domingo, 29 de septiembre de 2013

ANOITECER OUTONAL






ANOITECER OUTONAL

Vislumbro, neste anoitecer,
O inicio duma nova estação,
A que mais me emociona!...
As sombras inclinam-se
Numa vénia prolongada;
Onde cores, aromas e arrepios,
Me invadem de diversas sensações,
Como se brotassem da própria vida.



 ATARDECER OTOÑAL

Atisbo, en este atardecer,
el inicio de una nueva estación,
¡la que más me emociona!...
las sombras se inclinan
en una venia prolongada;
donde colores, aromas y escalofríos,
me invaden de sensaciones diversas,
como se brotasen de la propia vida.




49 comentarios:

São dijo...

As fotos estão estupendas e gostei muito do sentido texto que as acompanha.

Também gosto imenso das cores do Outono, mas não é a mimha estação preferida...

Querido Joaquim, excelente domingo para ti, que aqui vai se de nervos: eleições autárquicas!

María dijo...

Amigo, Duarte, has hecho del otoño una belleza, y mira que a mí no me gusta ésta estación, pero en tus imágenes hay magia, luz, color, calidez, belleza, arte... todo ello brota en ésta entrada con la esencia de tu persona.

Un beso amigo, Duarte, feliz domingo y otoño.

LUZ dijo...

Olá, Duarte!

O Outono chegou e com ele algum misticismo. Não sei se são as saudades do verão, as saudades da viçosa primavera, ou, as saudades do aconchego do Inverno, que, por vezes, sabe bem.

As imagens, as suas fotos, estão muito bonitas e as cores muito naturais.

Resto de bom domingo e melhor semana.

Abraço, com estima, da Luz.

Maria Rodrigues dijo...

Maravilhoso poema, lindissimas fotografias.
Beijinhos
Maria

Duarte dijo...

São,
como bem sabes é a minha estão preferida. Opto pelos equinócios, mas fico com o Outono.
Espero que tudo tenha saído bem e que o nosso povo acabe por acordar desse sono tão profundo.
Aquele abraço amigo e uma boa semana

Duarte dijo...

María,
así es, el otoño me llena de fuertes emociones, me inspira, mucho!
Gracias, querida amiga.
Un gran abrazo y feliz semana

Duarte dijo...

Luz,
cada tempo tem o seu encanto, mas para mim, especialmente, o Outono.
Obrigado pela tua apreciação.
Aquele abraço amigo

Duarte dijo...

Maria Rodrigues,
obrigado, amiga, és un ser maravilhoso! É o que me inspira esta época outonal.
Beijinhos

Lena dijo...

Lindas as fotos Duarte, são fotos feitas de onde vives,é?
Tambem gosto muito desta estação, minha preferida...gosto desta explosão de cores; não sei se fazes igual, mas penso que sim, todos os dias reparo a minha volta cada pequena mudança na Natureza...

Beijinhos e um abraço Duarte...

Sara dijo...

Ohhhhhhhhhhhhhh que bonito , el otoño está llegando y tú lo has recibido sensacionalmente bien, PRECIOSAS.
Mi abrazotedecisivo

Duarte dijo...

Lena,
é uma questão de sensibilidade, não me estranha que te passe isso, sendo como és.
Cada momento, cada dia, é diferente. Dá para disparar o obturador continuamente.
Um grande abraço

Duarte dijo...

Sara,
es la primera vez que ocurre este otoño, pero vendrán atardeceres más bellos!
Un gran abrazo

Everdina Kleeb- van Dongen dijo...

Vaya que da el otoño de si. Recibo tus artículos de texto y fotografía con mucha alegría y placer. Aunque me atraso un poco no se me olvida nunca de disfrutar de esta oportunidad de ver tus hermosas fotografías y poemas. un abrazo y beso Diny.

Duarte dijo...

Diny,
es uno de los muchos placeres que me concede el otoño, intento ser generoso con él.
Gracias, querida amiga, por palabras tan sabias. Se nota tu gran sensibilidad...
Un gran abrazo

Elvira Carvalho dijo...

As fotos estão lindas. Realmente o Outono pode dar fotos assim espetaculares. Mas apesar disso eu não gosto muito do Outono, que tem sido bastante padrasto para mim. 6 das oito cirurgias que fiz foram realizadas nos finais de Outubro e principios de Novembro. Logo no Outono. Durante muitos anos sempre adoecia nessa época e algumas vezes gravemente. De modo que não é estação que me agrade.
Um abraço e tudo de bom para si.

Duarte dijo...

Elvira,
nesse aspecto todos os equinócios, são mudanças que afectam a conduta e obviamente incidem sobre todo o organismo. Mas é Outono, a estação do equilíbrio, ainda que não gostes.
Para mim sempre foi a dos empreendimentos, o que não sei é até quando dura. Oxalá que siga.
Um grande abraço e tudo de bom para ti

Vieira Calado dijo...

Olá, buenas noches!
Tudo bem por aí?
Como sempre belas, as tuas imagens!
Um forte abraço!

* Há um vídeo sobre o Vinho do Porto, no meu blog que, certamente apreciarás (o vinho, claro!).

Duarte dijo...

Vieira Calado,
Buena noches, amigo!
Si, por aquí todo bien, pero podía estar mucho mejor.
Tu, cómo estás! Espero que bien.
Como já sabes sou um apaixonado pelo mundo da fotografia e agora que tenho tempo vou fazendo progressos.
Vou passar, quero vê-lo.
Aquele abraço amigo

luís rodrigues coelho Coelho dijo...

As imagens parecem-me de um entardecer colorido onde os sonhos florescem e nos deslumbram de cores e sons.
Serão sonhos ou poesia...?

Vendo estas imagens o nosso coração voa na distância dos Céus e recria outros pensamentos que escritos formam poesia.

Um grande abraço com as cores deste entardecer.

Diamantina Martins dijo...

Olá Duarte!
Adorei o seu post.
Mas eu sou um ser de luz, tive a sorte de nascer e viver num pedacinho do planeta terra onde a luz do sol brilha de uma forma maravilhosa... Quando chega o outono e os dias cinzentos que felizmente são muito poucos por aqui, fico toda desorientada, nostalgica,trite,saudosista, sem acção...lol... não gosto de me sentir assim.
Abraço com muita luz do meu Algarve

Claudinha ੴ dijo...

Meu caro amigo Duarte, estas cores e dourados são simplesmente divinos!Belíssimas fotos, emolduradas por palavras de ouro!
Abraços!

Mª Jesús Verdú Sacases dijo...

Comparates con nosotros, Duarte, imágenes de un cielo que bien pudiera ser de un cuento de hadas o bien aquél en el que vuelan los ángeles.

La belleza del anochecer no tiene igual

Justine dijo...

Que beleza, Duarte! Soubeste captar a hora certa, aquela que de facto nos emociona! E o teu poema completa as fotos - ou será ao contrário??
Um beijo de mais uma fã do Outono:))))

Duarte dijo...

Luís,
empreguei o termo anoitecer porque a hora crepuscular já ia avançada, mais nocturna que diurna. Ainda que ambas tenham o mesmo significado optei por anoitecer, uma questão de percepção.
Por isso faço a fotografia olhando para o céu...
Um abraço enorme

Duarte dijo...

Diamantina,
no meu caso nasci no Norte, mais nevoeiro que luminosidade. Mas agora estou numa das zonas do planeta de maior luminosidade, de onde veio a grande inspiração de Joaquín Sorolla, o pintor impressionista que melhor pintou os brancos, por essa luz perene.
Sabes, talvez porque nasci no Outono... Adoro o Outono!
Um grande abraço, querida amiga

Duarte dijo...

Claudinha,
situação que não voltou a repetir-se até hoje, ainda bem que estava em casa e a câmara perto.
Obrigado.
Um grande abraço

Vera Lúcia dijo...


Olá Duarte,

Uma série de fotos absolutamente fantásticas. A terceira imagem é deslumbrante, assim como estes céus em 'chamas'. Você foi muito feliz nestas capturas.
Por sua vez, os versos encantam.
O entardecer outonal é maravilhoso, não obstante a leve nostalgia que dele desponta (pelo menos no meu caso-rs).

Grande abraço.

Duarte dijo...

María Jesús,
eso he pensado yo al hacer el montaje. He pensado en ti y en la magia que creas en tus encuentros de hadas y duendes.
Concuerdo plenamente, amiga mía.

Duarte dijo...

Justine,
tu, melhor do que ninguém, para pronunciar-se nesse sentido.
Estava no terraço y fui vendo como tudo ia ficando vermelho, subi ao terraço geral e o que vi foi a apoteoses que aqui deixei. Não quis privar-vos de algo tão imensamente belo.
Sabes o muito que me sito atado a esta quadra do ano. Faz-me feliz saber que tu também. :)))
Neste momento o céu de Valência está coberto de cores, uma imensidão de cores brilhantes que centelham como nervosas, mas que não se deixam amedrontar com os trovões dos fogos artificiais: é o dia de San Dionis, e o dia da Comunidade Valenciana, as festas autonómicas da Província.
Um grande abraço, querida amiga

DE-PROPOSITO dijo...

Deambulei por aqui. E apreciei as fotos e o poema.
----
Felicidades
Manuel

AdA... dijo...

Creo que sí, que todo eso brota de la misma vida, Duarte... Y es precioso eso que brota de tu garganta, al compás de esas bellas imágenes... No sé si te pasa a ti, aunque a juzgar por lo que e scribes creo que sí... Me refiero a ese "salto de realidad" que se produce cuando quedamos "atrapados" en la belleza de una imagen que nos conmueve. Y digo imagen o cualquier otro tipo de ¿catalizador? bueno, no sé muy bien si es correcta esa palabreja, pero es la que se me vino. Pero existe, y de pronto quedas como embargado por tantas sensaciones...

Un placer, como siempre, leerte y admirar tus bellas imagenes, amigo. Un fuerte abrazo...

La Gata Coqueta dijo...



Regálale a los demás el brillo de tus ojos...
ese precioso brillo que proviene de tu alma;
sin ocultarlo detrás de cualquier modesta escusa,
puede que algún ser humilde precise de esa dulce mirada...

Un abrazo soñando
y un beso amando

Atte.
María Del Carmen

Duarte dijo...

Vera Lúcia,
Outono é romantismo, convida a ver as coisas doutro modo, algo mais recatado, desde hemisfério, que pode não ser o teu. É a minha estação do ano preferida.
Noto uma sensibilidade à flor da pele no modo te expressas: parabéns!
Aquele abraço amigo

Duarte dijo...

De-proposito,
fizeste bem, sei que te cativou: volta!
Saudações

Duarte dijo...

AdA,
algo me conoces y sabes que expreso lo que siento. No es frecuente deparar con imágenes así. Tan sólo tuve tiempo suficiente para coger la cámara y empezar a dispar. Todo puede cambiar en un ápice. Lo demás brota con la percepción, es fruto de las emociones...
Te abrazo bien fuerte, querida amiga

Silenciosamente ouvindo... dijo...

Um anoitecer Outonal muito bonito
nas imagens e nas palavras.
Desejo que o Duarte esteja bem.
Um beijinho
Bom fim de semana
Irene Alves

Vieira Calado dijo...

Bem bonito, meu caro Duarte, bem bonito!
Um forte abraço!

Duarte dijo...

María del Carmen,
Querida amiga, una mirada cálida y una sonrisa, no se debe negar a nadie... además, para ti... Besos

Elvira Carvalho dijo...

Passei. Na ausência de novidades deixo um abraço e desejos de uma boa semana

Duarte dijo...

Irene,
muito obrigado, sabes que ambas coisas me agradam, por isso as faço, sempre pensando em quem as sabe apreciar como tu.
Um grande abraço e uma boa semana

Duarte dijo...

Vieira Calado,
se tu o dizes, verdade será! Obrigado
Um grande abraço

Duarte dijo...

Elvira,
uma boa semana e um grande abraço, querida amiga

Rodolfo N dijo...

Maravillosa poesía e increibles imágenes que nos hacen evocar ese otoño de poesía que llevamos en el alma, aunque por estos lares florezca la primavera.
Un abrazo

Duarte dijo...

Rodolfo N,
tu sensibilidad, siempre tan a flor de piel, te permite percibir emociones que no todos logramos alcanzar.
Ambos son equinoccios, pero en uno está el brotar a la vida y el otro en fin de un ciclo: ambos son hermosos.
Un grande abrazo

Silenciosamente ouvindo... dijo...

Que maravilhosas fotografias.
Gostei muito.
Bj.
Irene Alves

Silenciosamente ouvindo... dijo...

Que maravilhosas fotografias.
Gostei muito.
Bj.
Irene Alves

Lia Noronha dijo...

Duarte: a vida renascendo sempre..através dos nossos sentimentos renovados...amei td por aqui!!
abraços mil!!

Duarte dijo...

Irene,
estão fotografadas com sentimento e o ambiente ademais era propicio.
Abraços

Duarte dijo...

Lia,
a vida é ciclica e as estações vão-se sucedendo.
Obrigado
Besos