viernes, 15 de octubre de 2021

TITAN



Matosinhos é um município e cidade em Portugal.

É sede de um município urbano com 62,42 km² de área e 175 478 habitantes, subdividido em 4 freguesias. O município é limitado a norte pelo município de Vila do Conde, a nordeste pela Maia, a sul pelo Porto e a oeste tem costa no oceano Atlântico.

No litoral da cidade situa-se o porto de Leixões, o segundo maior porto artificial de Portugal e segundo porto marítimo da Área Metropolitana do Porto. Parte do aeroporto internacional do Porto abrange os limites municipais.

Matosinhos, juntamente com os municípios vizinhos do Porto e de Vila Nova de Gaia, forma a Frente Atlântica do Porto, que constitui o núcleo populacional mais urbanizado da Área Metropolitana do Porto, situado no litoral, delimitado, a oeste, pelo Oceano Atlântico.

(in Wikipédia)



 “são (os titans) como tentáculos que avançam sobre o mar (…) unhas de uma tenaz de granito para comprimirem entre si um retalho do Oceano, amansando-o, submetendo-o, domesticando-o, com a vontade invencível do génio humano”.

 

Oliveira Martis, 1885




Eu ainda era muito pequeno quando vi pela primeira vez este GUINDASTE. Impressionou-me, foi ficando fora de uso e acabou num lamentável estado de degradação. Ainda bem que foi recuperado resgatando-se muitos dos seus elementos de origem e outros que foram reconstruídos para a nossa contemplação. 





Hoje podemos admirar, passo a passo, numa visita demorada, como o fez o meu amigo Eugénio Tavares, quem me proporcionou TODAS estas fotografias. 

26 comentarios:

Duarte dijo...

O meu agradecimento aos amigos Eugénio Tavares e Antonio Gomes que me proporcionaram todo tipo de informação dum feito destacado da TERRA e do qual me sinto algo ausente devido aos muito quilómetros que me separam DELA.
Um grande abraço a ambos e um muito obrigado, pois sinto que sempre me tem bem presente.

São dijo...

Realmente muito impressionante e boas fotos as dos teus amigos.

E pensar que existem monumentos megalíticos feitos há milhares de anos com recursos superiores a estes e que nós nem imaginamos quais!!

Te abraço com voto de bom fim de semana :)

Justine dijo...

Que post grandioso, Duarte! Os guindastes são extremamente belos e fotogénicos, e a tua reportagem está elucidativa e muito, muito bela, valorizada com as velhas fotografias a p&b!
Gostei muito!

Eugénio Tavares dijo...

Desde já quero-te agradecer em teres colocado no teu blog as fotos que eu tirei e enviei na minha visita ao molhe sul do Porto de Leixões!
Quando te as enviei, estava longe de imaginar o que ias fazer com elas.
Aproveito a oportunidade de informar os teus amigos e seguidores, pois sem a colaboração deles este blog não tinha vida.
Leixões, foi o nome dado a uns enormes rochedos que existia nesta zona costeira.
Pois na realidade estes Titans são dois guindastes, um no molhe norte, e inflizmente ainda não foi requalificado, e este que fui visitar no molhe sul.
Foi necessário um grave acidente em 2012, e o registo lamentável da perda de uma vida humana nessa explosão, que despertasse o interesse em restaurar este monumento de arte industrial do séc XIX.
Foi necessário nove anos para o restaurar e dar-lhe a dignidade que ele teve na construção deste porto artificial de Portugal, sendo a maior obra de engenharia do século XIX.
Desde já faço votos que haja a possibilidade de fazer o mesmo ao outro Titan, vai ser mais difícil o restauro, pois ele está estacionado no final do paredão.
Isso afetou mais a sua estrutura, pois nos dias de tempestade as vagas de água batem contra ele.
No entanto, estou convicto que existe essa possibilidade de intervenção, pois são um dos exlibris do Porto de Leixões!
Temos que lembrar que são duas pessas da arquilogia industrial e únicas no mundo, e entraram em atividade em 1884.
Pesam 420 toneladas cada um e pegavam em blocos de granito de 50 toneladas, que vinham da pedreira de S. Gens em vagonetas ferroviárias.
Eram movidos a vapor, utilizando o carvão de coque vindo da Inglaterra, onde começou a ser utilizado na revolução industrial na segunda metade do séc XVIII, pois era de excelente qualidade.
Felizmente na Internet, há muitos artigos escritos sobre estes guindastes, e assim podem esclarecer a todos aqueles que têm gosto e interesse pela história deste porto de abrigo de barcos de carga, e mais recentemente a barcos de turismo.
Termino esta modesta intervenção desejando um bem-haja a todos os seguidores deste blog do meu estimado amigo Duarte!


Eugénio Tavares dijo...

Errata: peças e não pessas

Francisco Manuel Carrajola Oliveira dijo...

Um excelente e bem documentado trabalho.
Um abraço e bom Domingo.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
Livros-Autografados

Duarte dijo...

São,
de miúdo, quando ia à praia de Matosinhos deparava com este gigante, então tão útil no porto de Leixões.
Imagino um guindaste desta magnitude a funcionar com carvão!
Também te abraço com afecto e bom Domingo.

Duarte dijo...

Zé,
uma máquina desta magnitude bem merecia a restauração que lhe fizeram para que a tecnologia de hoje, na sua comparativa, possa ver até onde se chegou então.
Neste caso com a ajuda no Eugénio que me proporcionou as fotografias e o Gomes a história e toda a divulgação. A reportagem com os link de apoio, que incerto no fim, dão-nos uma ideia real daquela grande obra.
Fico feliz com isso.

Duarte dijo...

Eugénio,
quase me tinha esquecido da existência desta grande maquinaria. Foram as tuas fotografias e comentarios que me levaram a recordar o que aquilo significava para a época, imagina na minha situação de criança inquieta.
Amigo, agradeço a tua exposição tão exaustiva sobre o local e a história desta grande máquina e da sua localização, que não incluí porque no final da exposição indico, para maior informação, os link onde tudo isso está tratado com grande rigor.
O outro guindaste está muito mais degradado e numa fase de oxidação severa, pois está a Norte, como muito bem indicas. Pode ver-se desde a praia de Leça da Palmeira: onde eu ia a pescar com o meu pai, quando não era a Angeiras.
Temos alguns gostos parecidos e daquilo que vou esquecendo, pela ausencia prolongada, tenho-te para pôr-me ao dia, o que muito agradeço.

Elvira Carvalho dijo...

Excelentes fotos e informação dos seus amigos. Gostei de ver.
Abraço para os amigos da turma.
Abraço especial para si e sua esposa.
Saúde e boa semana para todos.

Pedro Coimbra dijo...

É impressionante o que o Homem consegue quando quer.
Abraço, boa semana

Sandra Figueroa dijo...

Interesantes fotos amigo Joaquin. Saludos desde mi lindo Monterrey. Cuidate.

Graça Pires dijo...

Gostei das fotos e informação dos seus amigos. Imagino o que é uma criança ver um guindaste pela primeira vez. ´
Uma boa semana com muita saúde.
Um beijo.

Duarte dijo...

Francisco Manuel,
é parte dessas coisas que ignoramos e que muitas das vezes não é divulgado convenientemente.
Forte abraço para uma excelente semana

Duarte dijo...

Elvira,
obrigado. Feliz por ser do teu agrado.
Hoje já falei à turma da " A HERANÇA". Pra semana vamos começar.
Um grande abraço de todos e nosso em especial.
Boa sema e melhor saúde

Duarte dijo...

Pedro,
totalmente de acordo, que posso potenciar já que sempre estive ligado à engenharia e à industria.
Forte abraço e continuação duma boa semana.

Duarte dijo...

Sandra,
cuando leo Monterrey me entra añoranza. Tengo que volver pues algo más me tendrás que enseñar de tu hermosa tierra.
Abrazo de vida, querida amiga

rere dijo...

Thanks for sharing

visit our website

ittelkom jakarta

Maria Rodrigues dijo...

São impressionantes. Excelente reportagem fotográfica, bem como as explicações dos seus amigos.
Não conheço ainda Matosinhos, tenho de ir visitar.
Bom fim de semana
Beijinhos

Duarte dijo...

Graça,
O meu pai ia pescar e eu a brincar na areia, quando deparei com aquele GIGANTE.
Boa semana e saúde da melhor.
Beijinhos

Duarte dijo...

Rere,
for me it is a pleasure to divulge the highlights of my land
Thanks

Lena dijo...


Ola meu querido Duarte, venho desejar te um feliz aniversario, desejo te tudo de bom e do melhor, continua sempre a nos dar todo esse carinho e saber que transmites atraves das tuas publicações...

Beijinhos

Duarte dijo...

Maria,
Matosinhos está cheio de encantos mas ante tudo aquilo que tem que ver com o mar e o bom comer.
Vais gustar.
Abraço de vida e um muito obrigado.

Duarte dijo...

Lena,
Obrigado, querida amiga, pelos teus afectos que muito agradeço.
É o que tens bem merecido.
O meu desejo é que sigas bem, assim como os teus.
Abraço de vida, para uma longa vida.

Silenciosamente ouvindo... dijo...

O passado e o presente que as fotos dos seus amigos
nos mostram e que eu muito agradeço ao amigo por as
conseguir ver.
Muito obrigada a todos.
Um abraço
Irene Alves

Duarte dijo...

Irene,
fico feliz com a tua presença, isso é bom.
Aparece sempre.
Obrigado eu.
Abraço de vida