martes, 3 de junio de 2008

COMPÊNDIO DE GRAMÁTICA PORTUGUESA



Pode que para alguém mais, esta imagem lhe faça recordar, com saudade, como a mim, velhos e belos tempos,

Muito do que eu sei, devo-o a este livro, e àquelas pessoas que fizeram com que compartilhássemos conteúdos, o que em muito contribuíram a engrandecer a afirmação inicial.

Saliento deste livro, razão sumamente motivadora, umas palavras, em forma de intróito, de Rodrigues Lobo, que os autores consideraram incluir, e com as que concordo plenamente.


39 comentarios:

Mari dijo...

Olá!

Muito obrigada pelos parabéns, fiquei muito feliz.
Adorei a postagem....amo gramáticas. A língua portuguesa é um grande mistério. Sempre aprendemos mais e quando mais estudamos, menos sabemos. Penso assim.
Não conheço esta, mas já sinto vontade de comprar. rsrs
Tenho 7 gramáticas.
abraços, mari.
Grata!

Juani lopes dijo...

Pero para mi, a veces muy complicada y dificil de entender
saluditos

mariam dijo...

e com o "acordo" da polémica, como ficará?
A nossa língua nas palavras de Rodrigues Lobo (sec. XVII)parece e é... poesia.

um sorriso (rosa, como as poéticas flores) :)

Justine dijo...

Que bom voltar à memória das primeiras descobertas, e a descoberta da minha língua empolgou-me, como ainda me empolga. E parece que a ti também !
Um beijo, da cor dos jacarandás - não importa qual seja :))

Duarte dijo...

Mari
Não sei se segue no mercado, é uma edição dos anos cinquenta.
Tenho outra, muito mais amplia, da editorial Gredos, em castelhano, mas sobre a língua portuguesa. É a que aconselham nos institutos oficiais de idiomas de Espanha.
Se te posso ser útil em algo estou à tua disposição.

Duarte dijo...

Juani
Tu, si quieres, sabes que te puedo allanar el camino. Hace tiempo que estuvimos a punto de empezar a repasar cosas "da nossa língua", pero no te animas.

Duarte dijo...

Mariam
Encantado de ver-te por aqui.
Estou bastante desvinculado das nossas coisas. Levo trinta e nove anos em Valência. É através de vós que vou ficando ao corrente do que acontece por aí e, ultimamente, com os jornais on line.
As línguas são vivas e, obviamente, sofrem alterações. Muitas coisas das que aprendi a escrever já não são iguais.
Dizem, e com razão, que no aspecto estilístico existe um antes e um depois de Eça de Queirós, como criador dum estilo completamente novo; com o que concordo, pois assim foi, de facto.
O do Rodrigues Lobo é evidente que é romântico, mas que bonito seria que assim fosse. A nossa língua tem doçura!...
Quando estás, muito tempo, fora da tua terra, tudo tem um som e um encanto especial, a culpável a SAUDADE, que é um invento nosso, muito português.
Este inverno o meu amigo Victor disse-me algo que me fez meditar - Duarte, tu es o último romântico. Talvez!

Duarte dijo...

Justine
Assim é, dou fé disso. Há tempo que noto que estamos numa onda bastante próxima, deste modo não me considero uma coisa tão rara.
Para TI, beijos com sentimentos, já sabes que as cores não são o meu forte.

osátiro dijo...

Sinto um pouco mais de orgulho em ser Português, sabendo que esse livro foi tão útil.

alex dijo...

obrigado pela visita. foi por causa desses comentários que senti vontade de aqui voltar. vou tentar ser um bocadinho mais assíduo.
gostei muito deste seu post.

poetaeusou . . . dijo...

*
gramática,
(portuguesa)
a nossa pátria,
,
saudações
,
*

Charlie dijo...

:)

Obrigada pelos seus comentarios, Duarte. Agora já não tenho mais testes, acho que ja vou ter mais tempo para o blogue :)

Rodolfo N dijo...

Aqui en Argentina se estudia cada vez mas la lengua portuguesa.
En mi caso, me encanta el color y el sonido de este bello idioma.
Saludos!

Duarte dijo...

Osátiro
Agradeço a tua presença e vou tentar ser reciproco, pois sinto admiração por aqueles que estão interessados numa vida melhor e mais justa.

Duarte dijo...

Es tão grande poeta,
como boa pessoa.

Aqui,
na distância,
é quando
se nota a Pátria.
Cada frase,
cada imagem,
cada som...
SAUDADE

Amizade

Duarte dijo...

Charlie
Espero, e desejo, que tudo tenha saído bem depois de tanto esforço.
Já me contarás coisas.

Duarte dijo...

Rodolfo
Tengo algunos amigos aquí en Valencia que son argentinos, con los que me llevo de maravilla, y una de las cosas que más me emociona es su timbre de voz, es cercana y atrayente.
La lengua portuguesa reúne unos cuantos matices que la hacen atractiva, hasta que nos metemos en la gramática, entonces empieza el gran drama, pero superable.
En la Asociación quiero empezar a trabajar con la gramática, por eso la desempolvé.
Gracias por tan grata visita.

mdsol dijo...

duarte:
é comovente o teu apego às tuas origens! Mostra a muitos de nós um olhar que, porque estamos cá, nos esquecemos de olhar.
Obrigada pela tua disponibilidade para partilhares tantas coisas connosco.
:))

mena m. dijo...

Aqui,
na distância,
é quando
se nota a Pátria.
Cada frase,
cada imagem,
cada som...
SAUDADE


Com 21 anos de Berlim, só posso confirmar, como é verdade o que dizes, desta forma tão bonita!

Obrigada pela visita!

Mr. Fart dijo...

Prezado Duarte,
vim para agradecer por sua visita ao meu blogue e dizer que gosto muito destes trabalhos que você e a Juani (mais alguns quiçá) fazem, em conjunto.
Um forte abraço!

Duarte dijo...

Maria do Sol
Tu, foste quem conseguiu tocar-me a fibra sensível.
Nos já trinta e nove anos que estou aqui, nunca desatendi esforço algum em levar com honra a todos aqueles; que sentimos correr nas nossas veias, esse sangue, que tem a mesma cor, duma das franjas da bandeira da nossa Pátria.
Seguiremos partilhando coisas, sem duvida.

Duarte dijo...

Mena m,
Agradeço que reproduzas este poema, pois tão só quis expressar com fidelidade o meu sentir.
Imaginava o teu elevado grau de sensibilidade, mas ainda não tinha acabado de desvendar o melhor de ti.
Conseguiste emocionar-me...

Duarte dijo...

Mr. fart,
Aparece sempre, serás bem-vindo!
Existirá reciprocidade.

peciscas dijo...

Foi essa a gramática que me acompanhou numa parte do "velho" Liceu.
Confesso que nunca foi a minha área preferida, muito embora sempre tenha gostado muito de ler e de escrever.
Mas gostei de recordar...
Aliás, ainda tenho aí um ou outro desses manuais dos tempos idos.

São dijo...

Jesus, que mergulho no passado tu me fazes dar!!
Bom fim de semana.

Duarte dijo...

Peciscas,
Essa foi a intenção. Satisfaz-me saber que surtiu efeito.
Era a obra de uso, nos anos cinquenta, no ensino médio.
A mim passou-me o mesmo. Mas as circunstancias empurraram-me para a escritura, e ainda não deixei de o fazer. Gosto deste meio para comunicar-nos.

Duarte dijo...

São,
Claro menina! Tu, que andaste pelo ensino, sabes muito disto: eram os anos cinquenta.
Tem cuidado com certos mergulhos...
Desejo-te o mesmo.

Rosi Gouvea dijo...

Procuro dizer o que sinto
Sem pensar em que o sinto.
Procuro encostar as palavras à idéia
E não precisar dum corredor
Do pensamento para as palavras...

...Alberto Caeiro...

Fico muito feliz com sua visita!
Espero ver-te sempre por lá...
Sempre me encontrarás por aqui!

Doces beijos

Duarte dijo...

Rosi Gouveia,
Aparece sempre, es bem-vinda.
Começo a gostar dos versos do Aberto Caeiro, e do teu olhar...

Claudinha dijo...

Olá amigo!
Neste livro não estudei, mas todo livro tem um encanto especial para mim e gosto de reformá-los e cuidar para que sejam preservados. Eu tenho alguns livros técnicos de minha área (farmácia) que datam do final de 1890 e alguma coisa... E hoje, que estão querendo tirar os acentos e outros sinais, eles têm importência maior ainda para mim...
Abraço!

Charlie dijo...

As coisas não me correram mal de todo.. embora podessem ter corrido muito melhor, enfim.
Mas mesmo assim ainda me falta entregar um portefolio importantissimo que ainda não acabei.
Mal posso esperar que chegue sexta feira para entrar de férias !

Tenho saudades do Infante.. fui lá na semana passada visitar amigos :)

Beijinho, Duarte. *

Duarte dijo...

Claudinha,
A minha vida profissional, nos últimos quase quarenta anos, esteve vinculada ao livro. Foi a minha fonte de ingressos.
Tenho pelos livros uma paixão especial, protejo-os.
Quanto à acentuação penso igual, mas não podemos ir contra a evolução.
Abraços

Duarte dijo...

Charlie,
Boas noticias as que me transmites.
Desejo-te o melhor.
A sexta feira já está aí...
Beijos

Bandys dijo...

Bela postagem.
Mas as vezes ainda não entendo certas palavras
Beijos

São dijo...

Olá!
Só para vos desejar feliz semana.
Abraços.

MARTHA THORMAN VON MADERS dijo...

Seu blog é uma delícia , seus textos, imagens, adorei, volto a visita-lo. Um abraço do sul marthacorreaonline.blogspot.com

Duarte dijo...

Martha,
palavras como as tuas são as que impulsam este tipo de iniciativas, muito obrigado.
Aqui te espero impaciente...

Antonio Cuestas dijo...

Hola¡ Estoy interesado en saber cómo va la Asociación. Igual aquí en Asturias podría hacer algo. No encuentro ninguna Asociación. Me encanta Portugal. Estudié hace bastantes años los 5 años de portugués y llegué a dominarlo bastante bien en todos los aspectos, sigo entendiéndolo casi todo pero con los años el escribirlo ya me cuesta mucho.
Eso sí cada vez que me encuentro con un portugués no pierdo oportunidad de falar.
Gracias de antemano por tu información.
Mi correo aparte del gmail es antoniocuestas@antoniocuestas.com
Obrigado¡

Duarte dijo...

Antonio Cuestas,
La Asociación va muy bien. Claro que si, me parece una idea excelente. En este blog tienes muchas cosas de Portugal, te aconsejo que le dediques un poco de tiempo.
En blogs, de este blog, tienes dos más muy interesantes sobre Portugal, así como los de las personas con las que estoy agregado.
Estoy a tu disposición.
Te escribí un mail.
Estoy a tu disposición