lunes, 1 de octubre de 2012

MUSEO DE CIENCIAS NATURALES




En este Museo se pueden contemplar importantes materiales científicos, colecciones paleontológicas, malacológicas y de Historia de la Ciencia.
La exposición se completa con diversos audiovisuales de contenido científico muy amenos y de gran calidad pedagógica. Concebido como un museo altamente didáctico, ofrece también interesantes módulos interactivos, organiza exposiciones temporales, así como ciclos de conferencias en los que se combina rigor y amenidad.



El origen del Museo de Ciencias Naturales de Valencia se remonta a finales del  Siglo XIX, cuando José Rodrigo Botet donó a la ciudad de la más importante colección paleontológica del Cuaternario de América presente en Europa, de una extraordinaria calidad científica y museística.  Después de llegar la colección a Valencia, sufrió varios traslados, se mostró al público por primera vez en 1902, con motivo del IV Centenario de la Universidad y se acabó por instalar “provisionalmente” en el edificio del Almudín, donde en 1907 se abrió en este edificio el primer Museo Paleontológico de Europa que, a pesar de la provisionalidad de la instalación, albergó la colección durante más de 80 años.
Este Museo, sufrió diversos avatares y tres traslados, (desde el Almudín, se trasladó en 1990 a la Sala de Exposiciones del Ayuntamiento, donde permaneció por espacio de 9 años) hasta convertirse en un museo moderno, vuelto a inaugurar en la nueva sede de los Jardines del Real en 1999 con una notable ampliación de sus fondos y la incorporación de nuevas colecciones paleontológicas de ámbito europeo. El Museo y sus colecciones fueron reconocidos por la Consellería de Cultura en el año 1994. Desde esa fecha, forma parte de la red estatal de Museos.




El Museo de Ciencias Naturales, de titularidad municipal, se encuentra ubicado en el antiguo restaurante de Viveros, en los Jardines del Real, Viveros, obra racionalista del arquitecto Luis Gay, restaurado y adaptado como centro para la conservación, estudio y difusión del rico patrimonio científico y natural de Valencia.
Este trabajo ha sido autorizado por el Ayuntamiento de Valencia por decreto de la Concejal Delegada de Cultura, Doña María José Alcón Miquel.
La autorización concedida para este día, por Don Miguel Ángel Catalá.




67 comentarios:

Everdina Kleeb- van Dongen dijo...

Un paseo por la prehistoria de una forma muy amena y de excelente calidad como siempre. Recomiendo a todos los Valencianos visitar esta exposición que vale la pena
y supera las otras dos exposiciones que hubieron en diversas edificios anteriormente(Almudaina y Ayuntamiento) en otras épocas. Al realizador de este reportaje tan exhaustivo, enhorabuena.

Sara dijo...

Que pedazo reportaje más completo y variado nos regalas hoy Joaquín, eres todo un reportero...me ha encantado,¡ si señor! imágenes muy chulas.
En estos días, te envio mensaje para que me elabores con todo detalle un itinerario para conocer tu pais que en Diciembre por fin!!! nos vamos a conocer Portugal, quiero por supuesto Lisboa, Coimbra, OPORTO y Sintra, pero además de esto... ya sabes....pueblecitos hermosos, rutas...y si nos pudieses acompañar, eso ya sería la bomba, pero si no puedes pues espero tu itinerario realizado de tal modo como si pareciese que estás con nosotros jajajajaaaaaa, ¿es posible?
Mi abrazotedecisivo lleno de gratitud y afecto

Rosa dos Ventos dijo...

Contigo aprendo sempre qualquer coisa!

Abraço

Duarte dijo...

Diny,
compañera de jornada, de aquella oportunidad infructífera, pero, como quien lo persigue lo consigue, por fin objetivo cumplido.
Si, bien merece la pena una incursión por este Museo. El espacio es limitado pero el contenido es rico.
Gracias amiga

Duarte dijo...

Sara,
claro que si, voy intentar facilitarte un dossier para que puedas ir a lo que más te agrade sin perder el tiempo.
Te escribiré un correo para que me des detalles. Me hablas de sitios muy alejados y, dependiendo del tiempo disponible, para hacerlo bien no va a ser posible: siempre el maldito tiempo!
Contactamos por correo, o te llamo por teléfono, se me proporcionas un fijo con la hora que vais a estar.
Un abrazo bien grande, querida amiga

Duarte dijo...

Rosa,
isso é realmente o mais importante, o que pretendo.
Compensa leer algo así, sendo breve.
Abraços

Justine dijo...

Que magníficas fotos conseguites fazer nessa museu maravilhoso, Duarte. No meio de tantas coisa belas que mostras, ficaram-me os olhos naqueles móveis antigos de gavetinhas, que se viam nos antigos laboratórios, e que agora nem quase nos museus se encontram! Quem dera eu estivesse mais perto...
Um abração amigo por mais esta grande reportagem formativa e informativa!

Graça Sampaio dijo...

Y arriba Don José Rodrigo!

Mais uma belíssima mostra das maravilhas dessa tua terra encantadora, amigo Duarte!

Com as notícias horríveis das cheias e das inundações que foram acontecendo por aí, lembrava-me sempre de mi amigo Duarte. Tudo bem, espero?

Beijo

Duarte dijo...

Justine,
agradeço a tua observação pois num espaço tão limitado, com pouca luz, com barreiras limitando, conseguir o que aqui vemos, não foi nada fácil. Obrigado.
Também sou dos que gostam de gavetinhas e caixinhas, que casualidade!
Abraços de agradecimento e de amizade.

Duarte dijo...

Graça,
E que me dizes de Ramon y Cajal que está no inicio do post? E do Sr. Roselló? Pessoas que dedicaram todo uma vida à investigação.
Estou bem, o temporal atiçou lindo e feio e deixou o meu terraço cheio de pedaços de plantas e muitas folhas, e terra. Rebentou com o toldo, mas isso encarrega-se o seguro. O resto bem. Foram duas horas intensas...
Agradeço os teus cuidados, querida amiga.
Um abraço bem grande

elvira carvalho dijo...

Uma enorme viagem até à pre-história feita através das suas fotos. E que bonitos os móveis de gavetinha pequenas.
Bom com tanta mudança de local mais parece um museu itinerante.
Um abraço

Lídia Borges dijo...


Uma "visita" que transpira História e uma mostra muito significativa nestas imagens que nos faculta.

Lídia

Duarte dijo...

Elvira,
el museu vai crescendo e quando a falta de espaço é notória, toca a mudar.
Está bem equipado mas já começa a faltar espaço.
Abraços

Duarte dijo...

Lídia,
é certo, pois existe certa cronologia nos distintos compartimentos e algo que me agradou muito, claro que nos sítios de corresponde, "proibido não tocar".

rendadebilros dijo...

Mas que bela reportagem ... que paciência, que pormenor. Abraço.

Duarte dijo...

Rendadebilros,
não ha nada como as coisas bem feitas, se isso é possível!
Abraços

Graça Pereira dijo...

Um MUSEU onde a Ciência se oferece de centímetro a centímetro... E tudo isto na objectiva de alguém que ama as coisas . E aqui está o resultado!!
Beijo amigo
Graça

AFRICA EM POESIA dijo...

um belo museu e um excelente trabalho
tenho andado a ver o tempo correr e não dá para nada. mas vim deixar um beijinho grande para ti

Duarte dijo...

Graça,
excelente definição. Assim é. Obrigado.
Abrazos de amizade, querida amiga.

Duarte dijo...

Lli,
sabes que sim, quando entro em acção só sei fazer as coisas assim.
Abraço dos grandes

São dijo...

Gracies, Amic!

Mais uma excelente reportagem, com extraordinárias fotos.

mas se me pemites, as das conchas foram as que mais me agradaram...

Petons, Joaquim

Maria Rodrigues dijo...

Mai um passeio brilhantemente documentado.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

Silenciosamente ouvindo... dijo...

Meu amigo sempre prestando altos
serviços à Cultura de Portugal e
Espanha. Através das suas fotos
e palavras vou sabendo um pouco
de sítios que não conheço.
Folgo em saber que está bem.
Um beijinho
Irene Alves

Duarte dijo...

São,
parleu el valencià? De res xiqueta meua.
Claro que sim, como não. Tenho um amigo no Porto que tem uma grande colecção.
Abraços, querida amiga

Duarte dijo...

Maria,
obrigado.
Que tenhas um bom Domingo.
Abraços, querida amiga.

Duarte dijo...

Irene,
é o lema deste sitio, a divulgação e a aproximação entre os dois povos. Obvio é que apresente as maravilhas dum sito e do outro.
Se gostaste, fico contente. Compensa o esforço...
Um grande abraço, querida amiga

Luís Coelho dijo...

Com todas esta notas explicativas e pelas fotos ficamos com a percepção da beleza deste museu.
Muitas coisas gravadas nas rochas ou incorporados nelas mostram-nos o passado.
Ao museu cumpre a guarda de todo o nosso património histórico e cientifico.
Hoje para perceber o (modus vivendi) dos nossos antepassados devemos passar pelos museus que recolheram e preservaram essas marcas do passado.
Como nos trabalhos anteriores foste excelente na documentação.

Sara dijo...

Que imagens impressionantes, mais parecem saídas do "Jurassic Park" :)) O trabalho de reconstrução histórica é admirável. Quisera eu viver mais perto para poder ver "in loco" esta exposição.
Obrigada por mais este "convite", Duarte :)

Lena dijo...

Obrigada pela esta viagem ao passado Duarte; fascinante mesmo,
as fotos são belas...

Bom principio de semana querido amigo Duarte !

Beijinhos

Duarte dijo...

Luís,
como já indiquei, falta-lhe espaço, mas o recheio é de grande qualidade.
Já terás oportunidade de o visitar.
Obrigado

Duarte dijo...

Sara,
só tens que aparecer. Hoje tudo é mais fácil, menos o tempo. Porto-Valência, algo mais duma hora em avião.
Um grande abraço

Duarte dijo...

Lena,
fiquei com vontade de fazer mais mas não tinha espaço e faltava-me a objectiva adequada.
Também uma boa semana para ti, com um grande abraço

rendadebilros dijo...

Tem que se visitar estas fotos e lições várias vezes e com vagar; a minúcia, a paciência, o tempo, o prazer de que cada uma necessitou bem o merecem; nem faltam as conchas, os búzios... para aprender e para fantasiar... Bem haja pelas visitas e pelas palavras/poemas que vai deixando, com extrema generosidade. Abraço, boa semana.

La Gata Coqueta dijo...

Entrañable amigo, te doy un abrazo envuelto por el humo de los sueños al despuntar la aurora en lo alto de la colina, mientras en tus manos reposa una orquídea para que al mirarla te recrees con la magia de la sonrisa.

Atentamente
María Del Carmen

manuela barroso dijo...

Verdadeiramente encantada com esta reportagem fantástica sobre este museu de Valência.
Um fascínio muito particular pelas conchas e a sua enigmática perfeição!
Como sempre Duarte, todo o que postas é completo e de extremo interesse.
Ah, e agora não me enganei!
Abrazo fuerte, querido amigo

Duarte dijo...

Rendadebilros,
as tuas palavras são o incentivo que leva a seguir. Obrigado.
Gosto daquilo que fazes e do esmero na obtenção das tuas fotos, o que leva a essa inspiração. Parabéns.
Abraços

Duarte dijo...

María del Carmen,
me encanta tu dominio de la metáfora, tanto en la prosa como en el verso, así como la ternura con que las envuelves. Gracias con un abrazo

Duarte dijo...

Manuela,
o meu muito obrigado pelas palavras de elogio ao que faço. São o lenitivo que impulsa a seguir. Fazer algo diferente não vai com a minha condição humana.
Um abraço bem grande

Claudinha ੴ dijo...

Caro amigo Duarte!
Peço desculpas se pareci ausente. Tenho visitado os amigos somente uma vez por semana, por absoluta pressão no trabalho, mas jamais pense que não é digno de visita. Não recebi mensagem de e-mail pessoal sua (teria respondido), apenas mensagens encaminhadas, as quais não costumo responder mesmo, pois preciso de tempo entre meus 4 empregos, rsrs.
Sobre seu post, eu adoro museus e arquelogia. Quis estudar um dia, mas envolvia a área de ciências humanas e este não é meu forte, sou das exatas e biológicas. Por aqui temos também muitos sítios arquelógicos e tenho um ex aluno que é pós-doutorado em paleontologia e tem feito muito sucesso nas descobertas.
Um grande abraço!

María dijo...

Amigo Duarte:

Me he paseado con las imágenes tan bellas que has compartido, descubriendo el arte que esconde el Museo de Ciencias Naturales, y tú lo has compartido para todos.

Tengo que decirte que he ido ampliando las imágenes, para poder verlas mucho más grandes y poder observarlas en su integridad, y me han encantado.

Gracias amigo por el arte de tu blog.

Un beso.

Duarte dijo...

Claudinha,
Querida amiga, não pretendi dizer isso, tu es livre das tuas acções e do modo como desejas distribuir o teu tempo. O que aconteceu é que não podia entrar ao teu blog e como não tinha noticias tuas supunha que te estava a passar o mesmo, ou que não merecia tal gesto se não te visitava antes, nada mais. Sabes que te aprecio muito.
Também sou de ciências, mas gosto do mundo da arte. Algo me atrai deste mundo das ciências, mas sem que me induza a aprofundar muito.
Um abraço bem grande

Duarte dijo...

María,
como ya sabes la fotografía es una de mis pasiones y como soy algo inquieto, ahora que tengo tiempo lo dedico a este tipo de contemplación.
Si te agrada yo tan feliz.
Muchos besos

Poetiza dijo...

Joaquin, mi fiel amigo, gracias. Estos paseos por tu blog me alegran el alma llenándola de ilusión y sueños y eso es bello. Cuídate amigo.

Duarte dijo...

Sandra,
conoces muy bien mi sentir y mi proceder. Mi deseo sincero de que seas muy feliz, siempre.
No dejes de cuidarte, hoy más que nunca!

Silenciosamente ouvindo... dijo...

Sim amigo, o Carreras foi no âmbito
da capital da Cultura de Guimarães.
Desejo que o amigo esteja bem.
Bj.Irene Alves

AFRICA EM POESIA dijo...

Um beijo
Adoro museus
Adoro Arte
e... passar por aqui.
tenho saudades
mas...
ando cansada ,apenas isso.
amanhã até Vidago,minha terra linda.
tbm fico preocupada para que corra tudo bem.

Depois o tempo passa a correr e eu...não tenho feito nada... de nada..
ver se para a seemana pego no meu proximo çlivro...


quero que me faças o prefácio ou introdução ,como quiseres é sobre o Amor... poesia com Amor.
para ti um beijito bem forte e com mucho cariño.Te quiero!

Duarte dijo...

Irene,
estivemos ali em Junho, a cidade estava linda, reluzia de beleza e de gente. À altura das circunstancias!
Foi uma boa eleição.
Um abraço bem grande

Duarte dijo...

Lili,
boa viagem até à lida Vidago, rodeada de montanhas e de boa água.
Já me darás ideia do conteúdo. Sabes que sim.
Um abraço bem grande, querida amiga, "también te quiero..."

Rodolfo N dijo...

Magnífico paseo por la prehistoria, he visto ejemplares de Argentina que es muy rico en estos restos óseos que nos ayudan a entender la historia del mundo.
Gracias por tu autorización, amigo.
Un abrazo.

Duarte dijo...

Rodolfo,
este científico pasó una gran parte de su vida por tierras de Argentina, dedicado a su trabajo de investigación.
Estoy, como siempre, a tu disposición.
Abrazos

Maria Rodrigues dijo...

Passando para deixar um beijinho e desejar uma excelente semana.
MAria

Claudinha ੴ dijo...

Olá Duarte,
aguardo o próximo post. Desejo-lhe uma ótima semana!

vieira calado dijo...

São estes os que mais me prendem!
Sou um amante das ciências...
Um forte abraço para ti!

Duarte dijo...

Maria,
meus, são os teus desejos, e que sejas muito feliz.
Abraços de boa amizada

Duarte dijo...

Claudinha,
obrigado. O mesmo desejo para ti.
Já está no forno, mesmo para sair...

Duarte dijo...

Vieira Calado,
também padeço do mesmo mal, mas sem chegar aos teus conhecimentos.
Fico feliz ao poder comprovar que acertei com este post quanto às tuas tendências.
Um grande abraço

AFRICA EM POESIA dijo...

Debaixo de uma Acácia florida espero por ti
beijos

AFRICA EM POESIA dijo...

Debaixo de uma Acácia florida espero por ti
beijos

AFRICA EM POESIA dijo...

Esperei pouco debaixo da Acácia...
ela já está sozinha--

se estivesses em Africa eu dizia: És mesmo matumbo:
Cacimbo é nevoeiro...


beijinhos

Poetiza dijo...

Hola amigo, gracias por estar tan cerca. Cuidate mucho.

Duarte dijo...

Lili,
de la acacia recogí sus flores que en tus manos deposito con un beso...
Abrazos de vida

Duarte dijo...

Sandra,
siempre, es lo que me inspiras.
Cuidate

Duarte dijo...

Lili,
é o meu lema, não fazer esperar a uma Dama...
Eu sei, mas um nevoeiro diferente muito húmido, pelo que me dizem, nunca estive ali, diferente ao que sentimos no Porto e não digo aqui.
Não vejo comparação com "niebla".
Beijinhos

Maria Emilia Moreira dijo...

Boa noite Duarte!
Obrigada por me teres levado a visitar ao Museu de Ciências Naturais de Valência. Um abraço.
M. Emília

Mª Jesús Verdú Sacases dijo...

Maravilloso museo el que nos presentas, lleno de valiosos conocimientos, sabiduría y de historia.

Gracias por darnos a conocer tan interesante lugar y por ofrecernos tan perfectas fotografías

Duarte dijo...

María Jesús,
Ha sido un trabajo arduo, complejo, casi no hay espacio para fotografiar.
Si, me ha gustado mucho, está muy bien equipado.
Gracias por los calificativos.

AFRICA EM POESIA dijo...

vim devagarinho sem fazer ruído triste com a noite. com o frio com chuva com o corte de luz com o Sporting e agora lembrei uma cantiga daqui não saio daqui ninguém me tira...

As coisas estão feias...

para a´nimar o meu pc novo é uma maravilha depois a minha poesia
amo este vento...
.
O Vento

Queria ser
O que queria ser?
Queria ser vento...
Para ser livre...
Para te tocar
E te abraçar

E de mansinho
Chegar-me a ti
E sussurrar-te
Como gosto de ti...

E devagar
Devagarinho
Ia-te acariciando
E tu ias notando
Que eu estava aí...

E o vento
Ia crescendo
E mesmo com força
Gostava de o ser...
Para que visses
A força que tenho...

Força do vento
Vento tufão
E queria...
Poder ter-te...
Sempre na minha mão.

LILI LARANJO