más, rodeada por quienes amo y me aman.
Pero sin olvidarme cuando brindemos que tu nombre estará presente acompañándonos, entre la burbujas de la satisfacción dejando constancia de este momento.

Que la aurora del amanecer te sorprenda con un ramillete de sonrisas para que tu rostro sea el fiel reflejo de la felicidad, hoy mañana y siempre!!

Atentamente
María del Carmen

Luís Coelho dijo...

Parece que este passeio foi ainda mais abrangente e que procuraste gravar nas fotos as tuas emoções.

É simplesmente encantador.
Fiz apenas a primeira parte da descida de Barca d'Alva até ao Pinhão. Aguardo uma oportunidade para fazer o restante percurso.

Torna-se quase impossível descrever tanta beleza guardada naqueles recantos e encostas verdejantes.
As tuas fotos conseguem dar-nos um pouco da magia daquele lugar.

Duarte dijo...

María del Carmen,
que lindo nome!
En Portugal no se felicita la onomástica. Pero mi sobrina tiene tu nombre y mi cuñada también, a ambas quiero mucho, como a ti, por lo que es inevitable que me olvide.
Recibe todo mi afecto en un gran abrazo y, FELICIDADES, una vez más

Duarte dijo...

Luís,
melhor dito, as vivências deram azo aos pensares.
Essa foi a ideia, levar comigo tudo aquilo que o meu olhar recolhia.
Tudo é belo quando nos rodeamos da natureza.
Um abraço grande, bom amigo

AdA... dijo...

¡Qué gran sentimiento se desprende de tus palabras escritas, amigo...!

En ellas revives momentos inolvidables por felices, desde luego.

Imágenes preciosas también, te felicito por todo.

Un fuerte abrazo, Joaquín.

Duarte dijo...

AdA...
Querida amiga, es la fuerza de un sentir en conjugación... por la compañía, que fue buena, y la nostalgia de un pasado feliz.
Sabes que me gusta, y mucho, la fotografía.
Te abrazo

Poetiza dijo...

Vengo a dejarte mis saludos amigo Joaquin, gracias por estar cerca, cuidate mucho.

Augusta dijo...

Joaquim,

Uma imagem vale mais do que mil palavras.As fotos estão fabulosas, parabéns!
O nosso Porto é lindo, único no País.
Os teus amigos Valencianos ficaram encantados e isso deve-se a ti.
Ficaram com vontade de voltar.
Que venham e tragam mais amigos...

Quando os vires diz que eu mando um beijo.

Para ti, aqui vai um grande abraço.

Duarte dijo...

Sandra,
cuanto talento tienes, amiga mía!...
Tu más, eres un encanto...
Besos y, cuidate

Duarte dijo...

Augusto,
a elegância no comportamento mora em TI.
Sabes bem a inclinação que tenho para accionar o obturador, por isso saem assim.
Transmitir-lhes-ei as tuas boas intenções.
Sim, temos que sentir-nos orgulhosos do que somos e do que temos, mas sempre dispostos para a superação: estou nisso.
Recebe todo o meu afecto num chi-coração, amiga da alma

tecas dijo...

Já sei porque não tens tempo para visitares os amigos!:) Percorrer o Potro e Douro não é tarefa fácil!:) Sinto orgulho em ser tua amiga. Excelente sensibilidade artística existe nos teus olhos.
Aplauso sincero por esta maravilha. Beijinho muito amigo e uma abraço tripeiro...carago!:)

Duarte dijo...

Tecas,
só tu podes expressar assim tais sentimentos. Obrigado.
Aceito, emocionado, esse abraço tripeiro... carago!:)))
Para que a festa fosse completa só faltou ver-te.
Um grande chi-coração

Manuel A Lopes dijo...

Parabéns Joaquim por este poema de imagens e palavras em que cantas o Douro rio e região.Um Douro domado, não revolto, distante dos Rabelos e das mãos calejadas das suas gentes mas com uma paleta de côres e luz nas suas margens abruptas que nos deixa deslumbrados.Como lamento não ter feito este cruzeiro contigo mas para o próximo não falto. Um abraço

Duarte dijo...

Manel,
para mim seria uma alegria, uma grande satisfação. Claro que sim, voltarei, voltaremos... isso espero!
Longe está, felizmente, aquele Douro feroz que lambia tudo aquilo que encontrava nas suas margens, para acabar por invadir com fúria a nossa Ribeira...
Sim, os Rabelos hoje não passam de belos adornos e da presença dum passado, duro mas belo.
Agradecido quedo, bom amigo, pelas tuas palavras carregadas de afectos, ambos amamos a nossa linda terra.
Pra ti, como sempre, aquele abraço amigo

Claudinha ੴ dijo...

Meu caro amigo, que lugar! Incrível a semelhança com minhas terras e casario... Sinto saudades de lá, aqui é tudo muito diferente! Obrigada! Beijos!

Rodolfo N dijo...

"Cuando las imágenes hablan por sí solas, necesitan un narrador , espectador y partícipe activo como vos. Mezclas tu mensaje poético con la poesía de las imágenes.
Un abrazo, amigo

Duarte dijo...

Claudinha,
insisto, tens que conhecer isto: fascina!!!
Cá te esperamos.
Um grande abraço

Duarte dijo...

Rodolfo,
como se nota que eres mi amigo!...
Has hecho una lectura perfecta, así es, esa fue la intensión, ya que la finalidad es hacer llegar a mis compañeros de viaje mi sentir.
Um gran abrazo, amigo mío

tecas dijo...

Voltei meu amigo:), para saborear a beleza do meu Porto e Alto Douro e a tua Arte. Passar pelo teu blog, enche o coração.
Bem hajas pelo teu carinho à tua terra.
Beijinho amigo.

Silenciosamente ouvindo... dijo...

O Douro é das paisagens mais bonitas de Portugal.Maravilhoso
passeio que o amigo fez e que está
retratado nas suas belas fotos.
Beijinho e desejo que esteja bem.
Irene Alves

Duarte dijo...

Tecas,
isso é o que mais me motiva, poder, com a minha mensagem chegar à alma daqueles que o sentem igual, e aproximar-me daqueles que ainda nos desconhecem.
Abraços de boa amizade

Duarte dijo...

Irene,
estou totalmente conforme com aquilo que expressas. O Douro possui encantos desvendados e por desvendar que o fazem atractivo. Ademais cada estação do ano tem a sua fisionomia. Facetas que cativam.
O mesmo te desejo a ti, com um forte abraço.

Joaquín Duarte de Silva dijo...
Este comentario ha sido eliminado por el autor.
poetaeusou . . . dijo...

*
Querido Amigo,
,
belo, belo, belo,
fantástico,
estupendo,
espantoso,
extraordinário,
optima narração documental,
porém,
não aprecio o castelhanho,
talvez, catalão ou basco . . .
srsrsr,
,
um Rio Douro
cheio de abraços, deixo,
*

Mª Jesús Verdú Sacases dijo...

Me perdería en ese crucero, Duarte, en la belleza de sus aguas y en ese entorno paradisíaco que me tienta a bajar de la embarcación para visitarlo y disfrutar de él.

Tu blog de viajes es uno de mis favoritos. Uno de esos blogs que ya forma parte de mi corazón

Duarte dijo...

Amigo Zé, vais pelos pontos extremos!... Está bem, a próxima postagem vai ser em valenciano, para alguns catalão. A posterior em Euskara.
Mesmo assim gostei destes dizeres teus.
Uma Nazaré cheia de lindas moças em toples...
Abraço grande

Duarte dijo...

María Jesús,
Obrigado, querida miga, mi Hada favorita...
La próxima te vienes con nosotros...
Beijinhos

luisi dijo...

Que preciosidad de fotos, me dá la sensación de que, aunque ya sabes que tuve que quedarme en tierra, a la proxima, (como queda mucho Porto por ver) no me lo voy a perder. Las imagenes dán una muy buena idea de lo que fué vuestro viaje, y los comentarios tan poéticos tambien.
Enhorabuena porque todo salió como programaste, y por ser un anfitrión-guia de categoría. No hay más que leer los comentarios de quienes te acompañaron. Un abrazo.

Duarte dijo...

Luisi,
Gracias amiga, no imaginas como lo he sentido, me hubiera gustado mucho que vinieras. Sé que lo ibas a disfruta inmenso.
Cuando un trabajo se programa com amor siempre acaba bien, aún con algún energúmeno queriendo estropearlo todo.
Un gran abrazo y aparece más a menudo