jueves, 14 de septiembre de 2006

QUE MAIS DÁ

Me atrai a água.
Oceano, mar,
que mais dá!
O oceano viu-me nascer,
mas foi junto ao mar
que vi nascer e crescer aos meus filhos.
Atlântico, Mediterrâneo,
Douro, Turia,
que mais dá!
Água em movimento,
areia grossa,
areia fina,
que mais dá!
O resto são adornos:
a sinuosidade das dunas,
o voo caprichoso das gaivotas,
os peixes que saltam,
um barco em busca dum porto de abrigo,
que mais dá!
O nascer dum novo dia,
o céu vermelho dum anoitecer.
Imagens belas desde a praia,
Porto, Valência,
que mais dá!
Ambas estão perto da água,
a ambas idolatro.
Como ás mulheres da minha vida,
a essa mãe tão querida,
à mulher que tanto quero.
A ambas amo.
Que mais dá!
Sim,
que mais dá!

Collado Mediano, seis de dezembro de mil novecentos noventa e dois

4 comentarios:

Mª Antonia dijo...

Que bonito

Juani lopes dijo...

a ver si escribes algo asi en mi blog

mariam dijo...

hoje pequei! dei-me largas à "santa preguiça"... e, cirandei, por além, por ali, e por aqui...
gostei muito do ainda não tudo que vi...

este poema é lindo.

bom fim-de-semana
um sorriso :)

Duarte dijo...

O teu sorriso chegou-me adentro... obrigado