martes, 22 de diciembre de 2009

AO MEU PORTO ( V )






A nostalgia do passado leva-me até Massarelos, para ver os bacalhoeiros, ou as obras da ponte da Arrábida, ou um pouco mais longe ainda, para ver um barco encalhado no Cabedelo, na Foz, ou no Castelo do Queijo; nada disso está, nada disso vejo. As cheias já não fazem estragos. Quantos sustos nos deu o nosso Douro! Talvez por isso, por ser “douro”, quanto nos custou! Tudo tinha o seu encanto, até a tragédia.

Recordo uma cheia que pude presenciar em Massarelos: o poder devastador do rio, na confluência com o oceano, ao enfrentarem-se as duas forças, provocou uma corrente fortíssima de água que fez saltar os paralelepípedos da rua: saíram disparados como balas de canhão.

Na Foz, a proximidade do mar convida a passear, ou a tomar um refrigério, placidamente, num dos seus multíplices pontos de encontro, com diversão ou sossego, de tudo há. Aqui a paisagem é cativante e de metamorfoses constantes, todas no tom e do som que nos dá o Oceano.

Ondas que se desfazem sobre a praia, ou contra o cais, com uma espécie de ternura violenta; são a invasão dum sem fim de experiências, todas elas vividas intensamente; recordações dum tempo ido que faço que perdure.








Do outro lado o progresso: tudo são grandes avenidas e passagens a distintos níveis. Isto veste muito para os de fora, faz-nos mais europeus, mas não quero partilhar-te! Bom, para não pecar de egoísta deixarei que te contemplem, mas sem que te desgastem mais daquilo que observo em alguns sítios.








Fora da urbe a noite cai como uma persiana preta. Nos dias de canícula só se ouvem as rãs e os grilos, que, como também tem calor, ventilam-se; eis o resultado de tanta algazarra.

No fim das tarde do Outono as sombras alongam-se uniformizando tudo. As noites brumosas, são, sem duvida, noites de Outubro.






A temperatura ambiente já não convida a longos passeios, mas sim a fazer alguma visita cultural. Os Museus, arquivos fiáveis de tudo o que de bom tens como património intelectual, testemunho do legado que te deixaram os nossos antepassados, aguardam a nossa presença. O Soares dos Reis é duma visita anual obrigatória. Não posso estar muito tempo sem contemplar a “Flor Agreste”, essa expressão infantil, cândida, terna; nem o “Desterrado”, faz-me recordar a obra doutro génio, Rodin, mas com umas formas mais perfeitas, aparentemente mais trabalhadas: ainda que se diga que o mármore de Carrara ao sair da marmoreira é mais brando. Este grande artista nunca foi bem aceitado pela sociedade do seu tempo, sendo como foi uma pessoa extraordinária e, mesmo morrendo novo, deixou-nos um grande espolio de transcendência escultórica.















Existem outros pontos que também são de uma visita obrigada e, como tal, sempre que posso esgueirar-me, não deixo de visitar o Palácio da Bolsa, com o seu esplêndido salão árabe como exponente máximo; a gare da estação de São Bento, para contemplar a arte expressa nos azulejos das paredes; a igreja da Lapa, que retém o coração do Rei que o ofereceu ao Porto, Dom Pedro; a talha dourada da igreja de São Francisco; o museu etnográfico, e nele a evolução da vida dentro de ti como cidade, o primeiro que visitei quando ainda estudava no Gomes Teixeira; as capelas da Sé, especialmente a que está talhada em prata; a ornamentação da igreja de Santa Clara, de magnifica talha dourada; passear da Foz ao Castelo do Queijo e receber na cara a brisa do Oceano. Entro por Ti dentro, enchendo-me de Ti.















Um coração nostálgico, e portuense, sente-se feliz rodeado de bons amigos. Para que juntos possam recordar o felizes que foram e que seguirão sendo, motivados em continuar a descobrir esses velhos recantos cheios de encanto que Tu tens. Com um copo na mão, dum bom Porto, tudo se faz mais prazenteiro, e se a dona saudade bate à porta será bem-vinda, pois será mitigada com o excelente caldo que os vinhedos da nossa terra deu, e que as mãos dos nossos paisanos cuidaram, ao extremo de poder conseguir que sigamos sendo um pouco mais felizes ainda, mantendo acesas as chamas dessas velhas tertúlias e tradições.
O estrangeiro que passa por aqui, um corre caminhos e cidades, sempre cheio de pressa, que vai dum museu ao outro, não suspeita da presença dum mundo diferente que rodeia sem dar fé de que está aí. Nunca pretendi conhecer uma cidade vendo postais, tenho que perder-me nela.







Fui feliz no deambular pelas tuas ruas tentando orientar-me, pretendendo descobrir donde estava. A alma duma cidade não se deixa captar tão facilmente. As cidades são livros que se lêem com os pés. Para poder-se comunicar com ela é preciso aborrecer-se nela. Pode-se seguir um guia turístico, mas fica muito por ver, e mais ainda por conhecer, não a monumental, essa é de pedra, é certo que estás cheia de historia, mas a humana, a outra, Tu, o mais grande do Porto.

Recordando-A desde a Valência do Cid Campeador














Com a participação e apoio de Maria José Dias Rodrigues

78 comentarios:

Duarte dijo...

Vou abraçá-la, já são imensas as saudades...

SAUDADE

Aqui, 

na distância,

é quando 

se nota a Pátria. 

Cada frase, 

cada imagem, 

cada som...

SAUDADE

SEM QUERER

A humidade que cria a emoção,
fez que uma gota terna e cálida
deslize pelas minhas faces,
até ao canto da boca;
para deixar o sabor a salgado,
como o do nosso mar;
que se foi fazendo doce,
ao perceber a alegria
dos abraços cálidos, amigos;
que fazem inchar o peito,
para proferir com orgulho,
sou português!


Boas Festas para todos, com um feliz Natal e um Ano Novo no qual concretizaremos todos os nossos projectos. Estou confiante!

Abraço-vos com a ternura que mereceis... é que vos quero muito!...

Dois Rios dijo...

Querido Duarte,

Fico aqui a pensar se és tu tens ao Porto ou é o Porto que te tem. Por fim concluo que ambos se merecem. Nenhuma jóia resplandesce sozinha. Há que saber te-la e desfrutá-la.

Agradeço e retribuo os votos de Boas Festas e também te abraço com a ternura que mereces.

Beijos,
Inês

poetaeusou . . . dijo...

*
ao e no teu olhar,
o Porto continua Belo,
vou lá estar, em Gaia,
na Consoada e partir, no dia
seguinte, para o meu mar,porque
nem nesta Quadro Festiva, arrisco
a passear-me com a minha gravata
Encarnada, sim eu tambem a uso,
pelo grande Porto, embora saiba
de antemão que a grande maioria,
são Lampeões . . . srsrsrsr,
,
amigo
uma Feliz Quadra, desejo,
,
*

Manuela dijo...

________FELIZ_________FELIZ
______FELIZ NAT______FELIZ NAT
_____FELIZ NATAL!!__FELIZ NATAL!!
___FELIZ NATAL!!---BOM A______FELI
__FELIZ NATAL!!---BOM A________FELI
_FELIZ NATAL!!---BOM ANO ________FEL
_FELIZ NATAL!!---BOM ANO NOVO______FE
FELIZ NATAL!!---BOM ANO NOVO!!F____FEL
FELIZ NATAL!!---BOM ANO NOVO!!FE___FEL
FELIZ NATAL!!---BOM ANO NOVO!!FEL__FEL
FELIZ NATAL!!---BOM ANO NOVO!!FELI_FE
_FELIZ NATAL!!---BOM ANO NOVO!!F_FEL
__FELIZ NATAL!!---BOM ANO NOVO!!FEL
____FELIZ NATAL!!---BOM ANO NOVO!
______FELIZ NATAL!!---BOM ANO N
________FELIZ NATAL!!---BOM A
__________FELIZ NATAL!!---B
___________FELIZ NATAL!!
_____________FELIZ NAT
_______________FELIZ
_________________F
Manuela

Lena dijo...

Desejo te um feliz Natal Duarte,
com muita paz, amor e alegria...

Um beijinho

Sara dijo...

Duarte, otro bello reportaje de tu hermosa tierra.
Vengo cargada de cariño, a desearte unas felices fiestas navideñas en compañía de tus seres queridos, y que el 2010 te traiga lo mejor!!! y que podamos de nuevo volver a darte un abrazo, y a invitarte esta vez, a algo típico de León en nuestra tierra leonesa.
Un besín y un abrazote

Rosa dos Ventos dijo...

Aproveito para te deixar o desejo de um Feliz Natal e um Ano Novo com tudo de bom para ti e para todos aqueles que amas.

Abraço natalício

Claudinha ੴ dijo...

Meu caro Duarte, é incrível como me sinto em casa vendo estas fotos. Alguns lugares se assemelham demais aos da minha infância querida (pudera, a cidade foi construída pelos portugueses). Você citou Arrábidas, em minha última monografia num curso que estou fazendo utilizei como fonte um dossiê de uma reunião feita num convento de Arrábidas. Por acaso é aí neste belo local?
Aproveito esta visita também para desejar um Feliz Natal e um excelente 2010 para você e os seus!
Um beijo!

gaivota dijo...

cá voltei ao teu grande porto, uma cidade a "ler com os pés"...
desejo-te um santo e feliz natal, na saudade de seres um português um pouco longe do teu cantinho...
beijinhos

Duarte dijo...

Queridos amigos e amigas, estou nela e com ela, nessa entrega total dum gozo pleno na satisfação...
Aqui ando um pouco limitado no tempo e nas possibilidades de conexão, mas prometo-vos cumprir, como o faço sempre.
Desejo-vos o melhor, uma boa consoada e um Bom Natal assim como uma felicidade plena nos dias que venham por aí fora... toda a vida.
Abraços sem fim, quero-vos muito

Ana dijo...

Saudades desse Porto que também sinto como meu!
Aqui, pude matar um pouco as saudades.

Um Feliz e Santo Natal para ti, Duarte!

Beijinho

Rodolfo N dijo...

Querido amigo,complete la lectura y la visita en imágenes por tu "Meu Porto", que es ya también de muchos de nosotros.
´Que Dios siga bendiciendo tu pluma e imaginación y tengas unas bellísimas fiestas en compañía de tus afectos.
Un abrazo desde otro puerto,el de "Buenos Aires"

Maria dijo...
Este comentario ha sido eliminado por un administrador del blog.
Duarte dijo...

Inês,
senti esse abraço e agradeço a ternura com que me tratas.
Obrigado pela tua entrega.
Abraço-te

Duarte dijo...

Zé,
espero que o teu passo por Gaia tenha sido prazenteiro e que não te tenha desvinculado totalmente do teu belo reduto, raízes indestrutíveis!
Claro que sim, as ideias e as tradições devem permanecer inalteráveis. O Salgueiros também era vermelho e a equipa do meu pai...
Um abraço amigo

Duarte dijo...

Manuela,
que bonito!!!
Feliz Ano Novo...
Beijinhos

Duarte dijo...

Lena,
Obrigado.
Desejo-te o melhor para o Ano Novo.
Um grande abraço

Duarte dijo...

Sara,
cuanta sensibilidad y ternura...
Como no! Claro que si, sabes que lo pasamos bien todos juntos. Hasta puede que sea el 2010 el año en que se concretice ese encuentro de León y Porto, como lo fue en Denia.
Un fuerte abrazo para ambos

Duarte dijo...

Rosa,
obrigado, tudo vai bem e o meu desejo é que contigo também.
Que encontres no Ano que se avizinha tudo aquilo que idealizas.
Abraços

Duarte dijo...

Claudinha,
poder ser-te útil é um imenso prazer.
A Arrábida à que faço referencia é a Ponte de Arrábida, uma das pontes sobre o Douro, no Porto, que arranca na zona da Arrábida um lugar da cidade do Porto, perto de Lordelo do Ouro.
No Sul do País está a Serra da Arrábida e o seu parque natural, além, pela zona de Sesimbra... uma das belezas naturais deste nosso Portugal.
Espero que tenhas tido um bom Natal e desejo-te um bom Ano Novo.
Beijinhos.

Duarte dijo...

Gaivota,
essa ternura tua faz-me sentir arrepios, sabes como tocar-me a fibra sensível... obrigado, por seres assim.
Um bom Ano Novo.
Beijinhos

Duarte dijo...

Ana,
um muito obrigado, sei o momento pelo qual estás a passar o que faz com que valore ainda mais esta presença tua, tão próxima.
Se em algo pude contribuir a mitigar a tua dor, isso congratula-me.
Espero que te reponhas para poder deleitar-me com as tuas revelações que tanto me entusiasmam e ilustram.
Um forte abraço de boa amizade

Duarte dijo...

Rodolfo N,
sabes que este también es tu PORTO, nuestro puerto de abrigo. Que más da; Porto - Buenos Aires, nuestras raíces...
Gracias amigo por tus palabras de apoyo y que tengas un buen Año Nuevo.
Un fuerte abrazo

Duarte dijo...
Este comentario ha sido eliminado por el autor.
Maria dijo...
Este comentario ha sido eliminado por un administrador del blog.
poetaeusou . . . dijo...

*
esvoaça o Natal,
o 2010, está a chegar,
,
se eu fosse o futuro
pincelava o 2010
de um modo desigual,
invertia os grandes mestres
estimulava os absurdos
convertendo o obscuro,
o branco seria carinho
a tolerância o preto
no rosado da saúde,
e o azul da amizade
feita ternura esmeraldina
na meiguice amarelada,
eu quero a Paz anilada
no lilás da paixão
em violeta de amor,
e de forma desejada
ofereço, como gratidão,
o perfume de uma flor.
,
que venha o 2010 !!!
,
saudações,
,
*

Duarte dijo...
Este comentario ha sido eliminado por el autor.
Duarte dijo...

Zé,
amigo poeta, o perfume que deixaste impregnou de de boas vibrações um espaço que acabava de ficar tocado pelo absurdo...
Palavras em verso que assimilei, pela eloquência que se deduz delas. Estou-te agradecido.
Recebe um forte abraço, de gratidão

Maria dijo...
Este comentario ha sido eliminado por un administrador del blog.
Duarte dijo...
Este comentario ha sido eliminado por el autor.
~pi dijo...

reconhecendo ainda:

porto

e

foto.mestria,,,


feliz 2010 :)



beijo s




~

Arabica dijo...

Duarte,

desejo que o 2010 te espere de braços abertos cheio de saúde e força.

Belo Porto que trazes no coração e te faz viajar pela neve e pelas estradas.

Um abraço e que as férias sejam felizes! Bom regresso a casa, cheio de mimos e memórias boas.

Manuela dijo...

Um Ano Excelente para si.
Abraço
Manuela

Maria dijo...
Este comentario ha sido eliminado por un administrador del blog.
Ana dijo...

Caro Duarte,

Voltanto, com imenso prazer, a passear pelo "meu" Porto do coração, venho desejar-te um MUITO FELIZ ANO DE 2010.
Que a vida te conceda tudo o que desejas e mereces.

FELICIDADES, AMIGO!

Beijinho

Lena dijo...

Duarte,
Venho desejar te um Ano Novo
cheio de saude amor e felicidade,
e que continus este ano, escrevendo e deixando tua amizade no meu cantinho....

Um beijo

Duarte dijo...

FELIZ ANO NOVO

ABRAÇOS DE BOA AMIZADE

Justine dijo...

Duarte, és um homem de sorte: tens duas belíssimas cidades que amas, e que te retribuem esse amor. E eu sou uma mulher de sorte, tendo como amigo um homem com a tua sensibilidade e delicadeza. Obrigada pela visita ao Porto sentido, obrigada pela rosa:))

mdsol dijo...

Caríssimo Duarte

O Porto visto por ti ainda fica mais bonito.

Um ano muito bom.

Grande abraço

:)))

gaivota dijo...

revejo o teu porto e quero deixar os meus votos de um muito feliz ano 2010, com muita saúde e paz, amor e alegria, tudo de bom para ti e família
beijinhos

Navegar é preciso.. dijo...

Bom dia Duarte,

Feliz Ano Novo!
Rever a cidade do Porto é sempre um encanto!
Bjs!

Maria dijo...

És um sortudo, Duarte...
Obrigada, mais uma vez, por me teres feito passear numa cidade que (também) amo!
Desejo-te um excelente 2010, com saúde e paz. O resto virá por acréscimo...

Um abraço apertado

Duarte dijo...

~pi,
obrigado estou pelo teu reconhecimento...
Beijos

Duarte dijo...

Arábica,
essa é a minha avaliação, sou feliz por ter-vos por perto, melhor ainda se vos pudesse abraçar a todos: se podemos aceito.
Chove e faz frio, mas saio todos os dias para receber essas lágrimas que caem sobre mim e sobre ela: servem de elo de união...
Beijo-te agradecido

Duarte dijo...

Manuela,
desejo-te o mesmo.
Gostei do teu novo espaço.
Beijos

Duarte dijo...

Ana,
ver-te por aqui é bom sinal, é como passear comigo...
Um bom Ano Novo com tempos melhores que bem mereces.
Beijinhos

Duarte dijo...

Lena,
conta comigo sempre, sabes que gosto de ler aquilo que escreves, as tuas palavras possuem uma enorme carga de sentimentos.
Um grande abraço

Duarte dijo...
Este comentario ha sido eliminado por el autor.
Duarte dijo...

Justine,
sim, sou um homem de sorte... tenho-te como amiga.
Tudo o que possa fazer por ti sempre será pouco, os amigos verdadeiros são um dom que não está ao alcance de todos.
Abraço-te na esperança de o poder fazer pessoalmente brevemente aqui e lá.

Duarte dijo...

Mdsol,
só lamento não ter-te visto, mas reconheço que a quadro do ano não é a adequada. Faz um ano...
Beijinhos

Duarte dijo...

Gaivota,
obrigado, pretendo que seja o ano no qual te possa ver na tua Nazaré...
Um forte abraço

Duarte dijo...

Navegar é preciso,
espero que continues a navegar nesta direcção, faz-me feliz!
O Porto faz amigos...
Feliz Ano Novo.
Beijos

Duarte dijo...
Este comentario ha sido eliminado por el autor.
Maria dijo...

Não pretendo entrar na discussão com a outra Maria. Eu sou também Maria, mas sou outra. Eu comentei-te às 17.54 do dia 1, e não tenho nada a ver com conversas anteriores. Devo pertencer a outro grupo, os tais que dão a cara. Se clicares no meu nome vais chegar a 'minha casa'...
Só esclareço porque não gosto de confusões, ainda menos de pessoas que não têm o perfil disponível.

Um beijo

São dijo...

De facto, a alma das cidades é dificil de captar, mas tu conseguiste transmitir de maneira brilhante a da Cidade Invicta.

Que o teu 2010 seja tão caloroso e fagueiro como o teu blogue, que muito aprecio.

Un fuerte abrazo, amigo.

Sandra dijo...

OLA AMIGO!
VENHO RAPIDINHO AGRADECER DE CORAÇÃO O IMENSO AMOR REGISTRADO NA CURIOSA.
LOGO VOLTAREI PARA CASA, E SERÁ BEM MAIS FÁCIL. AGORA FICA MEU ETERNO ABRAÇO DE FELIZ ANO NOVO A VOCÊ.
ESTOU COM MUITA SAUDADES.
DEUS LHE ABENÇÕE. FELIZ 2010. QUE TODOS OS SEUS SONHOS SE REALIZEM.
COM MUITO CARINHO
SANDRA

Poetiza dijo...

Espero que estes pasando bellos momentos en estas fiestas. Te deseo lo mejor para este Nuevo Año. Te dejo un beso desde Monterre, Nuevo Leon Mexico. Cuidate mucho y sigue disfrundo de estos momentos amigo.

Maria dijo...
Este comentario ha sido eliminado por un administrador del blog.
Menina do Rio dijo...

Esse é o Porto que pretendo conhecer ainda este ano, se Deus quiser.
Duarte querido, que seja pra ti este Novo Ano, um ano cheio de realizações.
Obrigada pela caminhada juntos nesses anos, pela amizade e pelo carinho de sempre, meu amigo.
Que Deus afague a tua alma.

Um beijo

AFRICA EM POESIA dijo...

DUARTE


Obrigada pela visita.
depois de uma semanita em terras de Espanha aqui estou para te desejar...

Feliz Ano Novo

NOVO ANO

Novo Ano
Nova Vida
Nova Esperança ...
Novo Recomeçar ...

E neste Ano

Eu quero
Nova Vida
Nova Esperança
Novo Renascer ...

Com a certeza
Que se quisermos
Podemos fazer
Deste Ano ...

Um Ano Novo
Um Ano Melhor! ...

LILI LARANJO

Um beijo

cduxa dijo...

Bonito registo fotográfico e emocional, parabéns.

Duarte dijo...

Maria (o cheiro da ilha),
estamos em sintonia, não quero nenhuma vinculação com pessoas que ocultam o seu perfil.
Agradeço o aprumo com que te expressaste, de algum modo deu-me pé para suprimir todos os comentários relacionados tal pessoa. Não é grata neste blog, pretendeu desequilibrar mas falta-lhe classe.
Um grande abraço de boa amizade

Duarte dijo...

São,
estou-te agradecido pelas palavras de reconhecimento; são o lenitivo que impulsa a seguir.
Um forte abraço

Duarte dijo...

Sandra,
que sejas feliz, que é o que realmente importa, e aparece quando possas.
Agradeço as atenções.
Beijinhos

Duarte dijo...

Poetiza,
tu tierra también es muy bella, por lo menos a mi me lo ha parecido... he sido muy feliz allí.
Besos

Duarte dijo...

Verónica,
são as coisas da empatia, existe reciprocidade.
Também seria magnifico que nos pudéssemos ver no Porto.
Um grande abraço e a minha admiração

Duarte dijo...

Lili,
por donde andaste? Se o podes divulgar. Quem sabe se nos cruzamos!...

Assim tem que ser... um Ano Novo e um Ano melhor...

Será que começamos a encontrar o rumo? De momento o Braga já levou...

Um beijo

Duarte dijo...

Cduxa,
precisão!... poucas palavras mas contundentes.
Gostei.
Parabéns a TI

São dijo...

Voltei para ver com mais calma e deleite as fotos; são liiiindas de verdade!

Fica bem, companheiro.

Vieira Calado dijo...

Meu caro Duarte:

queria mandar-lhe os textos do poeta Cabrera, mas não encontro o seu mail.

Manda-mo?

Obrigado.

Um abraço

São dijo...

Venho desejar-te um feliz Dia de Reis ...com regalos muito bonitos.

Abrazo .

Duarte dijo...

São,
agradeço a avaliação, vejo-a sincera!
Obrigado companheira

Duarte dijo...

Vieira Calado,
obrigado eu, foi um lindo presente de "Reyes".
Um grande abraço

Duarte dijo...

São,
estás em tudo!
Obrigado.

Detalles así solamente los tienes personas con la delicadeza que te caracteriza... gracias.
Fue el día de acomodar todo, después de quince días por tierras lusas entre familia.
Aquí si es una gran fiesta, ayer la cabalgata y hoy los regalos, mi nieto ha venido por los regalos de Reyes del abuelo... pero en lo demás nada de destacar.

Un fuerte abrazo

São dijo...

Fico esperando por mais fotos bonitas da tua recente viagem.

Agradeço muito as tuas palavras, que sei serem sentidas.

Bem hajas!

Duarte dijo...

São,
só expresso aquilo que sinto, algumas vezes fruto da emoção, noutras desde a reflexão.

Bom fim de semana e um forte abraço

Eugénio Tavares dijo...

Estimado amigo só hoje vislumbrei ente tema, sem dúvida é uma cidade muito bonita, conheço muito bem esses recantos que fotografaste, mas é encantador sentir o pulsar da urbe!
Tenho algumas imagens antigas desta linda cidade, mas sem dúvida o teu trabalho é excelente! Vejo em ti uma pessoa de grande sensibilidade, consegues de uma maneira harmoniosa transmitir-nos o que sentes no teu coração, e isso é fascinante!
Por isso é um privilégio ter assim um amigo, mas já sabes se quiseres colocar algo antigo neste tema podes contar com a minha inteira disponibilidade!
Também gostaria de deixar a minha mensagem de um Feliz Natal para ti e restante família, sendo extensivo a todos que passem por aqui também, um bem-haja!
Um forte abraço.

Duarte dijo...

Eugénio,
sou um convencido de que nada acontece por casualidade, o facto de que hoje sejamos amigos tem, com toda a certeza, um fundamento: o tempo o dirá.
Falaremos pessoalmente dessa possibilidade para outro trabalho.
Os meus desejos são como os teus, que tenhas um Santo e Feliz Natal, pleno de benções, junto dos que amas.
Um grande abraço