domingo, 25 de mayo de 2008

CORPUS CHRISTI DE VALENCIA



Quando cheguei a Valência, o que mais me chamou a atenção, foram os acontecimentos cívicos, tanto sociais como religiosos, que de algum modo em serviriam para conhecer melhor a esta terra e a idiossincrasia das suas gentes.

Como cheguei num dia de FALLAS, ao descer do comboio cheirava a pólvora, e reinava um ambiente de festa, ao que me aderi imediatamente.
Meses mais tarde falaram-me da procissão do "Corpus", o que assimilei com certa inquietude. Em Junho já o pude satisfazer plenamente: era uma quinta-feira com sol esplendoroso. Então havia um dito que dizia "hay tres jueves en el año que relucen más que el sol, Jueves Santo, Corpus Christi y el día de la Ascensión". Com as reformas a que foi submetida a liturgia, "el jueves del Corpus", agora celebra-se no domingo seguinte: domingo da sexagésima (60 dias) da Páscoa Florida.




Há mais de seis séculos que Valência comemora a festa do Corpus Christi, com una procissão que percorre as ruas mais importantes da cidade. É uma amostra teatralizada da historia da salvação, algo muito vinculado a uma povoação tão mediterrânea. Existe una grande variedade de símbolos que desfilam num alarde de respeito, e com grande fervor popular.

Tem inicio com um sonoro volteio dos sinos da catedral, situados na Torre "El Miguelete".

Às doze do meio-dia, na Catedral, "Seo", celebra-se uma missa solene presidida pelo Cardeal da cidade, "en el Cabildo de la Seo"




Nos arredores do "Palau de la Generalitat", la música de "tabal i dolçaina" convida a que se possa presenciar o desfile da "cabalgata del Convit". O "Capellá de les Roques" convida ao povo para a participação na procissão da tarde.




O colorido é dado pelos grupos de danças regionais; "la dels Caballets, els Arquets, el Pastorets", que representa a virtude contra os sete pecados capitais, e sobre tudo "la danza de la Moma", este tipo de dança só pode ser interpretado por homens, por isso a noiva é um homem vestido totalmente de branco.




O fecho do cortejo é feito pelos guardas de "Herodes", que assustam ao público ao mesmo tempo que lhe oferecem rebuçados.










A procissão da tarde tem como atracção primaria o desfile das "rocas", os carros de "murta", e as danças que marcam o inicio da procissão principal; na que desfilam uns quatrocentos personagens bíblicos, integrantes da Associação Amigos do Corpus e, sobre tudo, a grande beleza da Custodia da Catedral; cujo desfile protagoniza um dos maiores espectáculos, uma chuva de pétalas no seu passo pelas ruas do centro histórico de Valência.








A Custodia também é conhecida como a dos "los Pobres", em memória dos valencianos que mesmo em tempos difíceis, com as suas doações, fizeram possível a realização desta jóia de ouro e pedras preciosas.





A maior documentaciõn que se puede encontrar sobre estos festejos tão enraizadsos no poco valenciano pode ser proporcionado pela Asociación Amics del Corpus de Valencia


25 comentarios:

Juani lopes dijo...

te refieres a la que supuestamente
se habria hecho hoy, suspendida por el agua
saluditos

Duarte dijo...

Ya que no la hacen los jueves, que son los que realmente relucen más que el sol; la hacen en un domingo, con el riesgo de que, siempre, llueva. Cosas del destino, querida amiga.
Por cierto ¿conoces a otra?

Juani lopes dijo...

nO ESTOY MUY PUESTA, EN ESTOS TEMAS, PERO TAMBIEN VI HACE UN PAR DE SEMANAS OTRA QUE SACAN A LA VIRGEN Y SE MATAN POR TOCARLA, QUE LA LLEVAN DE UNA IGLESIA A OTRA.
pOR CIERTO TIENES UN PREMIO EN MI BLOG.

Justine dijo...

Duarte, mais uma excelente reportagem de Valência e de seus costumes, com palavras isentas e fotos elucidativas. "Sr. Embaixador", certo e sabido que mais cedo ou mais tarde irei visitar a tua cidade :))

Tinta Azul dijo...

Duarte,
Grata pelo relato pormenorizado, pois fiquei a saber muitas coisas que não sabia.
:)

Vieira Calado dijo...

Apreciei bastante a sua reportagem e palavras sobre esse acontecimento, em Valência.
Quanto ao livro, julgo que se refere a "Terrachã", donde foi extraído o poema em 1ª página.
Neste momento tenho em promoção o meu último título, "Arabescos", acompanhado por "Transparências", por 5 euros.
"Terrachã" só está em livrarias no Algarve, como os demais.
Mas ainda cá tenho exemplares, ao preço de 5 euros.
Obrigado pelo seu interesse.
Um abraço

Duarte dijo...

Justine, é grato saber-se protegido.
Sabes que cá te espero.

poetaeusou . . . dijo...

*
a fé ao vivo . . .
,
saudações,
,
*

Duarte dijo...

Tinta azul, fico gratificado ao comprovar que logrei transmitir algo positivo.
Reconhecido.

Duarte dijo...

Vieira Calado, vou-vos dando a conhecer aquilo que fui descobrindo com os anos, por esta terra maravilhosa, plena de contrastes.
Quanto ao teu livro, ou livros, estou interessado. Diz-me como tenho que proceder para que possam chegar às minhas mãos.

mdsol dijo...

Reportagem excelente. De quem aprendeu a gostar muito de uma cidade!
:)

mariam dijo...

parabéns pela excelente divulgação das tradições da sua terra adoptiva... as palavras, as imagens, apetece lá ir, misturar-me nesses ritos, acredite...

um sorriso :)

(PS. obrigª p`las palavras deixadas...)

Charlie dijo...

Adorei o post :)

Charlie dijo...

duarte, obrigada pelos seus comentarios !
ultimamente tenho estado ausente do blogue, porque nem tempo tenho para ligar o computador. ando cheia de trabalho e estou morta para que cheguem as férias !

espero que esteja tudo bem consigo :)

Carminda Pinho dijo...

Duarte,
gostei de seguir a procissão...:)

Obrigada pela visita.

Abraço

aurora dijo...

querido duarte felicidades por tu reportaje meparece escelente aunqaue no esperaba menos de un alma tan secta como la tuyab esos de tu sienpre amiga aurora

Mari dijo...

Lindas as fotos Duarte!
Deve ter sido muito emocionante.
Te falo, tenho muito para conhecer no mundo!
Quantas cenas, fatos e fotos para se tirar....
Obrigada por suas palavras, sempre gentis.
Beijos, mari.

gaivota dijo...

las fiestas... em toda a espanha são sempre muito bonitas as festas de carácter religioso, do norte ao sul, com especial particularidade ao norte, na galiza, que me encanta!
boa reportagem, obrigada por ma fazeres recordar
beijinhos

aurora dijo...

querido duarte ebuelto aber tu reportaje del corpus la verdad esque meparece genial pues as sacado lomas tipico como por ejenplo la moma que mucha jente no sabe es un honbre vesos auroraq

Duarte dijo...

Obrigado, a todos e a todas, pela vossa benevolência.

Reconhecido

Menina do Rio dijo...

Olá Duarte, vim conhecer teu bolg e me encantei com a imagens maravilhosas de lugares que não conheço. A net é mesmo uma porta aberta para o mundo!

Obrigada pelo coment lá no Bocados. Espero que apareças uma hora dessas pra tomar um cafezinho à brasileira em minha casa.

Um beijo

Menina do Rio

http://meninamomentos.blogspot.com

Licas dijo...

Olá de novo!

Os prazos para o DESAFIO foram alterados porque muitas das pessoas que queriam participar queixaram-se do tempo limitado. Espero que as novas datas permitam uma maior participação.
Por favor consulte o meu blog sobre este assunto.

Obrigada
Licas

Justine dijo...

Bom fim de semana, com sol que já faz falta :))

Sir Fart dijo...

Duarte, prezado, o seu blogue é uma combinação tão bela de imagens e textos, que não me canso de vir até aqui.
Abraços fortes!

Duarte dijo...

Sir Fart,
não me considero merecedor de tantos louvores, só ponho boas intenções e algo do meu gosto por umas coisas, e o saber acumulado noutras pelos anos.
Um forte abraço