martes, 24 de julio de 2012

GUIMARÃES

No podía faltar, y también fuimos al Minho.
Monumental, y exuberante en sus tonos verdes.
Iniciamos el recorrido en Guimarães:




Guimarães tiene un significado muy especial en el corazón de los Portugueses. Es la cuna de Portugal (cidade berço).


Dentro del castillo medieval fue donde nació Afonso Henriques y en sus altas torres y murallas venció a los ejércitos de su madre, en 1128: Batalla de São Mamede. 
Reconocido como heredero del Condado Portucalense por los guerreros del Minho, este Príncipe que, según dicen las crónicas, era muy atractivo, pasó a ser el primer rey de Portugal.







El centro histórico de la ciudad es Patrimonio de la Humanidad de la UNESCO. Hoy Capital de la CULTURA.
Hay un carácter auténtico en los armoniosos balcones de hierro, en las barandillas y soportales de granito, en los perfiles de las torres almenadas de las casas señoriales, en los arcos que unen las calles estrechas, en las losas del suelo alisadas por los siglos y en la frescura de los claustros.





Por momentos podemos imaginamos en un escenario medieval, donde la nobleza fue construyendo espléndidos palacetes como la casa Mota Prego, el Palacio de Vila Flor, del Toural y tantos otros que confieren esa atmósfera única a Guimarães.



Visitamos el Castillo y el Palacio Ducal y, andando, dimos un buen paseo por el corazón de la ciudad, el Largo de Nossa Senhora da Oliveira. Aquí se alza la impresionante iglesia de la Colegiata de Guimarães desde la que partió hacia Roma Pedro Hispano que, con el nombre de João XXI, único papa portugués de la Historia de la Iglesia.







Podemos decir que estuvimos en una de las ciudades más bellas del norte de Portugal.



Y, para que los recordéis...


Con la colaboración de Diny

60 comentarios:

Mª Jesús Verdú Sacases dijo...

Ese castillo medieval que nos presentas es tan bello e impresionante que bien pudiera albergar alguna historia de cuento de hadas. Los ventanales, las estancias, las lámparas, cada rincón está lleno de encanto y de elegancia.

Visitarte, querido Duarte, es viajar a otras épocas, visitar lugares preciosos sin salir de casa y darse cuenta de que todos los lugares que nos presentas son exquisitos. Nos llevas a tesoros que son dignos de monarcas y que son muestra de un legado y patrimonio cultural digno de admiración

Graça Sampaio dijo...

Guimarães é e está lindíssima! Cidade muito antiga, com vistas maravilhosas (da Penha) com um centro histórico muito, muito belo!

Como bela e completa está esta reportagem.

Beijos vimaranenses...

Navegar é preciso.. dijo...

Oi Duarte,

Guimarães onde nasceu Portugal! Adorei conhecer esta linda cidade!
O passeio de teleférico e a vista do alto é inesquecível! Bjs!

rosa-branca dijo...

Imagens maravilhosas de coisas que desconheço completamente. Guimarães é maravilhosa não a sabia assim. Obrigado pela partilha, sem ela não teria conhecimento de tantas belezas. Beijos com carinho

Duarte dijo...

María Jesús,
me has dejado sin poder coordinar palabra durante un buen rato, y soy de palabra fácil; pero me has dirigido la palabra de una forma tan directa que me has dejado bloqueado. Si, ya me he rehecho, por eso me estoy vengando.
Cierto, querida amiga, el Palacio Ducal, también conocido como el de los Duques de Bragança (linea generacional de la monarquía portuguesa, desde a dinastía de Avis), fui residencia real, y lo sigue siendo. Actualmente Portugal es una República, cuando el Presidente visita la zona pernocta en este Palacio.
Actualmente esta ciudad es Capital Europea de la Cultura, además de ser Patrimonio de la Humanidad.

Efectivamente, una de tus bellas historias de Hadas bien podria estar ambientada en un sitio así. Pero, amiga, el merito es todo tuyo.

Un gran abrazo y mi admiración.

Duarte dijo...

Graça Sampaio,
Nesse dia não havia grande nitidez, o tempo estava algo baço, mas aquelas pedras imensas viam-se bem, desafiam a gravidade!
Sempre que posso, lá vou, mas desta vez éramos vinte e cinco. Ficaram encantados. Dali seguimos para Braga... outra jóia!
Abraços valencianos

Duarte dijo...

Navegar é preciso,
estou totalmente de acordo contigo. Um dos meus lemas é calcar as cidades, são livros que se lêem com os pés e, desta feita, cruzamos a cidade duma ponta à outra andando.
Abraços

Duarte dijo...

Rosa Branca,
sim, Guimarães bem merece uma visita. Uma cidade que enamora, cara rincão é uma exclamação.
Um grande abraço, com afecto.

Rosa dos Ventos dijo...

Foi bom rever Guimarães!
Quero ver se lá vou ainda este verão!

Abraço

Duarte dijo...

Rosa,
agora é um bom momento, a cidade está lindíssima, vestida a rigor, como exige o momento.
Fazes bem. Que desfrutes.
Abraços

Everdina Kleeb- van Dongen dijo...

De todas las encantadoras ciudades que hemos visitado Guimaraes para mi es la joya de la corona. Su castillo te hace soñar vivir en la Edad Media,fantasma incluido, el conjunto de su preciosa iglesia y la Cruz Cubierta en la puerta todo te traslada a otros tiempos. Estoy muy contenta de haber conocido tu hermosa y desconocida patria y invita a seguir la ruta en el futuro con mucha ilusión. Abrazos Diny

Duarte dijo...

Diny,
buena observadora y mejor comentarista. Excelente, diría yo.
Si, Guimarães tiene un algo de fantástico, de medieval. Bueno, si es una ciudad con rasgos medievales en el siglo XXI, puede haber algo más maravilloso?!
Volveremos, claro que si.
Un gran abrazo

La Gata Coqueta dijo...

Guimarães parece ser que está enriquecida de los privilegios y encantos de sus antepasados, que han dejado las huellas de sus riquezas para ser disfrutadas por todos aquellos que las pasen a visitar, o tengan el gusto de vivir cerca de algunos de los torreones de sus castillos, aquellos que aun hoy guardan la esencia de tiempos no muy lejanos cuando tenian vida propia. Siendo hoy más que un mero pasatiempo para los que estudian cada uno de sus plazoletas y rincones que esconden un antes y un después del recuerdo de un tiempo.

Entrañable Joaquín, te deseo un feliz fin de semana como siempre te lo mereces, extraordinario!!

María Del Carmen

Justine dijo...

Duarete, as tuas reportagens(esta com a ajuda de Diny...)são sempre inspiradoras! Tenho já planeada uma estadia na cidade para fins de Setembro, pois o novo centro de artes José de Guimarães merece uma visita calma e atenta.
Um abraço forte, e bom fim-de-semana

lita duarte dijo...

É um ótimo passeio pela história.

Besos.

Duarte dijo...

María del Carmen,
tus razonamientos me conmueven. Sabes como tocar mi fibra sensible. Muchas gracias, querida amiga, por mirar con buenos ojos y dedicarle elogios a mis humildes trabajos.
Un gran abrazo

Duarte dijo...

Justine,
Este será o meio através do qual farei desfilar, passo a passo, as nossas vivências, da nossa estadia em Portugal.
Esteve em estudo a visita ao Centro José Guimarães. Foi exposto e posto a votação, e não fomos. Estas coisas só estão alinhavadas. Ademais o estilo deste senhor não nos comoveu. Mesmo sendo um artista reconhecido.
Em Amarante estivemos no Museu Sousa Cardoso, o sitio é atractivo e até convida a visitar, e como chovia lá fomos, por se parava de chover! Só serviu para isso. O que lá se vê é mediocre, e do Sousa Cardoso só meia dúzia de obras, nada destacáveis. Uma pena.
Bom, já me contarás essa experiência.
Um abraço imenso, querida amiga

Duarte dijo...

Lita,
Gosto imenso dos teus telegramas...
Beijinhos, querida amiga

Lena dijo...

Um belo passeio pelo Guimares, Berço de Portugal, através da sua historia.
Reparo que os castelos e os "palacetes" estão muito bem conservados.
As fotos como sempre são belas.

Beijinhos meu amigo Duarte

Duarte dijo...

Lena,
neste momento a cidade é capital europeia da cultura, o que faz com que esteja engalanada a rigor.
Encontrei-a bonita, atraente, como sempre. Uma linda cidade com belos rasgos dum grande passado, sendo de hoje.
Um grande abraço, querida amiga

Luís Coelho dijo...

Guimarães vale uma visita pelos seus monumentos, as suas gentes e as suas ruas.
As Igrejas bem cuidadas conservam séculos de história e encerram em si maravilhas da arte do azulejo assim como arte em escultura em pedra e mesmo em madeira.

Uma das visitas obrigatórias é ao Santuário da Senhora da Penha. Um passeio por entre os penedos graníticos é uma maravilha assim como a vista deslumbrante que se colhe sobre a cidade e as suas redondezas.

Duarte dijo...

Luís,
por lá andamos, e lá estivemos, ainda que a bruma existente nesse momento não tenha permitido sacar-lhe esses sabores em toda a sua dimensão. Mesmo assim, íamos estar umas horas e estivemos a manhã inteira. Chegamos ao almoço, no Sameiro, algo tarde, mas valeu a pena.
Aquele abraço

AFRICA EM POESIA dijo...

Duarte

tenho andado longe ...estive 20 dias sem computador é mesmo muito tempo...
depois de umas férias o pc tambem voltou
e eu venho para dizer gosto muito de ti e agora começar a escrever e pintar...Já chega de preguiça..

revi as fotos e não me caanso são muito belas...
ontem fui com o Zé António a Ponte de Lima comer as papas de sarrabulho que ele tanto gosta depois...até Valença e como não podia deixar de ser...tuy.
foi um dia agradável...

beijos e fica bem meu amigo

Duarte dijo...

Lili,
sabes que existe reciprocidade, pois também gosto de ti.
Fazes bem. Aqui dá muita preguiça, muito calor, pela humidade. Mesmo com ar condicionado, é mexer um dedo e começar a suar.
Boa terra, para tudo o que vem do porquinho... Há muito que por lá não ando!
Um grande abraço, querida miga

tecas dijo...

Excelente trabalho, amigo Joaquim Duarte, sobre a Cidade berço de Portugal, hoje Capital da Cultura. Desde as fotos à história, tudo em pormenor. Só quem muito ama o seu país e tem na alma a arte, consegue traduzir sentimentos e captar a beleza num todo.
Uma vénia por mais um maravilhoso post.
Beijinho e uma flor.

Duarte dijo...

Tecas,
o mais importante é que os meus amigos conhecessem o mais possível da grandiosidade da nossa Terra. Esforcei-me para que assim fosse, e creio que o consegui.
Agradeço as tuas palavras amigas e desejo-te um bom dia.
Recebe todo o meu afecto num grande abraço

AFRICA EM POESIA dijo...

Duarte
Obrigada pelas tuas palavras
tu que me conheces sabes que o meu ser avó é ser: Mãe -avó a tempo inteiro e tenho dado o melhor de mim. o Amor é assim

no teu coração um beijo grande...

AFRICA EM POESIA dijo...

Duarte
Obrigada pelas tuas palavras
tu que me conheces sabes que o meu ser avó é ser: Mãe -avó a tempo inteiro e tenho dado o melhor de mim. o Amor é assim

no teu coração um beijo grande...

Duarte dijo...

Lili,
se com os amigos es assim, como não vais sê-lo com os teus netos: es um TUDO. Ademais pessoalmente pude vê-lo: mas eles contigo tem um comportamento similar: segue assim, é o melhor caminho.
Beijinhos, amiga da alma

rendadebilros dijo...

Bem haja pelas suas palavras! Agora estas reportagens pormenorizadas aqui neste blogue são fantásticas. Além de se reaprender muito ou recordar, também nos regalamos com as imagens inspiradas. Abraço. Boas fotos e bons passeios.

São dijo...

Gosto de Guimarães desde que a conheci aos vinte anos e quero ir lá ainda este ano.

Um abraço enorme, querido amigo meu.

Graça Pereira dijo...

O palácio de Guimarães é muito bonito por fora e por dentro. A cidade está bela e rejuvenescida, embora guarde tesouros antigos.
Belas fotos a recordar a minha última visita à cidade berço.
Beijo amigo e bom fim de semana.
Graça

La Gata Coqueta dijo...


Ya se acerca el fin de semana y no debo de olvidarme de pasar a dejar unas palabras para felicitartelo.
Deseando lo pases lo mejor posible, disfrutando de este tiempo tan estupendo, sacando partido de cada momento, haciendo todo aquello que nos guste y nos sea posible, ya que cuando llegue el frío será impensable.

Un fraterno abrazo amigo Joaquín.

Atentamente
María Del Carmen

Duarte dijo...

Rendadebilros,
vindo de ti, encantado da vida. Como a ti, me encanta fotografar. Mas ainda tenho muito para aprender... contigo.
Abraços de amizade

Duarte dijo...

São,
a mim passa-me o mesmo, vou sempre que posso. Estive, então numa visita da escola... Quanto tempoooo...
Querida amiga, um grande abraço

Duarte dijo...

Graça,
o Palácio dos Duques, de Bragança, é um dos edifícios mais belos do Pais e dos melhor equipados.
Sim, melhoraram a imagem. Gostamos muito!!!
Beijinhos e um bom fim de semana

Duarte dijo...

María del Carmen,
lo mismo te deseo a ti, quiero que seas inmensamente feliz.
Aquí demasiado calor. Tan sólo junto al mar, bajo un árbol frondoso, o con el aire acondicionado.
Ojalá empiecen a bajar las temperaturas.
Yo me voy para Asturias y tu te vienes para Valencia... cambiamos de casa.
Un gran abrazo y mi amistad

Poetiza dijo...

Hola Joaquin, magico paseo por tus imagenes, me llenan el alma de sueños-. Gracias amigo, gracias. Cuidate mucho.

Duarte dijo...

Sandra,
muchas gracias por estar siempre tan cerca, eres un cielo!
No olvides, quiero que te cuides mucho...

manuela barroso dijo...

Uma delícia de post, um trabalho magnífico sobre a cidade berço.
Um grande abraço, Duarte
Boas férias.

Maria Rodrigues dijo...

Meu amigo adorei hoje divagar consigo por Guimarães. Excelentes fotos e texto, como sempre.
Bom domingo
Beijinhos
Maria

Duarte dijo...

Manuela,
agradeço as tuas palavras, tão amigas.
Boas férias.
Um grande abraço

Duarte dijo...

Maria Rodrigues,
fiquei radiante com a tua companhia. Temos que repetir.
Boa semana
Um abraço dos grandes

Lita dijo...

Boa tarde:

Adorei ler acerca da Escola Industrial Infante D. henrique (Porto) existe um grupo no Facebook ao qual poderia aderir e dar o seu testemunho, de que ano é e de que curso??

Também aprendi imenso por essa escola....e mais tarde vim a receber alguns frutos,

parabéns pelo blog


Lita (Celsa Maria)

Duarte dijo...

Lita,
sinto-me orgulhoso de ter sido aluno do Infante e daquilo que ali aprendi: sempre digo, quase tudo aquilo que sei aprendi-o aqui, e aponto para o Infante.
Sempre que posso passo por lá.
Passarei por Facebook...
Obrigado.

AFRICA EM POESIA dijo...

Duarte
Voltei para deixar um beijinho e dizer: Presente


Com o prado verde
o coração sente a pureza da vida...

um beijinho

Prado Verde

Como o prado é verde...
Verde com salpicos aqui e ali...

Mas o todo é sempre verde...
E o olhar corre toda a extensão...
E fico a ver o verde o tal verde...
Que nos dá liberdade...
Que nos mostra esperança...
Que nos deixa que o infinito seja verde
E deixa que os olhos continuem...
A olhar e continuem a amar!...

LILI LARANJO

Poetiza dijo...

Hola Joaquin, no lo olvido. Que bello es pasar a leerte y encontrarte. Gracias amigo, cuidate mucho.

Mª Jesús Verdú Sacases dijo...

No he podido evitar visitar de nuevo esta preciosidad de castillo... sin duda, un lugar de cuento de hadas

Duarte dijo...

Lili,
com este prado verde trazes-me saudades da minha Terra e vossas.
Passo a vê-lo.
Observo que o aparelho já funciona...
Um abraço dos grandes

Duarte dijo...

Sandra,
sabes lo mucho que me enamora tu poesía.
Sigue cuidandote

Duarte dijo...

María Jesús,
mi hada buena, si lo llegas a ver de cerca brotaría la inspiración...
Besos

Maria Emilia Moreira dijo...

Realmente Guimarães está uma bela cidade.Podemos ter orgulho nela.Obrigada por partilhar as suas andanças por terras lusitanas.
M. Emília

AFRICA EM POESIA dijo...

Duarte

pocas palabras
mas muito sentir
te quiero

um besito




Duarte dijo...

Maria Emilia,
É certo, fiquei radiante com aquilo que vi: o antigo está bonito, cheira a passado e o novo uma excelência...
Sempre.
Abraços

Duarte dijo...

Lili,
sabes que existe reciprocidade, também te quero muito.
Um grande chi coração

La Gata Coqueta dijo...

He sentido el calor del abrazo a través de las letras como si fuera una realidad presente!!

Gracias Joaquín, por esa afavilidad que te han prodigado tus antecesores.

Pasa una buena semana con una sonrisa a flor de piel cada día.

María Del Carmmen

Duarte dijo...

María del Carmen,
Me alegro que así sea, he sentido la causa efecto, gracias...
Soy amigo de mis amigos.
Abrazos de vida

Everdina Kleeb- van Dongen dijo...

Mi coloboración en todos los viajes es con mucho entusiasmo y cada día que pasa y conozco un poquito mas de vuestro hermoso pais y de sus habitantes soy mas feliz que he tenido esta oportunidad de acercarme a un pais maravilloso. Que el corazón de Jesús de la hermosa catedral de Guimaraes que hice una foto con mucho fervor os protege a todos, vuestra amiga para siempre Diny

Duarte dijo...

Diny,
sabes que siempre cuento contigo, tu buen gusto y entusiasmo fotográfico me induce a ello, además de nuestra buena amistad.
Por eso lo incluí en el post!
Seguiremos descubriendo Portugal...

Duarte dijo...

Una buena amiga, y bracarense, nos ha sido de buena ayuda.
Ese día no estuvo en Braga y por eso no la vimos.
Su nombre Sara.
Para ella un gran abrazo, el que no le pude dar en su tierra