martes, 31 de julio de 2018

PONTE DA BARCA


 Esta bella Villa se encuentra situada en una región muy verde en las orillas del Río Limia. Su nombre tiene origen con relación a la barca que hacía la conexión entre las dos orillas, antes de la construcción del puente, en el Sig. XV. 



El municipio de Ponte da Barca recibió carta foral de Teresa de León 1125.



Casa del correo mayor.



 El centro histórico del pueblo, con casas solariegas, hoy adaptadas al turismo rural, y los bellos monumentos de los Sig. XVI-XVII, merece una visita demorada








El Jardín de los Poetas está dedicado a Diogo Bernades y Agostinho da Cruz, dos poetas locales del siglo XVI




Ponte da Barca forma parte de la Región con Denominación de Origen de los Vinos Verdes. Una parte del concejo está integrado en el Parque Nacional de las sierras da Peneda y do Gerês, que ofrece excelentes condiciones para actividades deportivas y de ocio.






Y, 
del Jardín de los Poetas, 
esta rosa para Ti…


21 comentarios:

Lita Duarte dijo...

Belas fotos.

Abraços.

Duarte dijo...

Lita,
tu também fazes boas fotografias, até pintas!
Beijinhos

Sandra Figueroa dijo...

Que bello caminar por ese puente, recorrer esas callees y admirar las casas, me detengo en le jardín de los poetas para dejarte por ahí mis saludos desde mi Lindo Monterrey ...cuídate mucho amigo. Bello lugar. Gracias por estar siempre.

Francisco Manuel Carrajola Oliveira dijo...

Muito boas estas fotografias de Ponte da Barca.
Um abraço e bom fim-de-semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

Tais Luso dijo...

Olá, Duarte, é sempre ótimo vir aqui ver belas fotos. gostei das casas senhoriais, os casarões, como chamamos aqui, gostei de ver o recanto dos poetas, com seu hotel muito antigo e mesas á frente, quantos poemas não nasceram ali!?
E a rosa é linda, gratíssima!
Beijo, amigo, um feliz fim de semana, aqui ainda são 12 horas.

Duarte dijo...

Sandra,
totalmente de acuerdo, querida amiga, muy lindo tú Monterrey: quiero volver.
Esta población es una pequeña ciudad de la Provincia del Minho portugués, todo él de gran belleza. .
Como poetiza que eres es evidente tu elección, que comparto contigo.
Un gran abrazo y cuídate mucho.

Graça Pires dijo...

Conheço Ponte da Barca, mas gostei muito de ver as fotografias e um pouco da sua história. Obrigada pela rosa do jardim dos poetas…
Uma boa semana.
Um beijo.

rendadebilros dijo...

Jardim dos Poetas... que coisa mais bonita! Sobre o calor, cá continuamos a "destilar"! A saúde do meu marido - tudo a correr bem, passou o susto! A Fundação Champalimaud e copio do site da mesma "dedica-se primordialmente ao desenvolvimento de programas avançados de investigação biomédica e à prestação interdisciplinar de cuidados clínicos". Acrescento: Atendimento cinco estrelas e acompanhamento de médicos e enfermeiros idem. Aliam ao saber o lado humano! As instalações não parecem os de uma clínica o que é apaziguador para os doentes e famílias. Bem haja pela preocupação. Abraço.

Duarte dijo...

Francisco,
vindo de ti sabe bem, pois és un artistas nestas lides.
Obrigado.
Abraços

Duarte dijo...

Tais Luso,
também empregamos esses termos. Toda a povoação estava adornada de casas imensas, carregadas de historia.
Foi um dia agradável com integração com as gentes da terra.
Isso foi o que pensei, mas não encontrei nenhum livro da época. Gostei muito.
Um grande abraço.

Duarte dijo...

Graça Pires,
Há muito que por lá não ia e gostei de recordar.
Sim, pois recordar é viver.
Também para ti continuação duma boa semana.
Beijinhos

Duarte dijo...

Rendadebilros,
Agradeço toda a informação que me das e faz-me sentir orgulhoso de que no nosso País exista uma fundação assim.
Aqui também está a fazer um calor intenso e húmido que não faz agradável o dia a dus.
Abraços de vida querida amiga

Duarte dijo...

Una empresa de publicidad está bloqueando la entrada al blog. Lo lamento y estoy poniendo de mi parte todos los medios para evitarlo, ruego me disculpéis.
Abrazos

Duarte dijo...

Uma empresa de propaganda está bloqueando a entrada ao blog. Estou a fazer tudo aquilo que posso para solucionar o problema. Peço desculpa e espero encontrar rapidamente uma solução.
Abraços

Duarte dijo...

Por fim acabou a penitencia, o que muito tenho que agradecer ao meu amigo Angel. O seu mundo é o das BBAA mas sabe disto, e muito, não sei se mais do que dessas artes! Desculpai, uma vez mais, os contratempos.
Obrigado Angel.

Duarte dijo...

Gracias Angel!!
Bueno, ya acabamos de padecer. Lo que mucho tengo que agradecer a mi amigo Angel. Lo que sé de este mundillo se lo debo a él, y tengo que agradecerle, una vez más, que nos haya librado de este contratempo.
Abrazos de vida a todos y en especial a mi gran amigo.

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras dijo...

Duarte, meu grande amigo, teu espaço é um perigo a um coração vulnerável às emoções atávicas - aquelas que se sente como se alguém estivesse sentido por nós ou nós estivesse sentindo por alguém que há muito já se foi. Essas construções centenárias são a marca de um povo que era gente de fato e que com seus exemplos, como esses, em arquitetura esmerada, deixa-nos envergonhados por nós sermos adeptos do menor esforço. Linda a tua postagem! Meus parabéns! Orgulho-me em ter o privilégio de receber teus comentários em meu espaço e por poder ser beneficiário da tua partilha! Minha gratidão! Laerte.

Os olhares da Gracinha! dijo...

Olhares encantadores!
Quando morava no Porto visitei algumas vezes!
Preciso regressar ... bj

Os olhares da Gracinha! dijo...

Olhares encantadores!
Quando morava no Porto visitei algumas vezes!
Preciso regressar ... bj

Duarte dijo...

Silo,
isso é bom, reconfortante, e a mim um estimulo para seguir por esses sendeiros.
Também sou apologista dessas arquitecturas, mas os artistas de hoje optan por linhas rectas e comunidades que muitas vezes até confundem.
Obrigado, pelos teus afetos.
Abraços de vida.

Duarte dijo...

Gracinha,
a mim também me passa o mesmo, por isso fui.
Está tudo bastante mudando, mas não muito, vai-te encontrar.
Beijinhos