jueves, 15 de agosto de 2019

KREMLIN DE MOSCOVO




Era uma das muitas cadeiras que ainda tenho por aprovar, ir à Rússia, mas por fim consegui-o. A impressão foi positiva desde o primeiro contacto com este imenso e grande País. Fiquei surpreendido positivamente. Já vos irei contando coisas.
Hoje vou-vos falar do Kremlin, para nós fortaleza. 


O Kremlin é o coração administrativo e religiosos de Moscovo. O autêntico coração da capital russa. 
O que nos ocultam essas enormes muralhas é algo impensável até que tomamos contacto com o recinto.
São majestosas construções, palácios, catedrais, todos espetaculares, que palpitam entre a praça Vermelha e os Jardins de Alexandre. O que faz deste espaço algo único e fascinante. Existem outros Kremlin noutras cidades, mas sem comparação.





Durante os séculos XI e XII, Moscovo era uma pequena cidade eslava e foi nessa época que se construiu uma muralha e um fosso para proteger à povoação. Então era uma terceira parte do Kremlin de hoje.
Com o crescimento da povoação foi construída outra muralha no século XIV, esta mais robusta, e uma fortaleza.
No século XV e XVI, o recinto sofre muitas melhoras e ampliações com uns dois quilómetros de muralha e os edifícios das catedrais da Assunção, da Anunciação e do São Miguel Arcanjo. 
Por fim no século XIX ergue-se o grande Palácio do Kremlin. No século XX o recinto sofre uma importante restauração. Ainda que esteve encerrado ao público durante anos na época comunista. 
Em 1990 foi declarado pela Unesco Património da Humanidade, junto com a praça vermelha. 





























Depois do já exposto passo a deixar-vos uma amostra daquilo que vi que facilmente relacionareis com o antes dito. 
A destacar a Praça das catedrais, no coração do recinto. O campanário de Ivan o grande, acabado em 1600, tem 81 metros de altura e foi durante séculos a estrutura mais elevada de Moscovo. Não se podiam construir edifícios mais altos. Com vinte e um sinos que serviam para alertar da chegada de tropas inimigas. O Palácio das Facetas, o edifício civil mais antigo do recinto que guarda os tronos imperiais russos. Ao lado, o palácio Terens, que foi a casa da família imperial russa.



















O meu desejo é que desfruteis como o fiz eu.



E no jardim... colhi estas flores para ti...








21 comentarios:

Elvira Carvalho dijo...

Obrigada por mais este passeio virtual que me proporcionou.
Tenho vários amigos que já viajaram à Rússia, e já vi bastantes fotografias de algumas cidades, mas sempre me encanto com o esplendor e magnitude de alguns monumentos.
Abraço para vós. E desejos de continuação de boas férias.

Sandra Figueroa dijo...

Que bello es pasar a visitarte y perderme entre tus fotos, que belleza de lugar. Saludos y abrazo a la distancia amigo Duarte. Gracias por estar siempre

Franziska dijo...

Me he recreado con tus explicaciones y fotografías: algunas con una luz muy especial, con una luz que embellece lo que toca, esas nubes tachonando el cielo, sin llegar a cubrirlo, puede que sea la explicación. Gracias por el reportaje que pones a nuestra disposición que abre un fuerte deseo de realizar también ese viaje. Como no puedo hacerlo, disfruto de fotos sobre Moscú que no había visto nunca. El pueblo ruso siempre ha destacado por su producción literaria, la música y la danza y confío que hayas tenido la oportunidad de disfrutar de algunos de sus magníficos ballets.

Confío en que ésta será la primera entrega de las muchísimas imágenes que habrás realizado durante tu viaje. Se que yo también -aunque solo sea en una pequeña parte- voy a disfrutar también de ese viaje. Quedo, pues, en esa espera y te agradezco el trabajo que has realizado para hacerlo posible.

Francisco Manuel Carrajola Oliveira dijo...

Belas fotografias desta cidade que eu gostaria de visitar e aproveito para desejar um bom fim-de-semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
Livros-Autografados

Tais Luso dijo...

Olá, meu amigo Duarte, mas que belas fotos, grandiosas quando e coloca em zoom! Tenho visto muitas fotos desse lindo país, de muitas cidades com essa arquitetura fantástica!
Postagem magnífica, amigo, aplausos!
Um bom domingo pra você!
beijos.

Majo Dutra dijo...

Tudo bem, Duarte?
É de facto, um recinto espetacular, belíssimo e inesquecível.
Gostei de o ver pelas tuas focagens atentas e de bom gosto.
Agradeço a tua partilha e a ternura da linda dália amarela
que significa união. (e a união faz a força srrsssss...)
Tenho um poema meu com música de Beethoven; ainda insegura
gostava de ter a tua opinião.
Continuação de ótimas férias, Amigo.
Tudo bom, o meu abraço.
~~~~

Duarte dijo...

Elvira,
isto é tão só uma pequena amostra. mesmo sendo uma das grandiosidades desse País.
Fizemos um recorrido desde Moscovo até San Petersburgo pelo Volga e demais rios aguentes.
Já te irei contando.
Abraços de vida

Graça Pires dijo...

Imagino que é um país grandioso. As fotografias dizem-me isso. Obrigada pela viagem que me permitiu fazer, aqui.
Uma boa semana.
Um beijo.

Duarte dijo...

Sandra,
no puede ser de otro modo.
Me encanta lo que escribes.
Recibe todo mi afecto en nu gran abrazo y cuídate mucho

Duarte dijo...

Francisca,
he empezado por el Kremlin por ser de Moscú una de las prioridades, pero la ciudad nos ha gustado muchísimo, y pluralizo.
Si, iré dejando por aquí cosas de Rusia. Unas mil quinientas fotografias enriquecen mi álbum de fotos.
Hasta los más limitados económicamente se sienten orgullosos de ser rusos: no se consideran asiáticos ni europeus, pero sí rusos y con mucha honra. Me ha gustado esta manera tan fiel de pensar.
Cierto, son destacados en todo lo artístico, desde lo literario a lo expresivo y de todo ello hemos disfrutado.
En muchos sitios está el prohibido fotografiar, dá igual que lleves una cámara preparada para fotografia en la oscuridad. Mensos mal que he podido fotografiar en el interior de alguna iglesia y Palacio.
Gracias a ti, querida amiga, por seguirme.
Abrazos de vida

Duarte dijo...

Francisco,
comentam por lá que seguem à tua espera para que faças uma boa reportagem.
Quando possas vai até lá que vais gostar.
Abraços de vida, meu amigo

Duarte dijo...

Tais,
obrigado amiga, é uma das minhas debilidades, este mundo fantástico da fotografia. Faço o que posso e lá vão saindo algumas coisas.
Sim, é um País impressionante em todos os aspectos. Gostei muito.
Um grande abraço e um bom fim de semana

Maria Rodrigues dijo...

Meu amigo brilhante reportagem, as fotos estão maravilhosas.
Também tive o prazer de passear por aí o ano passado, a Praça das Catedrais é espectacular.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

Duarte dijo...

Majo,
de momento, sim, querida amiga.
Que essa união e essa força não esmoreça nunca.
Assim é, espectacular, como bem dizes. Fiquei sorprendido positivamente.
Já lá estive e gostei muito. Aliás com tudo aquilo que fazes.
Um grande abraço

Duarte dijo...

Graça Pires,
assim é, ademais eles consideram-se russos, nem europeu nem asiáticos: russos. Orgulhosos da sua identidade, até os mais limitados economicamente.
Se gostaste, eu tão feliz.
Beijinhos

Duarte dijo...

Maria Rodrigues,
Obrigado, querida amiga. São palavras como as tuas que ajudam a seguir superando-me.
Nesta praça tudo começa e tudo acaba. Desde o nascimento, passando pela coroação e acabando com a morte.
Abraços de vida

Duarte dijo...

Diny,
se pasas por aquí y comentas, tienes que dar a publicar. Recibí tu comentario, pero no quedó reflejado.
Un gran abrazo amiga.
Beijinhos

pepa dijo...

Me ha gustado tanto que gustosamente repetiria este viaje. Todo ha salido de maravilla. Te animas?
Besitos

Duarte dijo...

Pepa,
claro que si. Me ha dejado una muy buena impresión.
Pensaremos en ello. Pero creo que antes deberíamos acudir a otros destinos.
Un gran abrazo

Justine dijo...

Monumental e belíssimo, tudo o que o Kremlin de Moscovo encerra!
A tua reportagem, excelente como sempre, isso nos confirma.

Duarte dijo...

Zé,
não imaginei jamais aquilo que vi, impressionante!
O que mais me decepcionou foi a praça vermelha, quanto a aspecto, ainda que está carregada de feitos que marcaram a historia deste grande País.
Abraço grande